Peixe frito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Peixe frito é uma comida que consiste na fritura de qualquer tipo de peixe, normalmente com óleo ou azeite extra virgem,[1] costuma vir acompanhada de fritas e, diversas opções de molho e limão.

Prato tradicional inglês, o fish and chips (peixe e fritas) acompanhado de molhos.
Prato tradicional inglês, o fish and chips (peixe e fritas) acompanhado de molhos e limão.

O prato está presente em cozinhas ao redor do globo, contando com as variações das culturas regionais. Para muitos lugares, o peixe frito consiste em um alimento histórico como parte importante do patrimônio cultural imaterial. As receitas mais tradicionais, que foram além de suas cozinhas de origem para conquistarem restaurantes pelo mundo, foram o pescado frito, o tempura e o inglês fish and chips (peixe e fritas), amplamente levado para as colônias inglesas durante o período de imperialismo britânico.

Os restaurantes fast food também vieram a adotar o peixe frito como opção no cardápio, como o McFish do McDonald's. Para além de apenas itens do menu, muitos restaurantes a la carte litorâneos oferecem diversas variações da comida.

Na região norte do Brasil este prato acompanhado por açai, foi escolhido como representante da culinária.

Pratos comuns[editar | editar código-fonte]

Fish and chips[editar | editar código-fonte]

O fish and chips (em português: peixe com fritas) prato típico da culinária britânica consiste em um peixe frito, normalmente tilápia ou pescada, acompanhado de batatas fritas e algum molho, que varia dependendo da região onde é servido. Antigamente, a comida era vendida ao cliente embrulhada em folhas de jornal, mas apesar dos riscos sanitários e à saúde, muitas regiões do Reino Unido se mantém a essa tradição. A combinação se tornou a favorita em países colonizados pelos ingleses, como Canada, Nova Zelândia e Austrália.

Popularmente conhecido como parte da cozinha japonesa, o tempura foi criado pelos jesuítas portugueses para fugir das restrições alimentícias impostas pela igreja no período da quaresma.
Popularmente conhecido como parte da cozinha japonesa, o tempura foi originalmente criado pelos jesuítas portugueses para fugir das restrições alimentícias impostas pela igreja no período da quaresma.

Tempura[editar | editar código-fonte]

O tempura apesar de ser popular no Japão, foi criado em Portugal e levado ao oriente por jesuítas portugueses em meados do século XVI,[2] quando começou a se popularizar na ilha asiática. De acordo com costumes católicos, é proibido o consumo de carne vermelha durante a quaresma e o prato passou a se tornar uma alternativa na dieta dos missionários.[2] Contudo, apesar de ter sua origem na península ibérica, o alimento foi incorporado com o passar dos anos pela culinária japonesa ao serem gradativamente modificados de sua receita original, tornando-se de fato um prato oriental, composto de frutos do mar (peixe ou camarão) ou uma variedade de legumes fritos acompanhado de molho agridoce.[2]

Fish fry[editar | editar código-fonte]

A fish fry (em português: fritada de peixe) opção comum na região sul dos Estados Unidos, é servido para grupos de pessoas, como reuniões de família. A refeição é preparada com pedaços de peixe, que variam dependendo da região, em uma mistura de amido com ovos e temperos, fritos em grandes panelas.[3] Após deixar escorrer o óleo, a carne é acompanhada de massas, ou com feijão guisado, salada de repolho, ou de batata.[4]

Hot roll[editar | editar código-fonte]

O hot roll é um alimento tadicional da culinária japonesa, do tipo maki ("sushi enrolado"), feito com peixe, normalmente salmão ou atum, enrolados em uma alga marinha desidratada com arroz.[5] Após fatiados em pedaços circulares, são cobertos por uma massa de farinha de trigo e fritos, sendo servidos empanados com um acompanhamento de molho (tarê ou shoyu).[5]

Peixe frito com açaí[editar | editar código-fonte]

O Peixe frito com açaí é um alimento tadicional da culinária da região norte do Brasil, foi eleito via votação popular como a receita que representa os 400 anos do município de Belém (capital do estado do Pará), em enquente do site jornalístico G1 do Grupo Globo junto com a emissora brasileira de televisão Rede Liberal, da qual também disputaram como concorrente as seguintes receitas: o filhote com jambú; a maniçoba; o tacacá, e; o pato no tucupi.[6]

Referências

  1. «Azeite é o melhor óleo para fritar peixe». Voglio. 23 de novembro de 2016. Consultado em 17 de dezembro de 2018 
  2. a b c «História e receita tempurá». Japão em Foco. Curiosidades do Japão. 6 de fevereiro de 2014. Consultado em 17 de dezembro de 2018 
  3. «Fritada de peixe no forno». Tudo Gostoso. Consultado em 17 de dezembro de 2018 
  4. «How to Cook for a Southern Fish Fry». wikiHow (em inglês). Consultado em 17 de dezembro de 2018 
  5. a b Ozono, Hiro (24 de abril de 2012). «Como fazer Hot roll (sushi empanado)». Curso Sushibilidade. Consultado em 17 de dezembro de 2018 
  6. «Peixe frito com açaí é eleito prato símbolo de Belém em votação no G1». Globo Comunicação. Belém 400 anos. G1 Pará. 9 de dezembro de 2015. Consultado em 17 de dezembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]