Peggy Guggenheim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Peggy Guggenheim
Peggy Guggenheim
Nascimento 26 de agosto de 1898
Nova Iorque Estados Unidos
Morte 23 de dezembro de 1979 (81 anos)
Camposampiero Itália
Nacionalidade norte-americana
Ocupação colecionadora de arte

Peggy Guggenheim (26 de agosto de 1898 - 23 de dezembro de 1979) cujo nome verdadeiro era Marguerite, foi uma das colecionadoras e mecenas mais destacadas do século XX[1]. Seu estilo de vida excêntrico atraiu também a atenção pública. Filha de uma família de milionários norte-americanos, seu pai era o empresário Benjamin Guggenheim, que morreu no naufrágio do RMS Titanic em abril de 1912. Peggy no entanto seguiu a tradição do tio, Salomon R. Guggenheim, fundador de um museu em Nova York com o seu nome. Peggy adquiriu, entre 1938 e 1979, obras dos artistas contemporâneos mais importantes, como Pablo Picasso, Georges Braque, Fernand Léger, Vasili Kandinsky, Paul Klee, Marc Chagall e Kurt Schwitters. Os artistas mais representados em sua coleção são Max Ernst, com quem casara nos anos 40, e Jackson Pollock, a quem ajudou na primeira exposição. Sua coleção, que após a sua morte passou para a fundação Salomon R. Guggenheim, pode ser visitada desde 1949 no Palácio dos Leões, em Veneza.

Referências

  1. «Peggy Guggenheim». Consultado em 11 de outubro de 2012. 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.