Persona 5

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Persona 5
Desenvolvedora(s) P-Studio
Publicadora(s) JP: Atlus
AN: Atlus USA
PAL: Deep Silver
Diretor(es) Katsura Hashino
Produtor(es) Katsura Hashino
Projetista(s) Naoya Maeda
Escritor(es) Shinji Yamamoto
Yuichiro Tanaka
Katsura Hashino
Programador(es) Yujiro Kosaka
Artista(s) Masayoshi Suto
Shigenori Soejima
Compositor(es) Shoji Meguro
Plataforma(s) PlayStation 3
PlayStation 4
Série Megami Tensei (principal)
Persona (sub)
Lançamento
  • JP 15 de setembro de 2016
  • WW 4 de abril de 2017
Gênero(s) RPG
Modos de jogo Um jogador

Persona 5 é um jogo eletrônico de RPG desenvolvido pela Atlus. O jogo é cronologicamente a sexta edição da série Persona, que faz parte principalmente da franquia Megami Tensei. Foi lançado para o PlayStation 3 e PlayStation 4 no Japão em setembro de 2016[1] e em todo o mundo em abril de 2017,[2] onde foi publicado pela Atlus no Japão e na América do Norte, e pela Deep Silver na Europa e Austrália.[3] Persona 5 acontece na Tóquio de hoje e segue o protagonista Joker após sua transferência para a Academia Shujin após ser colocado em liberdade condicional por um assalto do qual ele foi falsamente acusado. Durante o curso de um ano escolar, ele e outros estudantes despertam seus poderes de Persona, tornando-se um grupo de justiceiros secretos conhecidos como os Fantasmas Ladrões de Copas. Eles exploram o Metaverso, um reino sobrenatural que consiste na manifestação física dos desejos subconscientes da humanidade, para mudar a intenção maléfica dos corações dos adultos. Como nos títulos anteriores da série, o grupo enfrenta inimigos conhecidos como Sombras, usando manifestações físicas de sua psique, chamadas Personas. O jogo incorpora elementos do role-playing e dungeon crawling ao lado de cenários de simulação social.

Persona 5 foi desenvolvido pela P-Studio, um estúdio de desenvolvimento interno da Atlus, liderado pelo diretor e produtor de jogos Katsura Hashino. Juntamente com Hashino, os funcionários que retornaram dos primeiros jogos da franquia Persona incluíram o designer de personagens Shigenori Soejima e o compositor musical Shoji Meguro. O trabalho preparatório começou durante o desenvolvimento de Persona 4, com o desenvolvimento completo começando após o lançamento de Catherine em 2011. Os temas do jogo giravam em torno de alcançar a liberdade das limitações da sociedade moderna, enquanto sua história foi fortemente inspirada pela ficção picaresca e Personas iniciais do partido que foram baseados em torno do tema de foras-da-lei e rebeldes.

Anunciado pela primeira vez em 2013, Persona 5 foi adiado em relação à sua data original de lançamento no final de 2014, devido ao jogo não estar totalmente concluído. Persona 5 foi aclamado pela crítica,[4] sendo indicado e vencedor de vários prêmios de fim de ano, incluindo alguns de Jogo do Ano. Desde então, tem sido considerado como um dos melhores jogos de RPG de todos os tempos.[5][6][7][8] O jogo vendeu mais de dois milhões de cópias em todo o mundo até o final de 2017,[9][10] tornando-se o título mais vendido da franquia global Megami Tensei. Uma adaptação anime, um mangá e um jogo de ritmo spin-off também foram lançados. Joker também aparece como um personagem jogável no jogo de luta Super Smash Bros. Ultimate de 2018.

Referências

  1. Carpenter, Nicole (26 de abril de 2016). «Persona 5 Countdown Will End With a Livestream» (em inglês). IGN. Consultado em 6 de maio de 2016. Cópia arquivada em 28 de abril de 2016 
  2. Romano, Sal (16 de novembro de 2016). «Persona 5 delayed to April 4 in the west, free Japanese voice-over DLC announced» (em inglês). Gematsu. Consultado em 16 de novembro de 2016. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2016 
  3. Yin-Poole, Wesley (6 de julho de 2016). «Persona 5 coming to Europe - courtesy of Deep Silver» (em inglês). Eurogamer. Consultado em 6 de julho de 2016. Cópia arquivada em 6 de julho de 2016 
  4. «Persona 5 for PlayStation 4 Reviews». Metacritic. Consultado em 29 de março de 2017. Cópia arquivada em 8 de junho de 2017 
  5. «PERSONA 5 Might Be the Best RPG Ever Made (Review) | Nerdist». Nerdist (em inglês). 10 de abril de 2017. Consultado em 9 de julho de 2017 
  6. «Persona 5 is the best Japanese RPG in over a decade». VG247. Consultado em 9 de julho de 2017 
  7. Metro.co.uk, GameCentral for (29 de março de 2017). «Game review: Persona 5 is the best Japanese role-player ever». Metro. Consultado em 9 de julho de 2017. Cópia arquivada em 2 de agosto de 2017 
  8. News, Karen Flores, ABS-CBN. «Game review: Persona 5 is one of the best JRPGs ever made». ABS-CBN News (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2017. Cópia arquivada em 2 de agosto de 2017 
  9. IGN Japan (12.01.2017) Arquivado em 2018-03-23 no Wayback Machine.
  10. O'Conner, James (1 de dezembro de 2017). «Persona 5 has sold 2 million copies worldwide, the highest sales in the series». VG247 (em inglês). Consultado em 1 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 1 de dezembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.