Paz de Acilisena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fronteira romano-persa ca. 387

A Paz de Acilisena foi tratado entre o imperador Teodósio I (r. 378–395) do Império Romano e o Sapor III (r. 383–388) do Império Sassânida em algum ponto entre 384 e 390 (provavelmente 387). No tratado, Sapor e Teodósio negociaram a partilha da Armênia em duas zonas, uma sob influência romana e outra persa, o que confirmava o status quo. A linha demarcatória passou por Teodosiópolis (Erzurum) ao norte e Amida (Diarbaquir) no sul, deixando boa parte da Armênia aos persas, inclusive as províncias ao norte e noroeste adjacentes a Ibéria e Cólquida.[1]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]