Peter Jenni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Peter Jenni
Peter Jenni em 2013
Nascimento 17 de abril de 1948 (72 anos)
Nacionalidade Suíça Suíço
Prêmios Prêmio Julius Wess (2012), Prêmio Física de Alta Energia e Partículas (2013), Prêmio Panofsky (2017)
Instituições CERN, Universidade de Freiburg
Campo(s) Física

Peter Jenni (17 de abril de 1948) é um físico suíço.

Peter Jenni obteve um diploma em física em 1973 na Universidade de Berna, com um doutorado em 1976 no Instituto Federal de Tecnologia de Zurique.[1] Em 1972 participou de experimentos no ciclotron síncrono do CERN e de 1974 a 1976 no Síncroton de Prótons do CERN e depois no Anéis de Armazenagem a Intersecções. De 1978 a 1979 esteve no Centro de Aceleração Linear de Stanford. A partir de 1980 trabalhou no CERN e esteve envolvido no experimento UA1 no Síncroton de Prótons. Com este detector e o detector UA1 foram confirmados o bóson W e o bóson Z, sob a direção de Carlo Rubbia. Mais tarde assumiu tarefas de gerência nos preparativos do Grande Colisor de Hádrons e do detector ATLAS.

Condecorações[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]