Pedro Taques de Almeida Pais Leme

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pedro Taques de Almeida Pais Leme
Nascimento junho de 1714
São Paulo
Morte 3 de março de 1777 (62 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação intelectual, historiador

Pedro Taques de Almeida Pais Leme (São Paulo, junho de 17143 de março de 1777) foi um militar, genealogista, intelectual e historiador brasileiro.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era filho de Bartolomeu Pais e Leonor de Siqueira, sobrinho-neto de Fernão Dias Paes Leme e tetraneto de Brás Cubas. Sargento-mor, foi transferido para as minas de Goiás, onde foi encarregado de criar e organizar a cobrança de impostos, como a capitação, os quintos do ouro e a derrama. De volta a São Paulo, foi nomeado guarda-mor das minas de ouro.[1] Viveu no contexto do ciclo do ouro do Brasil colonial (1700-1800).[1]

Dentre suas obras, destacam-se a Nobiliarquia Paulistana Histórica e Genealógica (em três volumes) e a História da Capitania de São Vicente, referências obrigatórias em seus respectivos temas.

Escreveu, também, uma notícia histórica a respeito da expulsão dos jesuítas de São Paulo.[2]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Patronos - Pedro Taques de Almeida Paes Leme». Colégio Brasileiro de Genealogia. Consultado em 5 de julho de 2017. 
  2. Schneider, Alberto Luiz (2016). «Os paulistas e os outros: Fama e infâmia na representação dos moradores da Capitania de São Paulo nas letras dos séculos XVII e XVIII». Projeto História (57): 84 - 107. ISSN 2176-2767. Consultado em 5 de julho de 2017. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]