Pax Mongolica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Pax Mongolica, termo latino para a "paz mongol", é uma frase atribuído por intelectuais ocidentais para descrever alegado período de paz experimentado pelos habitantes do vasto território da Eurásia devido as conquistas do Império Mongol nos séculos XIII e XIV.

As conquistas de Gengis Khan tiveram como efeito a ligação do mundo Ocidental com o mundo Oriental. A expansão do império estendeu-se desde a Indochina até Europa Central. A Rota da Seda, utilizada para trocas comerciais, ficou sob domino do Império Mongol. O termo Pax Mongolica serve também para descrever a facilidade criada ao comércio pela união destes territórios. Ela entrou em crise por conta da excessiva corrupção estatal no final do império que se generalizou na sociedade.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • Bira Shagdar. "The Mongol Empire in the Thirteenth and Fourteenth Centuries: East-West Relations." The Silk Roads: Highways of Culture and Commerce. Vadime Elisseeff. Paris: Berghahn, 2000. 127-144. Print.