Pete Holmes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Peter Benedict Holmes (nascido em 30 de março de 1979) é um comediante, ator, escritor, produtor e podcaster americano.

Início da vida[editar | editar código-fonte]

Holmes nasceu em Lexington, Massachusetts. Sua mãe é uma refugiada lituana.[1] Ele frequentou a Lexington High School e o Gordon College em Wenham, Massachusetts. Ele tocou em uma banda de punk rock. Na faculdade, ele se formou em inglês e comunicações, e participou de uma trupe de comédia improvisada, The Sweaty-Toothed Madmen. Holmes se casou aos 22 anos, na mesma idade em que começou a fazer comédia stand-up, e se divorciou aos 28 anos.[2][3] Encontrando pouco sucesso, ele viveu em Sleepy Hollow e Chicago antes de se mudar para Los Angeles.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Holmes apareceu no Premium Blend da Comedy Central, como membro regular do painel da Best Week Ever da VH1 e do All Access da VH1.[4] Seus cartoons apareceram no The New Yorker.[5] Em 2010, ele se apresentou no John Oliver's New York Stand Up Show, e Late Night with Jimmy Fallon. Em 26 de fevereiro de 2010, ele realizou seu primeiro especial de televisão na série Comedy Central Presents. Em 21 de março de 2011 e 17 de novembro de 2011, ele apareceu no programa de entrevistas da TBS, Conan.

Holmes forneceu as vozes para vários dos personagens do desenho animado Ugly Americans da Comedy Central. Ele foi a voz do bebê da E-Trade em vários comerciais de televisão e também foi creditado como escritor por esses comerciais.[6]

Ele escreveu para a sitcom da NBC, Outsourced, e também para a sitcom da Fox I Hate My Teenage Daughter antes de seu cancelamento em maio de 2012.[7]

Holmes lançou seu primeiro álbum, Impregnated With Wonder, no iTunes em 15 de novembro de 2011.[8] Em 2013, ele lançou seu segundo álbum, Nice Try, The Devil. [9]

Holmes criou um retrato cômico popular de Batman na série de internet Badman, da CollegeHumor. Ele também dirigiu um canal no YouTube focado em esquetes ao lado de Matthew McCarthy, chamado frontpagefilms.[10]

Holmes criou e estrelou a série da HBO, Crashing. O piloto foi escrito por Holmes e dirigido por Judd Apatow. Após o final da terceira temporada, foi anunciado que a HBO havia cancelado a série.[11]

Em 14 de maio de 2019, Holmes lançou seu livro Comedy Sex God.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Crashing star Pete Holmes on creating comedy out of his divorce». Stuff 
  2. Ryan, Patric. «How divorce led Pete Holmes to HBO's 'Crashing'». USA Today. Consultado em 8 de março de 2017 
  3. Swidey, Neil (17 de janeiro de 2018). «How Lexington's Pete Holmes got Judd Apatow's attention and became a comedy star – The Boston Globe». BostonGlobe.com. Consultado em 6 de abril de 2018 
  4. Pete Holmes (em inglês) no Internet Movie Database
  5. Kharakh, Ben. Interview, "Pete Holmes, Comedian" Arquivado em 2008-04-18 no Wayback Machine., Gothamist, 26 October 2006.
  6. Steinberg, Don (18 de fevereiro de 2011). «The Funny People Behind the Famous Ads». Wall Street Journal (em inglês). ISSN 0099-9660. Consultado em 6 de abril de 2018 
  7. Murthi, Vikram (22 de novembro de 2016). «'Crashing' Trailer: Pete Holmes' HBO Sitcom Shows The Comic Adjusting To Divorced Life». IndieWire (em inglês). Consultado em 6 de abril de 2018 
  8. Harris, Will (8 de dezembro de 2011). «The best comedy albums of 2011 | Music | Best of». The A.V. Club. Consultado em 22 de outubro de 2013 
  9. McFarland, Kevin. «The best comedy albums and specials of 2013». avclub.com 
  10. frontpagefilms on YouTube
  11. Littleton, Cynthia (15 de março de 2017). «HBO Renews Pete Holmes Comedy 'Crashing' for Second Season». Variety (em inglês). Consultado em 25 de março de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.