Paz de Cálias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Paz de Cálias foi um suposto tratado estabelecido em torno de 449 a. C. entre a Liga de Delos (liderada por Atenas) e a Pérsia, terminando as Guerras Greco-Persas. A paz foi acordada como o primeiro tratado de compromisso entre o Império Aquemênida e uma cidade grega.

A paz foi negociada por Cálias, um político ateniense. A Pérsia tinha continuamente perdido território para os gregos após o fim da invasão de Xerxes I, em 479 aC. A data exata do tratado é debatida, embora seja geralmente colocado depois da Batalha do Eurimedonte em 469. A Paz de Cálias deu autonomia para os Estados da Jônia na Ásia Menor e proibiu navios persas no Mar Egeu. Atenas também concordou em não interferir nas posses de Pérsia na Ásia Menor, Chipre, Líbia e do Egito (Atenas tinha perdido recentemente uma frota que apoiava uma revolta egípcia contra a Pérsia).[1]

Referências

  1. Diodorus Siculus 12.4

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • De Ste. Croix, G.E.M.,The Origins of the Peloponnesian War, Londres 1972.
  • Rhodes, P.J. The History of the Classical World 478–323 BC, 2005.
  • Badian, E. “The Peace of Callias.” The Journal of Hellenic Studies 50 (1987): 1–39.
  • Samons, Loren J. “Kimon, Kallias and Peace with Persia.” Historia: Zeitschrift für Alte Geschichte 47 (1998): 129–140.


Ícone de esboço Este artigo sobre a Grécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.