Periquito (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para as aves psitaciformes da família dos psitacídeos, veja Periquito.
Periquito
  Município do Brasil  
Entrada da cidade às margens da BR-381
Entrada da cidade às margens da BR-381
Símbolos
Bandeira de Periquito
Bandeira
Brasão de armas de Periquito
Brasão de armas
Hino
Gentílico periquitense[1]
Localização
Localização de Periquito em Minas Gerais
Localização de Periquito em Minas Gerais
Periquito está localizado em: Brasil
Periquito
Localização de Periquito no Brasil
Mapa de Periquito
Coordenadas 19° 09' 28" S 42° 14' 02" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Região metropolitana Vale do Aço
Municípios limítrofes Governador Valadares, Açucena, Naque, Belo Oriente e Ipatinga
Distância até a capital 270 km
História
Fundação 21 de dezembro de 1995 (26 anos)[2]
Administração
Distritos
Prefeito(a) José de Oliveira Flor[3] (MDB, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 228,907 km²
População total (estatísticas IBGE/2019[1]) 6 810 hab.
Densidade 29,8 hab./km²
Clima tropical quente semiúmido (Aw)
Altitude 231 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 35118-000 a 35119-999[4]
Indicadores
IDH (PNUD/2010[5]) 0,651 médio
PIB (IBGE/2016[6]) R$ 81 163,28 mil
PIB per capita (IBGE/2016[6]) R$ 11 462,12
Sítio www.periquito.mg.gov.br (Prefeitura)
www.camaraperiquito.mg.gov.br (Câmara)

Periquito é um município brasileiro no interior do estado de Minas Gerais, Região Sudeste do país. Localiza-se no Vale do Rio Doce e pertence ao colar metropolitano do Vale do Aço. Sua população estimada em 2019 era de 6 810 habitantes.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Monumento a Periquito, às margens da BR-381.

A formação do atual município de Periquito teve início em 1939, quando o fazendeiro Waldemiro Barrel doou 15 alqueires de suas terras à Igreja Católica, dedicando-as a São Sebastião, em honra a uma promessa cumprida. A fertilidade das terras, propícias à agropecuária, associada à proximidade com o rio Doce e, mais tarde, à chegada da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM), atraiu os primeiros habitantes. Isso deu origem à formação de um povoamento, denominado Periquito em referência à ave da espécie "Melopsittacus undulatus", típica da localidade.[2]

Dado o desenvolvimento, pela lei estadual nº 2.764, de 30 de dezembro de 1962, foi criado o distrito, subordinado a Açucena. O desejo de emancipação por parte da população levou à fundação da Comissão Distrital Unidos de Periquito (CODUP), em prol à causa, culminando na criação do município de Periquito pela lei estadual nº 10.703, de 27 de abril de 1992,[2] e lei nº 12.030, de 21 de dezembro de 1995,[7] instalando-se em 1º de janeiro de 1997.[2] Desde seu desmembramento, é constituído pelos distritos de Pedra Corrida e São Sebastião do Baixio, além da sede municipal.[2]

Geografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com a divisão regional vigente desde 2017, instituída pelo IBGE,[8] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária e Imediata de Ipatinga.[9] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, fazia parte da microrregião de Ipatinga, que por sua vez estava incluída na mesorregião do Vale do Rio Doce.[10]

O município faz parte da bacia do rio Doce, sendo banhado pelo rio Doce. Tem temperatura média anual de 24,5 ºC, sendo a máxima de 29,6 ºC e mínima de 18,2 ºC. O índice médio pluviométrico anual é de 1 113,8 mm.[11]

Economia[editar | editar código-fonte]

Trecho alagado do rio Corrente Grande no reservatório da Usina Hidrelétrica de Baguari, às margens da BR-381, entre Periquito e Governador Valadares.

Historicamente, a economia de Periquito sempre se baseou na extração de madeira. Seja para alimentar as caldeiras das locomotivas, produção de carvão, celulose ou para o setor moveleiro, que sempre assegurou um significativo mercado de trabalho para a mão-de-obra local. A agricultura também é uma fonte de subsistência do município de Periquito e principal atividade econômica.

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Transportes[editar | editar código-fonte]

A cidade é atendida pela Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM), vindo de Belo Horizonte ou Vitória, onde também liga o município a cidades como Governador Valadares, Ipatinga e Belo Oriente, com saídas diárias. A BR-381 corta a sede e também liga o município às cidades de Ipatinga, Governador Valadares e a capital mineira, Belo Horizonte. A BR-116 corta Governador Valadares e o atalho para Periquito é de fácil localização. [12][11]

Cultura e lazer[editar | editar código-fonte]

Festas[editar | editar código-fonte]

  • Carnaval de rua – De sexta à terça-feira de carnaval
  • 1º de maio – Comemoração ao dia do trabalhador
  • Primeiro Final de Semana de Julho – Cavalgada e Rodeio
  • 7 de setembro – Comemoração cívica
  • 21 de dezembro – Festa de aniversário da cidade
  • 31 de dezembro – Show da Virada (reveillon)

Feriados municipais[editar | editar código-fonte]

  • 20 de janeiroSão Sebastião, padroeiro da cidade
  • Mês de Maio – Semana Municipal da Família (sempre dentro do mês de maio)
  • Primeira semana do mês de agosto – Semana de prevenção e combate à depressão
  • 15 de agosto – Assunção de Nossa Senhora
  • Segundo domingo de setembro – Dia municipal dos evangélicos
  • 21 de dezembro – Aniversário de emancipação política

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Periquito». Consultado em 7 de março de 2019. Cópia arquivada em 9 de setembro de 2019 
  2. a b c d e f Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (2007). «Periquito - Histórico» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 17 de junho de 2013. Cópia arquivada (PDF) em 13 de junho de 2013 
  3. «Candidatos a vereador Periquito-MG». Estadão. Consultado em 30 de abril de 2021 
  4. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  5. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 8 de julho de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 8 de julho de 2014 
  6. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2016). «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2016». Consultado em 7 de março de 2019. Cópia arquivada em 7 de março de 2019 
  7. Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). «Lei 12030, de 21 de dezembro de 1995». Consultado em 8 de julho de 2014. Cópia arquivada em 8 de julho de 2014 
  8. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 25 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 25 de setembro de 2017 
  9. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome IBGE_DTB_2017
  10. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2016). «Divisão Territorial Brasileira 2016». Consultado em 25 de setembro de 2017 
  11. a b Cidades.Net. «Periquito - MG». Consultado em 8 de julho de 2014. Cópia arquivada em 8 de julho de 2014 
  12. «Periquito -- Estações Ferroviárias do Estado de Minas Gerais». www.estacoesferroviarias.com.br. Consultado em 24 de setembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Periquito
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.