Pedro V do Congo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pedro V
Manicongo
Reinado 1763 - 1764
Antecessor(a) Sebastião II
Sucessor(a) Álvaro XI
Dinastia Quimpanzo
Nome completo Invitila a Incanga do Ampetelo
Morte 1779

Pedro V (Falecido em 1779) foi o manicongo (rei) do Reino do Congo entre 1763 e 1764. Foi o último rei da monarquia eletiva no Congo, sendo deposto em 1764. [1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Pertencente a Casa de Quimpanzo, ele foi eleito após a morte de Sebastião II. Após subir ao trono sua administração foi muito impopular entre o conselho real, que em menos de um ano apontou Álvaro de Quinzala como novo rei. Coisa esta que Pedro V se negou a reconhecer rotundamente. Devido a isso, os nobres passaram a conspirar contra ele e o rei teve de fugir para Ambamba Lovata acompanhado de seguidores, onde seguiu se proclamando como único e legítimo rei. Enquanto isso na capital, São Salvador o príncipe Álvaro de Quinzala é nomeado o novo rei como Álvaro XI.

Após a entronização de Álvaro XI e a ascensão do ramo da Casa de Quinzala, conhecidos como Quinzalas do Sul o exilado rei continuou a resistência na região de Ambamba Lovata onde continuou a reivindicar o título de manicongo até sua morte em 1779.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Appiah, Anthony; Gates, Henry Louis (2005). Africana: The Encyclopedia of the African and African American Experience (em inglês). [S.l.]: Oxford University Press