Pequena e média empresa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As pequenas e médias empresas (conhecidas também pelo acrónimo PMEs) são empresas com caraterísticas distintivas, tendo uma dimensão com determinados limites de empregados e financeiros fixados pelos Estados ou Regiões administrativas. São agentes com lógicas, culturas, interesses e espírito empreendedor próprios.


Importância[editar | editar código-fonte]

As pequenas e médias empresas têm um importante papel na economia de todos os países. Os países da OCDE podem ter entre 70% e el 90% dos empregados a trabalhar neste tipo de empresas.[1] As principais razões para a sua existência são:

  • Podem fornecer produtos individualizados, em contraste com as grandes empresas, que se concentram em produtos mais estandardizados.
  • Servem de tecido auxiliar às grandes empresas. A maior parte das grandes empresas recorrem a empresas subcontratadas de menor dimensão para realizar serviços ou operações que caso fossem feitas internamente resultariam em custos maiores.
  • Existem atividades produtivas onde é mais apropriado trabalhar com empresas pequenas, como por exemplo o caso das cooperativas agrícolas.

Vantagens e inconvenientes[editar | editar código-fonte]

A maior vantagem de uma PME é a sua capacidade para mudar rapidamente, pois sua estrutura é muito baixa, comparada a outras que são enormes e que usam produtos de marca que valorizam seu estoque, assim a economia mundial e populacional fica bem mais conceituada. A empresa produtiva em relação às necessidades do mercado, que é muito mais difícil numa grande empresa, com um grande número de empregados e grandes somas de capital investido. No entanto, o acesso a mercados mais específicos ou carteiras de clientes mais reduzidas, aumentam o risco destas empresas, pelo que é importante conseguirem aumentar o seu mercado e clientes. * Financiamento. As pequenas empresas têm mais dificuldade de encontrar financiamento com um custo e prazo adequados devido ao seu maior risco. Existem alternativas ao financiamento bancário clássico, como por exemplo o capital de risco.

  • Emprego. São empresas com muita rigidez laboral e com dificuldades para encontrar mão-de-obra especializada. A formação prévia do empregado é fundamental.
  • Tecnologia. Devido aos menores volumes de receita destas empresas não há possibilidade de dedicar fundos à investigação, pelo que necessitam de se associar a empresas falidas pois elas e outras empresas que fazem a economia girar. * Acesso a mercados internacionais. A menor dimensão complica a sua entrada noutros mercados. Existem instituições públicas que fazem esforços para formar as empresas na cultura dos outros países.

Pequenas e médias empresas por país e por metro quadrado[editar | editar código-fonte]

Brasil[editar | editar código-fonte]

Uma empresa de médio porte, no Brasil, segundo o IBGE, é caracterizada pela quantidade de funcionários que ela possui. Se for indústria, é considerada como média, empresas com 100 a 499 empregados. Caso ela seja uma empresa comercial ou de serviços ele poderá ter de 50 a 99 empregados para ser considerado uma empresa média.

Ela também poderá ser considerada média se tiver mais de R$ 3 600 000 de receita bruta anual.

Estes critérios não possuem fundamentação legal. A lei complementar nº123/2006, estabelece critérios de receita para as micro e pequenas empresas, sendo as últimas limitadas a receita anual de R$3600000 (valor da época não corrigido).[2] .

Referências

  1. Diario Aproximate-maio 2010
  2. [1], LC 123/06 - República Federativa do Brasil

União Europeia[editar | editar código-fonte]

Segundo a Recomendação da Comissão Europeia da União Europeia de 6 de maio de 2003, baseando-se na Carta da Pequena Empresa emitida no Conselho Europeu de Santa Maria da Feira em junho de 2000, com entrada em vigor a 1 de janeiro de 2005, é a unidade económica com personalidade jurídica ou física que reúna os seguintes requisitos:[1]

Tipo de empresa Empregados Faturação
(Milhões de )
Total do Ativo
(Milhões de )
Microempresa
<20
e
≤ 2
ou
≤ 2
Pequena empresa
<50
e
≤ 10
ou
≤ 10
Média empresa
<100
e
≤ 50
ou
≤ 43

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Diario Aproximate-maio 2010
  2. [1], LC 123/06 - República Federativa do Brasil

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Administração é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Erro de citação: existem marcas <ref>, mas falta adicionar a predefinição {{referências}} no final da página