Peter Diamandis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Peter Diamandis
Nascimento 20 de maio de 1961  (59 anos)
The Bronx, New York City, New York, United States
Nacionalidade Greek American

Pedro H. Diamandis ( /dʌˈmændɪs/; nascido em 20 de Maio de 1961) é um engenheiro, médico,[1] e empresário greco-americano mais conhecido por ser o fundador e presidente da X Prize Foundation, o co-fundador e presidente executivo da Singularity University e co-autor de The New York Times best-sellers Abundância: O Futuro É Melhor do Que Você Pensa e BOLD. Ele também é o ex-CEO e co-fundador da Zero Gravity Corporation, o co-fundador e vice-presidente da Space Adventures Ltd., o fundador e presidente do Rocket Racing League, o co-fundador da International Space University, o co-fundador da Planetary Resources, fundador dos Alunos para a Exploração e Desenvolvimento do Espaço, e o vice-presidente e co-fundador da Human Longevity, Inc.[2]

Início da vida[editar | editar código-fonte]

Marina nasceu no Bronx, Nova York.[3] Seus pais, ambos imigrantes gregos, foram da área médica; seu pai era um médico (obstetrícia e ginecologia). A partir de uma idade muito precoce, Diamandis manifestou um grande interesse na exploração do espaço.[4] aos 8 anos de idade, ele começou a dar palestras sobre o espaço para sua família e amigos. aos 12 anos de idade, Diamandis conquistou o primeiro lugar no 'Concurso de Design de Foguetes Estes' para a construção de um sistema de lançamento capaz de, simultaneamente, lançar três foguetes.[5]

Depois de se formar na Great Neck North High School, em 1979, Diamandis ficou matriculado no Hamilton College por 1 ano, em seguida, transferiu-se para o Instituto de Tecnologia de Massachusetts para o estudo de biologia e física. Durante seu segundo ano no MIT em 1980, Diamandis co-fundou os Alunos para a Exploração e Desenvolvimento do Espaço.[6]

Diamandis se formou no MIT, em 1983[7] com um diploma de bacharel em genética molecular.[8][9][10] em seguida, Ele entrou na Escola Médica de Harvard para avançar em um mestrado. Durante o seu segundo ano na escola de medicina, ele co-fundou a Fundação da Geração Espacial para promover projetos e programas que ajudariam a Geração Espacial (todos os nascidos desde o vôo da Sputnik) a sair do planeta.

Durante seu último ano na escola de medicina em 1989, Diamandis estava atuando como diretor da International Space University e CEO da Micro Espaço Internacional, uma empresa de lançamento de microsatellites.

Em 1986, Diamandis colocou em espera seu mestrado em medicina e voltou para o MIT para começar um curso de mestrado em aeronáutica e astronáutica, realizando pesquisas no Johnson Space Center da NASA, no laboratório Homem-Veículo do MIT e no Instituto de Biomedicina Whitehead do MIT.[11] Depois de completar o seu mestrado no MIT, Diamandis voltou a Harvard e completou segundo mestrado lá.

Carreira[editar | editar código-fonte]

International Space University (ISU)[editar | editar código-fonte]

Em 1987, durante o seu terceiro ano na escola de medicina, Diamandis co-fundou a International Space University ao lado de Todd B. Hawley e Robert D. Richards.[12] Diamandis foi diretor executivo e diretor de operações da universidade até 1989. Hoje, a ISU oferece um Programa de Estudos do Espaço[13] e duas titulações de Mestre de Estudos do Espaço.[14] A ISU cresceu para se tornar um campus universitário com valor de $30 milhões, sediado em Estrasburgo, França.

