Pedro Luiz Paoliello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pedro Luiz
Pedro Luiz presenteando o governador Laudo Natel com um retrato de Pelé, 1973.
Arquivo Público do Estado de São Paulo
Nome completo Pedro Luiz Paoliello
Nascimento 14 de junho de 1919
São Tomás de Aquino, (MG), Brasil.
Morte 13 de julho de 1998 (79 anos)
São Paulo, Brasil.
Nacionalidade Brasil brasileiro - Itália italiano
Ocupação radialista - locutor - comentarista esportivo

Pedro Luiz Paoliello (São Tomás de Aquino, 14 de junho de 1919São Paulo, 13 de julho de 1998), mais conhecido como Pedro Luiz, foi um locutor e comentarista esportivo brasileiro, considerado um dos maiores narradores da crônica esportiva do Brasil. Participou da cobertura de onze Copas do Mundo e dois Jogos Olímpicos.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mineiro de São Tomás de Aquino, descendente de italianos, filho de Flodoarde Paoliello e Maria Paoliello, Pedro Luiz Paoliello, mais conhecido como Pedro Luiz, iniciou a sua carreira em 1938, na Rádio Hertz, da cidade de Franca, no Estado de São Paulo.[2]

Teve passagens pelas rádios Atlântica de Santos e Gazeta de São Paulo, antes de se transferir para a Rádio Panamericana em 1950. Mudou-se para a equipe de esportes da Rádio Bandeirantes em 1958, que é considerada uma das melhores já formadas na história do rádio brasileiro. Na capital paulista, também teve passagens marcantes nas rádios Tupi, Difusora e Nacional, quando deixou de narrar e passou a comentar as partidas.[3]

Considerado sóbrios, seus comentários ganharam destaque na Rede Globo, da qual chegou a assumir a Direção de Esportes e ser um dos coordenadores da cobertura da emissora na Copa do Mundo FIFA de 1978, realizada na Argentina.[4] Como comentarista, também atuou nas rádios Record e nas TVs Bandeirantes e Record. Seus últimos momentos profissionais foram vividos na Rádio Gazeta e TV Gazeta.[5][2] Seu filho Pedro Luis Paoliello Júnior (morto após tentativa de assalto em 2004) também seguiu a profissão e trabalhou junto com o pai na Rádio Gazeta.[6]

Pedro Luiz foi homenageado pelo Museu do Futebol (São Paulo), com seu nome batizando uma das passarelas do complexo esportivo.[7]

Referências

  1. EPTV (28 de julho de 2018). «Conheça a história de Pedro Luiz Paoliello, um dos maiores narradores de futebol». G1. Consultado em 14 de abril de 2020 
  2. a b Registro (14 de julho de 1998). «Morreu». Jornal do Brasil, ano CVIII, edição 97, página 17/ republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. Consultado em 14 de abril de 2020 
  3. Lancepédia. «Pedro Luiz Paoliello». Lance!. Consultado em 20 de abril de 2014. Arquivado do original em 21 de abril de 2014 
  4. Memória Globo. «COPA DO MUNDO DA ARGENTINA - 1978 - EQUIPE». Memória Globo. Consultado em 5 de agosto de 2018 
  5. Milton Neves. «Pedro Luiz Paoliello». Terceiro Tempo. Consultado em 20 de abril de 2014 
  6. Diário OnLine Com Agências (3 de outubro de 2004). «Radialista é assassinado em Campinas». Diário do Grande ABC. Consultado em 14 de abril de 2020 
  7. «Passarela Radialista Pedro Luiz». Museu do Futebol. 2016. Consultado em 14 de abril de 2020