Período Dinástico Arcaico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cidades da região da Baixa Mesopotâmia.

Período Dinástico Arcaico é uma cultura arqueológica na Mesopotâmia (atual Iraque) que geralmente é datada de c. 2900–2350 a.C.. e foi precedida pelos períodos de Uruque e Jemdet Nasr. Faz parte da História da Mesopotâmia. Viu o desenvolvimento da escrita e a formação das primeiras cidades e estados. O período em si foi caracterizado pela existência de várias cidades-Estados: pequenos estados com uma estrutura relativamente simples que se desenvolveram e se consolidaram ao longo do tempo. Esse desenvolvimento acabou levando à unificação de grande parte da Mesopotâmia sob o governo de Sargão, o primeiro monarca do Império Acadiano. Apesar desta fragmentação política, as cidades-Estados deste período compartilhavam uma cultura material relativamente homogênea. Cidades sumérias como Uruk, Ur, Lagash, Umma e Nippur, localizadas na Baixa Mesopotâmia, eram muito poderosas e influentes. Os Estados do norte e oeste estendiam-se a partir de cidades como Kish, Mari, Nagar e Ebla.[1]

O estudo da Mesopotâmia Central e Baixa tem sido prioritário em regiões vizinhas. Sítios arqueológicos na região - notavelmente Girsu, mas também Eshnunna, Khafajah, Ur e muitos outros - foram escavados desde o século XIX. Estas escavações encontraram textos cuneiformes e muitos outros artefatos importantes. Como resultado, esta área era é mais conhecida do que as regiões vizinhas, mas a escavação e a publicação dos arquivos de Ebla mudaram essa perspectiva ao lançar mais luz sobre as áreas circundantes, como a Mesopotâmia Superior, a Síria ocidental e o sudoeste do Irã. Estas novas descobertas revelaram que a Mesopotâmia Inferior compartilhava muitos desenvolvimentos socioculturais com as áreas vizinhas e que todo o Antigo Oriente Próximo participava de uma rede de intercâmbio na qual circulavam bens e ideias materiais.[2]

Referências

  1. Pruß, Alexander (2004). Lebeau, Marc; Sauvage, Martin, eds. Atlas of Preclassical Upper Mesopotamia. Col: Subartu. 13. [S.l.: s.n.] ISBN 2503991203 
  2. Evans, Jean M. (2007). The Square Temple at Tell Asmar and the Construction of Early Dynastic Mesopotamia, ca. 2900-2350 B.C.E. American Journal of Archaeology. 111. [S.l.: s.n.] JSTOR 40025265. doi:10.3764/aja.111.4.599location= 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ascalone, Enrico. 2007. Mesopotamia: Assyrians, Sumerians, Babylonians (Dictionaries of Civilizations; 1). Berkeley: University of California Press. ISBN 0-520-25266-7 (paperback).
Bottéro, Jean, André Finet, Bertrand Lafont, and George Roux. 2001. Everyday Life in Ancient Mesopotamia. Edinburgh: Edinburgh University Press, Baltimore: Johns Hopkins University Press.
Crawford, Harriet E. W. 2004. Sumer and the Sumerians. Cambridge: Cambridge University Press.
Frayne, Douglas. 2008. Pre-Sargonic Period: Early Periods, Volume 1 (2700-2350 BC), University of Toronto Press.
Leick, Gwendolyn. 2002. Mesopotamia: Invention of the City. London and New York: Penguin.
Lloyd, Seton. 1978. The Archaeology of Mesopotamia: From the Old Stone Age to the Persian Conquest. London: Thames and Hudson.
Nemet-Nejat, Karen Rhea. 1998. Daily Life in Ancient Mesopotamia. London and Westport, Conn.: Greenwood Press.
Kramer, Samuel Noah (1963). The Sumerians: Their History, Culture and Character. [S.l.]: University of Chicago Press. ISBN 0-226-45238-7 
Kramer, Samuel Noah. Sumerian Mythology: A Study of Spiritual and Literary Achievement in the Third Millennium BC.
Roux, Georges. 1992. Ancient Iraq, 560 pages. London: Penguin (earlier printings may have different pagination: 1966, 480 pages, Pelican; 1964, 431 pages, London: Allen and Urwin).
Schomp, Virginia. Ancient Mesopotamia: The Sumerians, Babylonians, And Assyrians.
Sumer: Cities of Eden (Timelife Lost Civilizations). Alexandria, VA: Time-Life Books, 1993 (hardcover, ISBN 0-8094-9887-1).
Woolley, C. Leonard. 1929. The Sumerians. Oxford: Clarendon

Press.

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.