International MicroSpace, Inc. (IMI)[editar | editar código-fonte]

Diamandis co-fundadou Sistemas de Lançamento Microsat, mais tarde renomeado International MicroSpace Inc.,[15] em 1989, durante o seu quarto ano na escola de medicina e atuou como CEO da empresa. IMI projetou um pequeno lançador chamado de Orbital Express para levar 100 kg de cargas para a órbita baixa da Terra, colaborando com a Bristol Aerospace para a fabricação. A empresa conseguiu um contrato SDIO $100 milhões de dólares para um lançamento, além de nove opções e foi vendido para o CTA Inc Rockville, MD, em 1993, por $250.000 dólares. Diamandis se juntou a CTA por um ano como vice-presidente de Programas Espaciais Comerciaos após a aquisição.[16]

Constellation Comunications[editar | editar código-fonte]

Em 1991, Diamandis fundou a Constellation Communications, Inc., um dos cinco constelações de satélites na órbita baixa da Terra para telefonia de voz. A empresa foi financiada para implantar um anel equatorial, de 10 de satélites para fornecer comunicações, principalmente, para o Brasil e a Indonésia. Constellation foi vendida para a E-Systems and Orbital; Diamandis continuou como diretor até 1993.[17]

X PRIZE Foundation[editar | editar código-fonte]

Em 1994, Diamandis fundou a X PRIZE Foundation, após a falha do International MicroSpace, Inc e a leitura do livro O Espírito de St. Louis de Charles Lindbergh.[18] Ele atua como presidente e CEO da fundação. A X PRIZE foi criada para financiar e operar uma competição de incentivo de $10 milhões de dólares destinado a inspirar uma nova geração de transportes espaciais particulares de passageiros. O prêmio foi anunciado em 18 de Maio de 1996, em St. Louis, Montana, sem qualquer dinheiro arrecadado ou qualquer equipe já cadastrada.[19] O prêmio foi, em última análise, financiado através de uma apólice de seguro feita pelas famílias Anousheh e Hamid Ansari e renomeado como Ansari X PRIZE, em homenagem a elas.

O prêmio de $10 milhões de dólares atraiu 26 equipes de sete países e foi vencida em 4 de outubro de 2004 pela Mojave Aeroespacial Ventures, uma equipa dirigida pelo famoso designer de aviação Burt Rutan e financiado pelo co-fundador da Microsoft, Paul Allen. O veículo vencedor, SpaceShipOne, foi pilotado ao espaço duas vezes dentro de duas semanas para ganhar a competição. O primeiro voo foi feito em 29 de setembro de 2004, pilotado por Mike Melvill e o segundo voo que garantiu a vitória foi feito em 4 de outubro de 2004 pelo piloto Brian Binnie. SpaceShipOne foi a primeira nave espacial pilotada não-governamental do mundo[20] e agora está pendurado no National Air and Space Museum adjacente ao avião Espírito de St. Louis.

Em janeiro de 2005, o Conselho de Curadores da X PRIZE Foundation ampliou o foco da X PRIZE para lidar com quatro diferentes áreas: Exploração (dos oceanos e do espaço), Ciências da Vida, Energia e meio Ambiente, e Educação e de Desenvolvimento Global.[21]

Desde sua concepção, a fundação lançou o prêmio de $10 milhões de dólares Ansari X PRIZE (já premiado),[22] o prêmio de $10 milhões de dólares Automotive X Prize (já premiado), o prêmio de $10 milhões de dólares Arconte X Prize (em andamento), o prêmio de $30 milhões de dólares Google Lunar X PRIZE (em andamento), o prêmio de $10 milhões de dólares Qualcomm Tricorder X PRIZE(já premiado),[23] o prêmio de $2 milhões de dólares Lunar Lander Challenge (já premiado), o prêmio de $1,4 milhões de dólares Wendy Schmidt Oil Cleanup X Challenge (já premiado),[24] e o prêmio Wendy Schmidt Ocean Health X PRIZE (em andamento).[25] Em Maio de 2012, a Robin Hood Foundation anunciou os seus planos para uma parceria com a X PRIZE Foundation para vários desafios baseados no cenário de Nova York orientados para a erradicação da pobreza.[26]

