Penarol Atlético Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Penarol
Penarol AC - AM.png
Nome Penarol Atlético Clube
Alcunhas Leão da Velha Serpa
Leão Azul
Torcedor/Adepto Penarolense
Mascote Leão
Principal rival Nacional-AM
Fundação 8 de agosto de 1947 (73 anos)
Estádio Floro de Mendonça
Capacidade 5.000 Pessoas
Localização Itacoatiara, AM
Presidente Ila Rabelo
Treinador Aderbal Lana
Patrocinador Hermasa
Moto Tintas Ila
Panificadora Avenida Parque
Supermercado Novinha
Distribuidora Ponto do Ica
Material (d)esportivo Patada do Leão (Marca própria)
Competição Amazonense - Série A
Série D
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Penarol Atlético Clube é uma agremiação esportiva de Itacoatiara, no estado do Amazonas, fundada a 8 de agosto de 1947. Suas cores são o azul e o branco. É bicampeão Amazonense (2010-11).

História[editar | editar código-fonte]

Fundação[editar | editar código-fonte]

O Penarol foi fundado por Luiz Calheiros Gama, Marcos Esteves, Sebastião Mestrinho, Simões Sales de Souza, Laureano Seixas e Antônio Gesta Filho no dia 8 de agosto de 1947[1].

Nomes e Cores[editar | editar código-fonte]

Em 1947 o Peñarol do Uruguai fazia uma excursão pela Região Norte do Brasil, onde o time de Montevideo fez uma viagem de barco de Belém do Pará a Manaus no Amazonas e parou em Itacoatiara para realizar um treino. Assim o clube serviu de inspiração para o nome do então novo clube do interior amazonense, as suas cores foram inspiradas no Nacional de Manaus que era o clube mais popular no estado.

Para o nome foram feitas as seguintes sugestões:

  • Penarol - em homenagem ao clube uruguaio.
  • Nacional - em homenagem ao clube de Manaus
  • Rio Negro - outro clube manauara
  • Amazonas - em homenagem ao estado
  • Portuguêsa

Ao final, foi feita uma votação que ficou empatada entre Peñarol e Nacional, logo foi escolhido o nome em homenagem ao clube estrangeiro, e as cores em homenagem ao clube de Manaus.

Primeiros campeonatos[editar | editar código-fonte]

O Penarol foi o primeiro clube do interior a participar do Campeonato Amazonense, apesar de fundado em 1947, o primeiro Campeonato Amazonense de Futebol que disputou foi em 1980 e jogou seguidamente até 1989 e os anos de 1991 e 1993[2].

Retorno ao profissionalismo[editar | editar código-fonte]

Em 2006, o Fast Clube, time tradicional de Manaus, resolve mandar seus jogos no município de Itacoatiara e, ao chegar ao vice-campeonato amazonense, muitos dos torcedores pedem a volta do clube original e tradicional de Itacoatiara, pois o fato do Fast ser original de Manaus desagradava a população, que queria ver um time de sua terra jogar.

Série B do Amazonense 2007[editar | editar código-fonte]

Com o sucesso do Fast e com a volta da Série B do Amazonense, o clube volta ao profissionalismo em 2007, estreando, em Itacoatiara, contra o Holanda, perdendo por 1x0.

No primeiro Turno ficou em segundo lugar, atrás somente do Holanda. No segundo turno a equipe caiu de produção, ficando em penultimo lugar.

No geral a equipe foi o 5º colocado na Série B do Amazonense em 2007, que marcava a volta da equipe aos campos profissionais.

Serie B de 2008 e o acesso[editar | editar código-fonte]

No ano de 2008 a equipe consegue o vice-campeonato da Série B e, consequentemente, o acesso para a 1ª divisão do Amazonense, ao lado de Rio Negro e CDC Manicoré.

A volta à elite do futebol Amazonense[editar | editar código-fonte]

Em 2009, na sua volta à primeira divisão amazonense, faz uma boa campanha no primeiro turno. Prejudicado com a fórmula de disputa do segundo turno, o clube caiu de rendimento e no geral ficou na 5º colocação entre dez times, com 21 pontos ganhos.

