Perseguição individual

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Começo de uma prova

A Perseguição individual é uma corrida de ciclismo de pista, na qual dois ciclistas que largam em pontos opostos da pista e percorrem a distância de 4 km para homens ou 3 km para mulheres. Sendo declarado vencedor o atleta que alcançar o seu adversário ou obtiver o menor tempo. Um corredor é considerado alcançado no momento em que o pedal da bicicleta do seu adversário alcance o seu próprio pedal.

As regras e recordes são dirigidos pela União Ciclística Internacional (UCI), e é uma prova que está no calendário olímpico.[1]

Notáveis perseguidores individuais[editar | editar código-fonte]

Homens[editar | editar código-fonte]

O atual campeão olímpico é o britânico Bradley Wiggins. Em 2015, o campeão mundial foi o suíço Stefan Küng.[2]

Mulheres[editar | editar código-fonte]

Em 2015, a campeã mundial foi a australiana Rebecca Wiasak.[3]

Referências

  1. http://www.uci.ch/track/about/ Regras na UCI
  2. «World Championship, Track, Pursuit, Elite». Cycling Archives. de Wielersite. Consultado em 8 Junho 2015 
  3. «World Championship, Track, Pursuit, Elite (F)». Cycling Archives. de Wielersite. Consultado em 24 April 2015  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)