Petronas Twin Towers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Petronas Twin Towers
As Petronas Towers durante a noite.
Sears Tower
Taipei 101
Kuala Lumpur
 Malásia
Status Completo
Construção 1992-1998
Uso Escritórios
Altura
Antena 452 m
Telhado 410 m
Último andar 375 m
Características
Elevador 78
Área 395,000 m² (4.25 milhões m²)
Andares 88
Custo US$1,6 bilhões
Construção
Arquiteto César Pelli
Contratante Hazama Corporation
Samsung Engineering & Construction
Proprietário KLCC
Engenheiro Thornton Tomasetti

Petronas Twin Towers, ou Torres Petronas, são dois arranha-céus edificados na cidade de Kuala Lumpur, Malásia pela construtora espanhola Acciona. Foram concluídos em 1998, têm 88 andares e, até julho de 2019, são o 14.º edifício mais alto do mundo, com 452 metros.[1][2]

As torres foram projetadas pelo arquiteto Cesar Pelli, configuradas por estrutura de aço e vedação em vidro, e desenhadas de forma a lembrar motivos encontrados na arte islâmica, um reflexo da herança muçulmana malaia. A estrutura básica, porém, foi um desenvolvimento do projeto de um edifício cancelado em Chicago. Também os bombeiros simularam uma situação de que uma das torres estava a pegar fogo e transferiram 15.000 pessoas duma torre para a outra pelo passadiço construído entre elas; uma maneira de mostrar como as Torres Petronas são resistentes.[carece de fontes?]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Petronas Towers Complex». The Skyscraper Center. Consultado em 20 de julho de 2019 
  2. «100 Tallest Completed Buildings in the World». The Skyscraper Center. Consultado em 20 de julho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Petronas Twin Towers

Precedido por
Sears Tower
Edifício mais alto do mundo
1998 - 2004
452 m
Sucedido por
Taipei 101
Ícone de esboço Este artigo sobre arranha-céus é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.