Per Albin Hansson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Per Albin Hansson
Primeiro-Ministro da Suécia Suécia
Período 28 de setembro de 1936
a 6 de outubro de 1946
Monarca Gustavo V
Antecessor(a) Axel Pehrsson-Bramstorp
Sucessor(a) Tage Erlander
Período 24 de setembro de 1932
a 19 de junho de 1936
Monarca Gustavo V
Antecessor(a) Felix Hamrin
Sucessor(a) Axel Pehrsson-Bramstorp
Ministro da Defesa
Período 18 de outubro de 1924
a 7 de junho de 1926
Primeiro-Ministro Hjalmar Branting (1924–1925)
Rickard Sandler (1925–1926)
Antecessor(a) Carl Malmroth
Sucessor(a) Gustav Rosén
Período 13 de outubro de 1921
a 19 de abril de 1923
Primeiro-Ministro Hjalmar Branting
Antecessor(a) Otto Lybeck
Sucessor(a) Carl Malmroth
Período 10 de março de 1920
a 27 de outubro de 1920
Antecessor(a) Erik Nilsson
Sucessor(a) Carl Gustaf Hammarskjöld
Dados pessoais
Nascimento 28 de outubro de 1885
Malmö, Escânia,  Suécia
Morte 6 de outubro de 1946 (60 anos)
Estocolmo, Estocolmo,
 Suécia
Progenitores Mãe: Kjersti Persdotter
Pai: Carl Hansson
Esposa Elisabeth Fryckberg
Partido Social-Democrata

Per Albin Hansson (Malmö, 28 de outubro de 1885Estocolmo, 6 de outubro de 1946) foi um político social-democrata da Suécia.[1]

Foi deputado do Parlamento da Suécia (1918-46), ministro da defesa (1920, 1921-23 e 1924-26), líder do Partido Social-Democrata (1925-46), e ocupou o cargo de primeiro-ministro (24 de setembro de 1932 a 19 de junho de 1936, e de 28 de setembro de 1936 a 6 de outubro de 1946).[2]

Hansson foi um reformista social-democrata, que iniciou a formação do estado social sueco. Durante o período da Segunda Guerra Mundial, conduziu uma política de colaboração e cooperação com os outros partidos, excluído o Partido Comunista. Na política externa, garantiu a neutralidade da Suécia durante a Segunda Guerra Mundial, tendo sido criticado por ter permitido o trânsito de tropas alemãs e por ter cerceado a liberdade de imprensa, para não provocar a Alemanha Nazista.[2][3]

Referências

  1. Leif Lewin. «Per Albin Hansson» (em sueco). Svenskt biografiskt lexikon (Arquivo Nacional da SuéciaDicionário Biográfico Sueco). Consultado em 18 de abril de 2016 
  2. a b Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg (2007). «Per Albin Hansson». Bonniers uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Albert Bonniers Förlag. p. 365. 1143 páginas. ISBN 91-0-011462-6 
  3. Torbjörn Nilsson. «Folkhemmets byggherrar: Partiernas historia - Socialdemokraterna» (em sueco). Populär historia, julho 2010. Consultado em 18 de abril de 2016 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Felix Hamrin
Primeiro-ministro da Suécia
1932 - 1936
Sucedido por
Axel Pehrsson-Bramstorp
Precedido por
Axel Pehrsson-Bramstorp
Primeiro-ministro da Suécia
1936 - 1946
Sucedido por
Tage Erlander
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.