A X PRIZE Foundation tem uma equipe de aproximadamente 50 pessoas e está sediada em Culver City, Califórnia. Dispõe de um conselho de curadores cheio de estrelas, incluindo Larry Page, Elon MuskJames Cameron, Dean Kamen, Ratan Tata, Ray Kurzweil, Jim Gianopulos, Naveen Jain, Arianna Huffington, Will Wright e Craig Venter.[27]

Zero Gravity Corporation[editar | editar código-fonte]

Em 1994, Diamandis co-fundadou a ZERO-G, com Byron Lichtenberg e Ray Cronise. A empresa de entretenimento espacial oferece experiências em gravidade zero a bordo de seu Boeing 727 certificado pela FAA e fornece à NASA serviços de vôos parabólicos para fins de pesquisa, educação e treinamento.[28] A empresa já voou mais de 10.000 clientes.

Em 2007, o físico Stephen Hawking experimentou oito rodadas de ausência de gravidade em um voo ZERO-G. Diamandis disse que o resultado bem sucedido daquele voo era a prova de que "todos podem participar neste tipo de experiência de ausência de gravidade."[29] Ele narraria a experiência de levar o Dr. Hawking para a atmosfera superior na conferência TED2008.

Angel Technologies Corporation[editar | editar código-fonte]

Entre 1995 e 1999, Diamandis foi o presidente da Angel Technologies Corporation, uma empresa de comunicação comercial que desenvolve redes de comunicação banda larga sem fio.[30]

Space Adventures, Ltd.[editar | editar código-fonte]

Fundada em 1998, a Space Adventures é uma empresa de turismo espacial que já voou oito missões particulares de clientes para a Estação Espacial Internacional desde 2001.[31] Diamandis é o co-fundador e vice-presidente da Space Adventures.[32]

BlastOff! Corporation[editar | editar código-fonte]

Entre 2000 e 2001, Diamandis foi o CEO da BlastOff! Corporation, que se propôs a voar uma missão privada para pousar um rover na Lua, como uma mistura de entretenimento, Internet e espaço.[33] A empresa perdeu financiamento e cessou as atividades em 2001.

Rocket Racing League (RRL)[editar | editar código-fonte]

Em 2005, Diamandis co-fundou o Rocket Racing League.[34] O esporte a motor, que foi desenvolvido como um cruzamento entre corrida de fórmula Indy e foguetes, imaginada para permitir que o público desfrutasse de velocidade, foguetes e espírito competitivo. Diamandis continua a ser o presidente da RRL.[35][36]

Singularity University (SU)[editar | editar código-fonte]

Em 2008, ao lado do autor, inventor e futurista americano Ray Kurzweil, Diamandis co-fundou a Singularity University. Hoje, Diamandis atua como co-fundador e presidente-executivo da universidade.[37] SU é uma universidade interdisciplinar, cuja missão é formar, educar e inspirar um grupo de líderes que se esforçam para entender e facilitar o desenvolvimento de tecnologias de avanço exponencial para atacar os grandes desafios da humanidade. Com o apoio de uma ampla gama de líderes na academia, no mercado e em governos, a SU espera estimular o pensamento inovador e disruptivo e soluções que visam solucionar alguns dos desafios mais urgentes do planeta. A SU é baseada no campus Ames, da NASA no Vale do Silício e apoiada por um número de fundadores e parceiros do mundo corporativo, incluindo o Google, Autodesk, Cisco, Nokia, a Kauffman Foundation e ePlanet Ventures.[38] A universidade executa um programa de graduação de 10 semanas,[39] um Programa Executivo de sete dias,[40] e uma conferência de cinco dias sobre Medicina Exponencial.[41]

Além disso, desde 2016 a SU passou a ter um programa de embaixadores, onde ex-alunos poderiam se candidatar e ter acesso à marca da SU para fazer ações locais. Esses grupos locais intitulados Capítulos estão espalhados pelo mundo em mais de 73 localidades, seis delas no Brasil (Recife, Belo Horizonte, São Paulo, Uberlândia, Brasília e Porto Alegre).[42] Cada capítulo precisa escolher um foco para suas ações antes de existir, foco esse que é escolhido pelo embaixador e aprovado pela Singularity. O corpo docente da instituição é formado por vários especialistas do mundo todo, havendo apenas um brasileiro entre os professores da universidade, o futurista Tiago Mattos que ensina as matérias de Estudos de Futuro e Futuro do Trabalho.

