Pelados em Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Pelados em Santos"
Single de Mamonas Assassinas
do álbum Mamonas Assassinas
Lançamento Julho de 1995
Formato(s) CD single
Gênero(s) Rock cômico, brega, heavy metal
Duração 3:21
Gravadora(s) EMI
Composição Dinho
Produção Rick Bonadio
Cronologia de singles de Mamonas Assassinas
"Vira-Vira"
(1995)

Pelados em Santos foi a canção de maior de sucesso da banda guarulhense Mamonas Assassinas, lançada em 1995[1]. Foi a 3ª música mais tocada no país no ano de 1995[2]. A canção se tornou uma espécie de hino da banda, assim como "Vira-Vira".

Sua letra romântica é um convite para um programa amoroso na cidade de Santos, São Paulo, numa Volkswagen Brasília, de cor amarela[3], equipada com rodas da marca Gaúcha, que foram sucesso de vendas no fim dos anos 80. Porém, não é a história contada na música que a tornou (e também a banda) um grande sucesso, mas a forma como ela é contada. Os integrantes do Mamonas Assassinas não tinham vergonha de usarem marcas populares na época (tais como a fabricante de materiais esportivos britânica Reebok e a grife italiana Fiorucci), palavrões e gírias nas canções, o que dava um humor diferente de tudo o que já se tinha visto na música.[4]

Com relação à parte instrumental, assim como todas as músicas do Mamonas, é possível perceber influências e citações de outras canções que influenciaram a sonoridade do grupo. Nesta música, há uma clara "paródia" à canção Crocodile Rock, de Elton John.[5]

Formatos e faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Pelados em Santos" - 3:21

Créditos[editar | editar código-fonte]

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

Uma imagem do clipe da música.

A música ganhou um video-clipe[7][8], que acabou sendo o único gravado pela banda.

O clipe nada mais é do que um retrato dos Mamonas Assassinas. Assim como as roupas com que habitualmente se apresentavam nos shows e na TV, o cenário e o figurino (em partes do clipe, Júlio aparece caracterizado como um mariachi) representam a alegria e a intenção de humor dos integrantes. Além disso, o videoclipe também mescla elementos reais com elementos de animação (a aparência de desenho animado ajuda na hora de fazer paródias), conferindo ao clipe todo o clima de descontração tão característico da banda.

“Referências” ou “citações” são feitas ao longo de toda o vídeo, inclusive uma alusão à rede Globo logo no inicio do clipe (quando fazem uma contagem regressiva excessivamente rápida para o inicio do clipe).

A mulher loira com vestido vermelho que arrancava suspiros dos Mamonas Assassinas no clipe é a modelo e apresentadora Nereide Nogueira.[9][10]

Outras versões e covers[editar | editar código-fonte]

Ainda como Banda Utopia, eles já haviam gravado uma versão um pouco diferente (estilo Reginaldo Rossi), que mais tarde estaria na versão relançada do álbum A Fórmula do Fenômeno, intitulada "Mina (Minha Pitchulinha)".[11] A canção também ganhou uma versão em espanhol, intitulada "Desnudos en Cancún", que foi lançada na coletânea Atenção, Creuzebek: A Baixaria Continua!, em 1998.[12]

Versão dos Titãs[editar | editar código-fonte]

"Pelados em Santos"
Single de Titãs
do álbum As Dez Mais
Lançamento 2000
Gravação 2000
Gênero(s) Pop rock
Duração 3:23
Gravadora(s) WEA
Composição Alecsander Alves
Produção Jack Endino
Cronologia de singles de Titãs
"Sua Impossível Chance"
(1998)
"Aluga-se"
(2000)

"Pelados em Santos" foi regravada pelos também paulistas Titãs, em seu álbum de covers As Dez Mais, lançado em 1999. Eles também lançaram um videoclipe para a canção,[13] que conta com as participações especiais de Carlos Moreno e das atrizes Bárbara Paz (ainda antes de ser famosa) e Cheila Ferlin, que aparecem de topless.[14] O vídeo foi dirigido por Washington Olivetto e Andres Bukowski e faz uma sátira à famosa propaganda da esponja de aço Bombril, com os membros vendendo diversos produtos. Segundo os integrantes, a ideia de convidar Washington era "brincar com a fama de sermos uma banda comercial. Pensamos em cantar como se fizéssemos um comercial da música, que é a razão de um clipe existir".[15]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Versão Categoria Resultado Ref.
1996 Troféu Imprensa Mamonas Assassinas Melhor Música Venceu [16]
2000 MTV Video Music Brasil Titãs Escolha da Audiência Indicado

Referências

  1. folha.uol.com.br/ Criança canta 'suruba' dos Mamonas Assassinas
  2. mofolandia.com.br/ Músicas mais tocadas de 1995
  3. revistaautoesporte.globo.com/ MÚSICA DO DIA: "PELADOS EM SANTOS", MAMONAS ASSASSINAS
  4. musicasbrasileiras.wordpress.com/ Pelados em Santos – Mamonas Assassinas
  5. sidneyrezende.com/ Mamonas Assassinas e suas divertidas influências
  6. «Mamonas Assassinas ‎– Pelados Em Santos (CD)». Discogs. Consultado em 23 de fevereiro de 2015 
  7. globoplay.globo.com/ Reveja bastidores da gravação de clipe dos Mamonas Assassinas
  8. rollingstone.uol.com.br/ Clipe da música "Pelados em Santos"
  9. g1.globo.com/ "Muito divertido", diz musa de clipe dos Mamonas Assassinas sobre gravação
  10. caras.uol.com.br/ Lembra dela? Veja como está a musa do clipe "Pelados em Santos", dos Mamonas Assassinas
  11. ligadoamusica.com.br/ Produtor relembra gravação da demo dos Mamonas Assassinas
  12. ego.globo.com/ "Mamonas Assassinas": 20 anos após acidente fatal, relembre curiosidades
  13. Beldades da música: Mulheres que já participaram de clipes musicais noticias.bol.uol.com.br
  14. Relembre clipes inusitados que já contaram com a participação de famosos clickgratis.com.br
  15. Rubens Paiva, Marcelo (29 de outubro de 1999). «"Somos uma estatal gigante", diz Nando Reis». Folha de S.Paulo (25776): Ilustrada 18. Consultado em 11 de julho de 2017 
  16. chancedegol.uol.com.br/ Troféu Imprensa 1995
Ícone de esboço Este artigo sobre um single é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.