Pedro Barros (Miracatu)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Pedro Barros.
Pedro Barros
  Distrito do Brasil  
Localização
Estado  São Paulo
Município Miracatu
História
Criado em 30 de novembro de 1944 (77 anos)
Características geográficas
Área total 227,359 km²
População total (2010) 2 164 hab.

Pedro Barros é um distrito do município brasileiro de Miracatu, no interior do estado de São Paulo[1][2].

História[editar | editar código-fonte]

Origem[editar | editar código-fonte]

O povoado, originalmente chamado Pedro de Barros, se desenvolveu ao redor da estação ferroviária inaugurada pela Southern São Paulo Railway em 01/07/1916[3].

Formação administrativa[editar | editar código-fonte]

  • Distrito Policial de Pedro de Barros, criado pelo Decreto n° 6.774 de 15/10/1934 no município de Iguape[4].
  • Pelo Decreto-Lei n° 14.334 de 30/11/1944 é criado o distrito de Tupiniquins, com o povoado de Pedro de Barros mais terras dos distritos de Miracatu (sede) e Pedro de Toledo[5].
  • A Lei n° 2.456 de 30/12/1953 altera a denominação do distrito para Pedro Barros[6].
  • Pela Lei n° 3.198 de 23/12/1981 perdeu terras para a formação do distrito de Santa Rita do Ribeira[7].

Geografia[editar | editar código-fonte]

O distrito é formado pela vila de Pedro Barros (sede) e pelo povoado de Musácea.

População[editar | editar código-fonte]

Pelo Censo 2010 (IBGE) a população total do distrito era de 2 164 habitantes, e a população urbana era de 526 habitantes[8].

Área territorial[editar | editar código-fonte]

A área territorial do distrito é de 227,359 km²[9].

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

No setor de telefonia o distrito era atendido pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que inaugurou a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi vendida para a Telefônica, que em 2012 adotou a marca Vivo para suas operações[10].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 
  2. «Municípios e Distritos do Estado de São Paulo» (PDF). IGC - Instituto Geográfico e Cartográfico 
  3. «Pedro de Barros -- Estações Ferroviárias do Estado de São Paulo». www.estacoesferroviarias.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  4. «Divisão judiciária e administrativa do Estado de São Paulo em 1937 - publicação: 1938». bibliotecadigital.seade.gov.br. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  5. «Decreto-Lei n° 14.334, de 30/11/1944». www.al.sp.gov.br. Consultado em 10 de dezembro de 2020 
  6. «Lei n° 2.456, de 30/12/1953». www.al.sp.gov.br. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  7. «Lei n° 3.198, de 23/12/1981». www.al.sp.gov.br. Consultado em 15 de janeiro de 2022 
  8. «IBGE | Censo 2010 | Sinopse por Setores». censo2010.ibge.gov.br. Consultado em 3 de abril de 2021 
  9. «Organização do território | IBGE». www.ibge.gov.br. Consultado em 3 de abril de 2021 
  10. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um distrito ou povoado é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.