Planetary Resources Inc.[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2012, Diamandis co-fundou a Planetary Resources Inc., uma organização que se dedica à identificação, detecção remota e prospecção de asteróides se aproximando da terra, com Eric Anderson.[43][44] Investidores bilionários incluem Eric E. Schmidt e Larry Page da Google, bem como Ross Perot, Jr. e Charles Simonyi. Entre os conselheiros temos o cineasta e explorador James Cameron, e vários cientistas de renome.[45]

Human Longevity Inc. (HLI)[editar | editar código-fonte]

Em Março de 2014, Diamandis co-fundadou a Human Longevity Inc., uma empresa de estudos do genôma e diagnóstico e terapia celular focada em estender o espectro de vida humana saudável,[46] com Craig Venter e Robert Hariri.[47] Ele também tem dado suporte à SENS Research Foundation, uma organização sem fins lucrativos, que procura tratar e curar as doenças do envelhecimento, através da reparação dos danos subjacentes causados pelo envelhecimento.[48]

Livros[editar | editar código-fonte]

Em 2012, ao lado de Steven Kotler, Diamandis co-autorou Abundância: O Futuro É Melhor do Que Você Pensa.[49] A obra de não-ficção aborda o potencial da tecnologia exponencial e de três outras forças de mercado emergentes para elevar significativamente os padrões globais de vida dentro dos próximos 25 anos.

O livro foi bem recebido;[50] foi número 2 no Lista de best-sellers do New York Times[51] e manteve-se na lista por nove semanas. Foi número 1 nas listas de best-seller de não-ficção da Amazon[52] e a Barnes and Noble.[53]

Na Iniciativa Global Clinton 2014, o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton recomendou o livro para os leitores, como um antídoto para a notícias negativas.

Em 2015, novamente ao lado de Steven Kotler, Diamandis co-autorou outro livro que ficou entre os mais venedidos do New York Times: BOLD.[54] Este livro de não-ficção fornece análises e instruções para os empreendedores interessados em aprender sobre tecnologias exponenciais, moon-shot thinking e financiamento coletivo.

Este livro é dividido em três seções fáceis de digerir e é preenchido com valiosas informações que qualquer pessoa pode usar. Uma das melhores partes sobre o livro é que ele não só apresenta a visão dos autores, mas também tem entrevistas detalhadas e lições de outros grandes nomes para que os leitores possam obter o máximo possível de ideias e de pontos de vista únicos.[55]

Conselhos[editar | editar código-fonte]

Diamandis atua nos seguintes conselhos:

Realizações Notáveis Adicionais[editar | editar código-fonte]

Diamandis também:

  • Atuou como CEO da Desktop.tv, uma empresa spin-off da BlastOff! projetado para criar uma rede de televisão global no formato peer-to-peer para a transmissão de conteúdo exclusivo para a área de trabalho dos computadores.[69]
  • Atuou como Presidente do Conselho da Starport.com, um canal de Internet para a exploração do espaço voltado para crianças de todas as idades.[70] O site representa mais de 20 astronautas e dispõe de heróis do espaço, missões e simulações. Foi vendido para a Space.com.
  • Co-fundou e atuou como diretor da Space Generation Foundation, uma organização sem fins lucrativos iniciada em 1985, para criar, em todas as pessoas nascidas desde o advento da era Espacial em 4 de outubro de 1957, um senso de identidade—uma conscientização de que eles nasceram como membros de uma corrida para viajar ao espaço . A fundação apoia inúmeros projetos de ensino e pesquisa.[71]
  • Fundou a SpaceFair em 1983. SpaceFair é uma conferência nacional sobre o espaço que foi organizada pelo MIT em 1983, 1985 e 1987.[72]
  • Foi um entrevistado chave, no documentário de 2007 Órfãos da Apolo.[73]
  • É membro do Xconomists, uma equipe editorial esporádica de assessores para a empresa de notícias de tecnologia e media, Xconomy.