2010, Campeão Amazonense[editar | editar código-fonte]

Em 2010, três anos após seu retorno ao profissonalismo, o Leão da Velha Serpa faz, indiscutivelmente, a melhor campanha dentre todos os 10 clubes participantes, culminando com o título amazonense, conquistado em cima do Fast Clube ganhando os dois jogos da decisão por 1 a 0 e aumentando ainda mais o jejum do Tricolor de Aço, que amarga 40 anos sem título. Esse foi o primeiro título amazonense do clube de Itacoatiara em 63 anos de história. A conquista deu direito ao Penarol de disputar a Copa do Brasil de 2011 e a Série D de 2011.

2011, o Bicampeonato[editar | editar código-fonte]

Em 2011, o Penarol surpreendeu mais uma vez. Após uma campanha regular nos respectivos turnos, o time itacoatiarense jogou quatro vezes contra o Nacional de Manaus, (duas vezes nas finais dos dois turnos e duas vezes na Taça que valeria o Campeonato Estadual.) no qual obteve uma vitória e três empates, sendo que, em jogos que houve dois empates, o Leão da Velha Serpa decidiu nos pênaltis e teve uma derrota e uma vitória, sendo a última culminante no bicampeonato estadual. Sendo assim, o time, então dirigido por Uidemar Oliveira, é o único do interior do estado a obter dois títulos seguidos, desbancando até mesmo os principais times da capital amazonense.

Anos seguintes[editar | editar código-fonte]

O clube passou por uma fase, entre 2012 e 2015, em que figurou sempre entre os quatro primeiros da tabela do Campeonato.

Em 2016, quando a Federação Amazonense de Futebol mudou o Barezão para o segundo semestre do ano, o clube se mostrou contrário à decisão e se recusou a participar, portanto ficou sem competições profissionais naquele ano [3].

Retorno à Série B em 2017[editar | editar código-fonte]

No final de 2016 o clube anunciou que participaria da Segunda Divisão do Amazonense em 2017 e, junto a outras três equipes, buscaria o acesso à Primeira Divisão do mesmo ano [4][5]. No final do mês de Dezembro anunciou o técnico Fábio Luiz, que trabalhou no clube no bicampeonato de 2011, como comandante da equipe para a disputa do acesso.

No início do ano, durante a apresentação do elenco e da comissão técnica, o presidente Ila Rabelo anunciou que o clube iria ter uma fornecedora de material esportivo própria, a Patada do Leão, nos moldes do que o Paysandu fez em Belém com a marca Lobo, sendo o primeiro clube amazonense a realizar tal feito, como forma de buscar renda a longo prazo. [6]

A campanha do time na Segunda Divisão foi sem surpresas. Após um retrospecto satisfatório, garantiu o retorno à Elite já ao final da Primeira Fase. Como consequência, dispensou o técnico Fábio Luiz e mais seis atletas [7] e anunciou Humberto Santos, que vinha de uma carreira vitoriosa no Nordeste [8], além de outros três jogadores. Ao fim da fase classificatória, enfrentaria o Holanda na grande final, porém uma tragédia atingiu o time rio-pretense: o presidente do clube, Leão Braúna, foi encontrado morto apenas três dias antes da partida [9]. O Leão da Velha Serpa então abdica ao título da Segundona e fica com o segundo lugar.[10]

Antes do Barezão, disputou a volta do Torneio Início e foi eliminado pelo Fast ainda na primeira rodada, ao ser derrotado por 1x0 pelo time tricolor.

Titulos[editar | editar código-fonte]

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
AMtrophy.png Campeonato Amazonense 2 2010 e 2011
AMtrophy.png Taça Cidade de Manaus 1 2010
AMtrophy.png Taça Estado do Amazonas 1 2011
AMtrophy.png Torneio Início 1 1988
Municipais
  • Bandeira de Itacoatiara am.jpg Copa Itacoatiara de Futebol: 1
(2010)
Campanhas de Destaque Nacionais
(2011)
(2012)
Campanhas de Destaque Estaduais
1983, 1985, 1986, 1987
(1980, 1981, 1984, 1991, 1993)
2008 e 2017

