Phil Lynott

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde fevereiro de 2011). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Phil Lynott
Lynott em concerto em Oslo, Noruega em 22 de abril de 1980
Informação geral
Nome completo Philip Parris Lynott
Nascimento 20 de agosto de 1949
Local de nascimento West Bromwich, Staffordshire, Inglaterra
Reino Unido
Morte 4 de janeiro de 1986 (36 anos)
Local de morte Salisbury, Wiltshire, Inglaterra, Reino Unido
Nacionalidade irlandês
Gênero(s) Hard rock, heavy metal, blues-rock, rock celta
Ocupação(ões) Músico
Instrumento(s) Vocais, baixo, guitarra
Modelos de instrumentos Rickenbacker 4001, Fender Precision Bass, Fender Stratocaster, Fender Telecaster
Período em atividade 1965-1985
Outras ocupações Compositor, produtor musical, poeta
Gravadora(s) Vertigo, Mercury, Warner Bros.
Afiliação(ões) Thin Lizzy, Gary Moore, Wild Horses, The Greedies, Skid Row, Grand Slam

Philip Parris "Phil" Lynott (IPA[ˈlaɪnət]; West Bromwich, 20 de agosto de 1949 – Salisbury, 4 de janeiro de 1986) foi um músico irlandês, célebre por ser o vocalista, baixista e principal compositor da banda de rock Thin Lizzy.

Como líder da banda, o baixo e os vocais de Lynott foram um elemento crucial no sucesso comercial de diversos dos seus sucessos, como "Whiskey in the Jar", "The Boys Are Back in Town", "Jailbreak" e "Waiting for an Alibi". Lynott também teve uma carreira solo, publicou dois livros de poesia,[1] e, após o fim dos Thin Lizzy, formou a banda Grand Slam, da qual foi líder até ao seu fim, em 1984. No período que antecedeu sua morte, teve um grande sucesso no Reino Unido juntamente com Gary Moore, primeiro com a canção "Out in the Fields", e em seguida com "Nineteen".

Phil Lynott morreu aos 36 anos, vítima de insuficiência cardíaca e pneumonia devido a uma septicemia eventualmente potenciada pelo uso de drogas e álcool.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Com outros[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Philip Lynott, Songs for While I'm Away, Boxtree, 1997.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.