Prêmios e reconhecimento[editar | editar código-fonte]

  • Prêmio John Asinari do MIT de 1983 pela melhor de pesquisa em Ciências biológicas.
  • Prêmio William L. Stewart Jr do MIT de 1984 pela fundação da SEDS.
  • Edital Estudantil da Escola De Medicina De Harvard de 1985-1986, dado pela Associação Americana Do Coração
  • Edital de suporte à pesquisa Biomédica em 1986-1987 dado pelo NIH.
  • Filiação da Industrialização Espacial dado em 1986 pela Space Foundation .[74]
  • Láurea dada em 1988 da Aviation Week & Space Tech. Em reconhecimento pela fundação da ISU.
  • Prêmio Pioneiro de 1993 da Space Frontiers Foundation dado pelo trabalho acumulado feito na comercialização e desenvolvimento do cenário espacial.[75]
  • Prêmio Konstantine E. Tsiolkovsky de 1995 dado pelo governo russo pela criação da ISU (prêmio dado também aos outros co-fundadores Hawley e Richards).
  • Prêmio do "Mérito Especial" de 1996 dado pela National Space Society pelo excelente trabalho feito como pioneiro do espaço abaixo de 40 anos de idade.[76]
  • Prêmio Neil Armstrong de 2006 dado pelas suas realizações e lidenraça na área da indústria Aeroespacial[77]
  • Prêmio Mundial de Tecnologia de 2003, dado pelo World Technology Counsel [78]
  • Doutorado de Realizações do Espaço dado em 2005 (Honoris Causa) pela ISU
  • Prêmio Lindbergh de 2006[79]
  • Prêmio RAVE da revista Wired de 2006[80]
  • Prêmio Heinlein (inalgural em 2006) for Advances in Space Commercialization[81][82]
  • Prêmio Arthur C. Clarke de Inovação em 2007[83]
  • Prêmio "No Boundaries" de Inovador do Ano do The Economist de 2010[84]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Predefinição:Triangulation
  2. Krol, Aaron (4 de março de 2014). «J. Craig Venter's Latest Venture Has Ambitions Across Human Lifespan». BioIT World. Consultado em 5 de março de 2014. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2014 
  3. Miller, John J. (julho–agosto de 2005). «Extraordinary Feats of an X-Man». Philanthropy Magazine. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 14 de março de 2013 
  4. Caulfield, Brian (13 de fevereiro de 2012). «Peter Diamandis: Rocket Man». Forbes. Consultado em 2 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 16 de julho de 2012 
  5. Ruhling, Nancy (2012). «Eyes on the Prize» (PDF). Lifestyles Magazine (Pre-Spring 2012). Consultado em 3 de agosto de 2012. Arquivado do original (PDF) em 22 de fevereiro de 2015 
  6. Greenwald, Ted (17 de julho de 2012). «Peter Diamandis launched the X Prize, now he plans to mine asteroids». Wired. Consultado em 2 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 29 de outubro de 2013 
  7. Lightman, Alex (19 de junho de 2009). «From X PRIZE to Singularity University». H Plus Magazine. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 17 de junho de 2012 
  8. «Peter Diamandis LinkedIn». Consultado em 30 de julho de 2017 
  9. «About Peter Diamandis» (em inglês). Peter H. Diamandis LLC. Consultado em 30 de julho de 2017 
  10. Daniel, Patrick (25 de junho de 2015). «A Conversation With Peter Diamandis». HuffPost. Consultado em 30 de julho de 2017. Cópia arquivada em 24 de janeiro de 2016 
  11. Brekke, Dan (janeiro de 2000). «Who Needs NASA?». Wired. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2012 
  12. Greenwald, Ted (22 de junho de 2012). «X Prize Founder Peter Diamandis Has His Eyes on the Future». Wired. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 17 de agosto de 2012 
  13. «Space Studies Program». International Space University. Consultado em 3 de agosto de 2012. Arquivado do original em 4 de agosto de 2012 
