Pedro Guimarães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pedro Duarte Guimarães
Pedro Duarte Guimarães
Presidente da Caixa Econômica Federal
Período 7 de janeiro de 2019 - atualidade
Presidente Jair Bolsonaro
Antecessor Nelson de Souza
Dados pessoais
Nacionalidade Brasileiro
Alma mater Universidade de Rochester
Ocupação Economista

Pedro Guimarães é um economista brasileiro, ex-sócio do banco de investimentos Brasil Plural e atual presidente da Caixa Econômica Federal. Foi indicado pelo ministro da economia, Paulo Guedes.[1]

O economista, que se especializou em privatizações nos Estados Unidos destaca que o objetivo da nova gestão da Caixa é economizar R$ 3,5 bilhões em dois anos e, para alcançar esse número, vai rever contratos. Ele pretende também rever a política de patrocínios[2].

O problema é que o banco Brasil Plural é o principal credor no processo de recuperação judicial da empresa Ecovix, na qual Caixa e Banco do Brasil também são credores, motivo pelo qual a Associação Nacional dos Auditores Internos da Caixa Econômica Federal se posicionou duramente contra sua indicação.[3]

Referências

  1. «Pedro Guimarães». 22 de novembro de 2018 
  2. [1]

3. https://www.oantagonista.com/brasil/auditores-da-caixa-apontam-conflito-de-interesses-em-indicacao-de-pedro-guimaraes/

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) economista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.