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2020
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P Aumento R Baixa
Amazonas Campeonato Amazonense 23 Campeão (2010 e 2011) 1980 2020 1
2ª Divisão 3 Vice-campeão (2008 e 2017) 2007 2017 2
Brasil Série D 2 13º colocado (2011) 2011 2012
Copa do Brasil 2 2ª fase (2012) 2011 2012

Retrospecto[editar | editar código-fonte]

43º em 2011 - 32º em 2012

13º em 2011 - 24º em 2012

Amazonas Campeonato Amazonense
Ano 1980 1981 1982 1983 1984 1985 1986 1987 1988 1989
Pos.
Ano 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999
Pos. - - - - - - - -
Ano 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009
Pos. - - - - - - - - -
Ano 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019
Pos. -
Amazonas Campeonato Amazonense - Série B
Ano 2007 2008 2017
Pos.

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Goleiros
N.º Jogador
' Brasil Charles
' Brasil Ray
' Brasil Matheus
' Brasil Paulo Roberto
Defensores
N.º Jogador Pos.
' Brasil Samir Z
' Brasil Marco Antônio (Boiadeiro) Z
' Brasil Júnior Z
' Brasil Gustavo Z
' Brasil Vitor Hugo Z
' Brasil Preto Marabá Z
' Brasil Odefran LD
' Brasil Jamesson LD
' Brasil Roniel LE
' Brasil Rafael Vieira LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
' Brasil Anderson V
' Brasil Marlon V
' Brasil Roni V
' Brasil Alex Piauí V
' Brasil Jorginho M
' Brasil Walace M
' Brasil Eduardo Magrão M
' Brasil Juninho M
' Brasil Roney M
' Brasil Greco M
' Brasil Cleiton M
' Brasil Edicleber M
Atacantes
N.º Jogador
' Brasil William
' Brasil Piloto
' Brasil Léo Silva
' Brasil Kitó
' Brasil Rodrigo Marajó
' Brasil Roni
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Humberto Santos T
Brasil Rui Aparício AS

[11]

Torcidas[editar | editar código-fonte]

  • Torcida Leões da Velha Serpa (ativa)
  • Torcida Organizada Loucos do Penarol (ativa)
  • Torcida Fuzaca do Leão (ativa)

Rankings[editar | editar código-fonte]

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

  • Posição: 186º
  • Pontuação: 151 pontos

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol que pontua todos os times do Brasil.

Referências

  1. http://www.penarol.com.br/historia.html[ligação inativa]
  2. ZAMITH, Carlos. Baú Velho, 2ª ed., Manaus: Valer
  3. Dantas, Marcos (25 de novembro de 2015). «Campeonato Amazonense 2016 será no 2º semestre e Copa AM é extinta». Globo Esporte AM. Consultado em 11 de janeiro de 2016 
  4. Dantas, Marcos (25 de novembro de 2016). «Série B do Amazonense começará no dia 29 de janeiro e terá seis clubes». Globo Esporte AM. Consultado em 11 de janeiro de 2017 
  5. «FAF divulga tabela de jogos e regulamento da Série B de 2017». Globo Esporte AM. 15 de dezembro de 2016. Consultado em 11 de janeiro de 2017 
  6. «Penarol-AM apresenta elenco com 17 jogadores e marca esportiva própria». Globo Esporte AM. 4 de janeiro de 2017. Consultado em 11 de janeiro de 2017 
  7. «Após derrota em casa, Penarol-AM dispensa técnico Fábio Luiz e 6 atletas». Globo Esporte AM. 10 de fevereiro de 2017. Consultado em 20 de fevereiro de 2017  line feed character character in |titulo= at position 33 (ajuda)
  8. «Penarol-AM acerta com ex-Picos Humberto Santos para treinador». Globo Esporte AM. 20 de fevereiro de 2017. Consultado em 20 de fevereiro de 2017 
  9. Cardoso, Valter (27 de fevereiro de 2017). «Presidente do Holanda, Leão Brauna é encontrado morto em casa». Portal A Crítica. Consultado em 10 de março de 2017 
  10. Dantas, Marcos (2 de março de 2017). «FAF oficializa título e Holanda-AM é declarado campeão da Série B». Globo Esporte AM. Consultado em 10 de março de 2017 
  11. Penarol-AM apresenta elenco com 17 jogadores e marca esportiva própria

Ligações externas[editar | editar código-fonte]