  14. «Overview of MSc Programs». International Space University. Consultado em 3 de agosto de 2012. Arquivado do original em 8 de fevereiro de 2014 
  15. Geoffrey V. Hughes, The Orbital Express Project of Bristol Aerospace and MicroSat Launch Systems, AIAA (J1997) ISBN 978-1563471926
  16. Pike, John. «ORBEX ["ORBital EXpress"]». GlobalSecurity.org. Consultado em 3 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 13 de março de 2012 
  17. «Directors». Angel Technologies Corporation. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 16 de maio de 2012 
  18. Kozlowski, Lori (27 de abril de 2012). «Lessons in Radical Philanthropy». Forbes. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 30 de abril de 2012 
  19. Diamandis, Peter. «Prepared Statement by Peter Diamandis at a House Science Committee Hearing on NASA Aerospace Prizes». SpaceRef. Consultado em 17 de agosto de 2012 
  20. Pitta, Julie (13 de junho de 2012). «Visionary Peter Diamandis' Five Best Reasons the Future is Better Than You Think». Forbes. Consultado em 2 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 13 de junho de 2012 
  21. «Prize Development». X PRIZE Foundation. Consultado em 3 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 5 de agosto de 2012 
  22. Anders, George (11 de março de 2012). «X Prize Founder Aims to Fix Education; Anyone Have Some Ideas?». Forbes. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 26 de agosto de 2012 
  23. Vallance, Chris (12 de janeiro de 2012). «Star Trek-style 'tricorder' invention offered $10m prize». BBC News. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 15 de outubro de 2012 
  24. «Incentivized Competition Heritage». X PRIZE Foundation. Consultado em 3 de agosto de 2012. Arquivado do original em 15 de agosto de 2012 
  25. Kozlowski, Lori (23 de abril de 2012). «Attention Heroes: Who Will Save The World's Oceans?». Forbes. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2013 
  26. Upbin, Bruce (15 de maio de 2012). «Robin Hood And X Prize Join Forces To Fight Poverty in NYC». Forbes. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2013 
  27. «Board of Trustees». X PRIZE Foundation. Consultado em 3 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 5 de agosto de 2012 
  28. «Space Adventures Announces the Acquisition of Zero Gravity Corporation». Space Adventures. Consultado em 17 de agosto de 2012 
  29. Boyle, Alan. «Hawking Goes Zero-G: 'Space, Here I Come'». MSNBC. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 12 de maio de 2012 
  30. Platt, Charles (junho de 2006). «Ethernet at 60,000 Feet». Wired. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 1 de janeiro de 2007 
  31. Vergano, Dan (27 de maio de 2012). «An 'Abundance' of targets for asteroid miners». USA Today. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 17 de agosto de 2012 
  32. Diamandis, Peter (7 de dezembro de 2009). «Commercial Spaceflight for the Rest of Us – Congratulations to Virgin Galactic». HuffPost. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 27 de fevereiro de 2013 
  33. Diamandis, Peter. «Google Lunar X PRIZE – The BlastOff Story». X PRIZE Foundation. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 6 de abril de 2014 
  34. «X-Prize man launches rocket race». BBC News. 4 de outubro de 2005. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 24 de outubro de 2012 
  35. Boyle, Alan (3 de outubro de 2005). «'Rocket racing league' gets its start». MSNBC. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 16 de setembro de 2012 
