Pedro Taques de Almeida Pais Leme

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pedro Taques de Almeida Pais Leme
Nascimento junho de 1714
São Paulo
Morte 3 de março de 1777 (62 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação intelectual, historiador, oficial

Pedro Taques de Almeida Pais Leme (São Paulo, junho de 17143 de março de 1777) foi um militar, genealogista, intelectual e historiador brasileiro.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era filho de Bartolomeu Pais e Leonor de Siqueira, sobrinho-neto de Fernão Dias Paes Leme e tetraneto de Brás Cubas. Sargento-mor, foi transferido para as minas de Goiás, onde foi encarregado de criar e organizar a cobrança de impostos, como a capitação, os quintos do ouro e a derrama. De volta a São Paulo, foi nomeado guarda-mor das minas de ouro.[1] Viveu no contexto do ciclo do ouro do Brasil colonial (1700-1800).[1]

Dentre suas obras, destacam-se a Nobiliarquia Paulistana Histórica e Genealógica (em três volumes) e a História da Capitania de São Vicente, referências obrigatórias em seus respectivos temas.

Escreveu, também, uma notícia histórica a respeito da expulsão dos jesuítas de São Paulo.[2]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Patronos - Pedro Taques de Almeida Paes Leme». Colégio Brasileiro de Genealogia. Consultado em 5 de julho de 2017 
  2. Schneider, Alberto Luiz (2016). «Os paulistas e os outros: Fama e infâmia na representação dos moradores da Capitania de São Paulo nas letras dos séculos XVII e XVIII». Projeto História (57): 84 - 107. ISSN 2176-2767. Consultado em 5 de julho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]