Pedro Bigardi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pedro Bigardi
Prefeito de Jundiaí
Período 1 de janeiro de 2013
31 de dezembro de 2016
Antecessor Miguel Haddad
Sucessor Luiz Fernando Machado
Deputado Estadual de São Paulo
Período março de 2009
até dezembro de 2012
Dados pessoais
Nome completo Pedro Antonio Bigardi
Nascimento 28 de dezembro de 1959 (59 anos)
Jundiaí, São Paulo
Nacionalidade brasileiro
Partido
Religião católico[5]
Profissão engenheiro civil
professor universitário

Pedro Antonio Bigardi (Jundiaí, 28 de dezembro de 1959) é um engenheiro civil, professor universitário e político brasileiro atualmente no Partido Democrático Trabalhista.

Pedro foi candidato pelo primeira vez em 1996 quando era filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT), concorrendo por este partido nas eleições de 2000 e 2004. Em 2006 foi para o Partido Comunista do Brasil (PCdoB), partido pelo qual disputou a prefeitura em duas oportunidades (2008 e 2012). Em 2010 elegeu-se Deputado Estadual e mais tarde, em 2012, elegeu-se prefeito da cidade de Jundiaí.[6]

Como Prefeito inaugurou o P.A Central em 70 dias[7], participou do projeto e construção do complexo viário da Ponte São João [8] além da construção dos parques do Engordaouro, Morada das Vinhas e Parque do Jardim do Lago[9]. Como marco de sua gestão houve a entrega gratuita de materiais e uniformes escolares[10], além da criação do Bilhete Único.[11]

Já em Janeiro de 2016, após nove anos filiado ao PCdoB, Pedro Bigardi anunciou o seu desligamento do partido. Ainda em 2016 disputou novamente a eleição como candidato a prefeito de Jundiaí e foi derrotado no segundo turno pelo seu oponente Luiz Fernando Machado (PSDB)

Referências