  36. Grover, Ronald (23 de setembro de 2007). «Gentlemen, Start Your Rockets». Bloomberg Businessweek Magazine. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 2 de novembro de 2012 
  37. «Board of Trustees». Singularity University. Consultado em 3 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 23 de julho de 2012 
  38. Takahashi, Dean (28 de agosto de 2011). «Peter Diamandis sounds the alarm on embracing exponential technologies». VentureBeat. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 11 de setembro de 2012 
  39. «Graduate Studies Program». Singularity University. Consultado em 3 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 6 de julho de 2012 
  40. «Executive Program». Singularity University. Consultado em 3 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 7 de julho de 2012 
  41. «Exponential Medicine». Singularity University. Consultado em 4 de maio de 2015. Cópia arquivada em 1 de junho de 2015 
  42. «SingularityU Global». singularityuglobal.org. Consultado em 4 de janeiro de 2018 
  43. Klotz, Irene (24 de abril de 2012). «Tech billionaires bankroll gold rush to mine asteroids». Reuters. Consultado em 2 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 5 de julho de 2012 
  44. Mann, Adam (23 de abril de 2012). «Tech Billionaires Plan Audacious Mission to Mine Asteroids». Wired. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2012 
  45. «Team». Planetary Resources. Consultado em 3 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2012 
  46. Kowalski, Heather. «Human Longevity Inc. (HLI) Launched to Promote Healthy Aging Using Advances in Genomics and Stem Cell Therapies». Consultado em 6 de março de 2014. Cópia arquivada em 6 de março de 2014 
  47. Steenhuysen, Julie (4 de março de 2014). «For his next act, genome wiz Craig Venter takes on aging». Reuters. Consultado em 6 de março de 2014. Cópia arquivada em 6 de março de 2014 
  48. http://www.sens.org/outreach/celebrity-reimagine-aging-campaign
  49. Diamandis, Peter; Kotler, Steven (21 de fevereiro de 2012). Abundance: The Future Is Better Than You Think. [S.l.]: Free Press. ISBN 978-1451614213 
  50. Gertner, Jon (30 de março de 2012). «Plenty to Go Around: 'Abundance,' by Peter H. Diamandis and Steven Kotler». The New York Times. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 5 de novembro de 2012 
  51. «Best Sellers: Hardcover Nonfiction». The New York Times. 11 de março de 2012. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 5 de maio de 2012 
  52. «Dr. Peter H. Diamandis». X PRIZE Foundation. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 25 de agosto de 2012 
  53. Diamandis, Peter (22 de fevereiro de 2012). «New book by Peter Diamandis and Steven Kotler, Abundance, debuts #1 on Amazon and Barnes & Noble». Kurzweil. Consultado em 17 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 26 de fevereiro de 2012 
  54. Diamandis, Peter; Kotler, Steven (fevereiro de 2015). Bold: How To Go Big, Create Wealth and Impact the World. [S.l.]: Simon & Schuster. ISBN 9781476709567 
  55. Sykes, Timothy (22 de junho de 2016). «5 Key Books Every Entrepreneur Should Read». Entrepreneur (em inglês). Consultado em 3 de agosto de 2017 
  56. Board of Trustees Arquivado em outubro 5, 2013[Erro data trocada], no Wayback Machine.. XPRIZE (November 8, 2011). Retrieved 2013-09-23.
  57. Planetary Resources – The Asteroid Mining Company – Team Arquivado em maio 1, 2012[Erro data trocada], no Wayback Machine.. Planetaryresources.com. Retrieved 2013-09-23.
