Pedro Laginha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Outubro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pedro Laginha
Nascimento 17 de março de 1971 (46 anos)
Lisboa,  Portugal
Nacionalidade Português
Ocupação Ator e cantor
IMDb: (inglês)

Pedro Laginha (Lisboa, 17 de Março de 1971) é um ator e cantor português.

Inicia-se com a companhia de teatro Os Satyros onde, sob a direcção de Rodolfo Garcia Vasquez integrou o elenco de espectáculos como Rusty Brown em Lisboa, de Miguel Barbosa; De Profundis, a partir de Oscar Wilde; Woyzek, de Georg Büchner; A Filosofia de Alcova, de Marquês de Sade. Trabalhou com Xosé Blanco Gil no Teatro Ibérico, onde participou em Sopinhas de Mel, de Teresa Rita Lopes e em O Leão Enganado, de Jean de La Fontaine.

Trabalhou ainda no Teatro Aberto com José Wallenstein (Pêssegos, de Nick Grosso) e João Lourenço (Às Vezes Neva em Abril, de João Santos Lopes); no ACARTE com Paulo Filipe Monteiro (Área de Risco). Foi dirigido por António Feio no Teatro Villaret em Deixa-me Rir, de Alistair Beaton.

Em 1993, com a peça A Filosofia de Alcova esteve presente no Festival de Teatro de Avignon (França), no The Kirin Arts Festival (Cambridge – Inglaterra), no The Edimburgh Fringe Festival (Edimburgo – Escócia) e no Festival de Teatro da Juventude de Kiev (Kiev – Ucrânia).

Participou como actor em vários telefilmes - desde Alta Fidelidade, de Tiago Guedes e Frederico Serra; Cavaleiros de Água Doce e O Meu Sósia e Eu, de Tiago Guedes; Jogo de Glória, de Fernando Vendrell; Só por Acaso, de Rita Nunes; entre outras produções estrangeiras. Tem aparecido regularmente em séries televisivas.

Participou no recital Bhagavad-Guitá=Poema do Senhor (1996), transcriação de António Barahona, lendo poesia juntamente com os actores João Grosso e João D’Ávila, na Fundação Oriente.

Em 2001, forma com Miguel Pedro a banda Mundo Cão. Já com Vasco Vaz, Budda e Canoche a integrar a banda, em 2007, gravam o primeiro álbum, com letras de Adolfo Luxúria Canibal.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Nota(s) Ref
1998-99 Médico de Família Joca
1999 A Vida como Ela é Renato
A Hora da Liberdade Fernando Humberto
Jornalistas Jornalista
2000 Uma Aventura Samuel
Alta Fidelidade Nuno
2001 Cão de Morte
O Espírito da Lei Music Man Episódio "A Dúvida"
2002 O Bairro da Fonte Chino Episódio "Se um Elefante Incomoda Muita Gente"
2002-03 Amanhecer Miguel Pedroso
2003 Olá Pai! Simão
2004 Morangos com Açúcar Humberto Sérgio 1ª série
2004-05 Inspector Max Sequestrador / Nuno 2 episódios
2005 Tudo Sobre Vários personagens
Pedro e Inês D. Pedro
2005-06 Os Serranos Joaquim Dias
2006 Fala-Me de Amor Vasco Raposo
2007 Vingança Rui Borges
2007-08 Resistirei Tiago Reis
2008 Podia Acabar o Mundo Dr. Daniel Serrão
2009 Liberdade 21 Gaspar
Cuidado com a Língua Padre 1 episódio
2010 Ele É Ela Henrique
Sentimentos Tiago
Cidade Despida João Vargas
Pai à Força Lucas
2011-12 Anjo Meu Gabriel Quintanela
2012-13 Dancin' Days Jorge Beltrão
2013-15 Os Nossos Dias Rodrigo Gouveia
2014-15 Mulheres Alberto Flores
2015 Santa Bárbara Eduardo Reis
2016 A Única Mulher Carlos Oliveira

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Papel Ref
2000 Amo-te Teresa Celso
2001 Cavaleiros de Água Doce Guga
Ficção (curta-metragem) Pedro
2002 Desvio 45 (curta-metragem)
Jogo da Glória Nuno
2003 Só Por Acaso
O Meu Sósia e Eu Tonixo
2010 A Bela e o Paparazzo Hugo
2011 O Carimbo (curta-metragem)
As Rosas do Paraíso
2012 Incógnito Frederico
2013 Fronteira (curta-metragem)