  58. Our Team | Singularity University Arquivado em agosto 5, 2013[Erro data trocada], no Wayback Machine.. Singularityu.org. Retrieved 2013-09-23.
  59. Greenwald, Ted. «X Prize Founder Peter Diamandis Has His Eyes on the Future». Cópia arquivada em 21 de setembro de 2012 
  60. Peter Diamandis Arquivado em julho 19, 2013[Erro data trocada], no Wayback Machine.. Xconomy. Retrieved 2013-09-23.
  61. Introducing ISU – International Space University Arquivado em agosto 9, 2013[Erro data trocada], no Wayback Machine.. Isunet.edu (April 12, 1995). Retrieved 2013-09-23.
  62. Astronaut Advisors & Board Members Arquivado em agosto 7, 2013[Erro data trocada], no Wayback Machine.. Space Adventures. Retrieved 2013-09-23.
  63. Intelius – Peter Diamandis Arquivado em abril 6, 2014[Erro data trocada], no Wayback Machine.. Corp.intelius.com. Retrieved 2013-09-23.
  64. «Archived copy». Consultado em 16 de maio de 2014. Arquivado do original em 2 de julho de 2014 . Rocket Racing League chairman
  65. «Archived copy». Consultado em 22 de maio de 2014. Cópia arquivada em 22 de maio de 2014 . Cogswell Polytechnical College. Retrieved 2014-05-21.
  66. «Archived copy». Consultado em 19 de maio de 2014. Arquivado do original em 25 de janeiro de 2012 
  67. «Hyperloop». hyperlooptech.com. Consultado em 24 de abril de 2015. Arquivado do original em 24 de abril de 2015 
  68. «SEDS Advisors». Consultado em 31 de março de 2017. Cópia arquivada em 6 de junho de 2017 
  69. «Exceptional Creativity in Science & Technology Participants». John Templeton Foundation. Consultado em 21 de maio de 2014 
  70. «Peter Diamandis: Executive Profile & Biography». Bloomberg BusinessWeek. Consultado em 3 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 28 de julho de 2013 
  71. «Welcome Dr. Diamandis». Penn State Advanced Vehicle Team. Consultado em 21 de maio de 2014. Cópia arquivada em 22 de maio de 2014 
  72. «High Ambitions: Peter Diamandis Keeps His Eyes on the Prize». Airport Journals. Consultado em 21 de maio de 2014. Cópia arquivada em 22 de maio de 2014 
  73. Webber, Gwen. «Orphans of Apollo». Blueprint Magazine. Consultado em 30 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 10 de novembro de 2011 
  74. «Leadership Lunches – Fall 2008». Consultado em 22 de maio de 2014. Cópia arquivada em 25 de maio de 2014 
  75. «Award Recipients Archive». Consultado em 22 de maio de 2014 
  76. «NSS Space Pioneer Awards». Consultado em 22 de maio de 2014. Cópia arquivada em 29 de junho de 2014 
  77. «Archived copy». Consultado em 16 de maio de 2014. Arquivado do original em 8 de março de 2015 
  78. «2003 World Technology Award Winners and Finalists - The World Technology Network». wtn.net. Cópia arquivada em 16 de março de 2015 
  79. Welf, Kelley. «Lindbergh Foundation to Present 2006 Lindbergh Awards». Consultado em 16 de maio de 2014. Cópia arquivada em 17 de maio de 2014 
  80. «2006 Rave Awards». Consultado em 16 de maio de 2014. Arquivado do original em 17 de maio de 2014 
  81. Heinlein Prize Arquivado em junho 22, 2013[Erro data trocada], no Wayback Machine.. The Heinlein Prize. Retrieved 2013-09-23.
  82. Carreau, Mark (25 de maio de 2006). «Leader in space tourism wins prize». Houston Chronicle. Cópia arquivada em 15 de julho de 2007 
  83. «Arthur C. Clarke Awards». Consultado em 16 de maio de 2014. Cópia arquivada em 17 de maio de 2014 
  84. «And the winners were...». Technology Quarterly. Consultado em 16 de maio de 2014. Cópia arquivada em 19 de maio de 2014 

Links externos[editar | editar código-fonte]

Videos[editar | editar código-fonte]