Pico da Bandeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pico da Bandeira
Vista do Pico da Bandeira a partir da trilha de acesso do lado de Minas Gerais
Pico da Bandeira está localizado em: Brasil
Pico da Bandeira
Coordenadas 20° 26' 04" S 41° 47' 44" O
Altitude 2891,32 m (9486 pés)
Proeminência 2640 m
Isolamento 2 344[1]  km
Listas Ultra
Localização  Minas Gerais e  Espírito Santo Brasil Brasil
Cordilheira Serra do Caparaó
Rota mais fácil Alto Caparaó (Minas Gerais)
3.° Pico mais alto do Brasil

O Pico da Bandeira é o ponto mais alto do estado do Espírito Santo, e também de toda a Região Sudeste do Brasil. É também o terceiro ponto mais alto do país, com 2891,32 metros de altitude (medição feita por GPS pelo Projeto Pontos Culminantes do Brasil, do IBGE e do Instituto Militar de Engenharia, em 2004, e revista pelo IBGE em 2016 após novo mapeamento do geoide no território brasileiro).[2] [3]

Localização[editar | editar código-fonte]

O pico está localizado no Parque Nacional do Caparaó, na Serra do Caparaó, na divisa entre os municípios de Ibitirama, Espírito Santo, e Alto Caparaó, Minas Gerais. A carta topográfica do IBGE para a região,[4] publicada em 1977, mostra o cume propriamente dito inteiramente dentro do Espírito Santo, a poucos metros da divisa mineira, e alguns serviços de imagens de satélite, como o Google Maps, também o fazem. Entretanto, o Anuário Estatístico do Brasil, também do IBGE, lista o Pico da Bandeira como o ponto culminante de ambos os Estados, sendo esta a posição oficial do órgão.[5] Ainda segundo o mesmo Anuário, as coordenadas do pico são 20º26'04" de latitude sul e 41º47'44" de longitude oeste.

Isolamento topográfico[editar | editar código-fonte]

O Pico da Bandeira é notável por ser a montanha brasileira com o maior isolamento topográfico: 2344 km.[1] Isto significa que não há nenhum outro ponto na superfície da Terra com a mesma ou maior altitude que o seu cume a menos que essa distância, medida em círculo máximo. No caso, o ponto mais próximo de maior altitude que o Pico da Bandeira é o chamado "Pico 2960", que tem essa altitude aproximada em metros e se localiza na região pré-andina do departamento de Tarija, na Bolívia.[6] [7]

Em todo o continente americano, apenas o Aconcágua, na Argentina, e o Denali (também conhecido como Monte McKinley), no Alasca, respectivamente os pontos mais altos da América do Sul e da América do Norte, têm maior isolamento topográfico que o Pico da Bandeira, e em todo o mundo, há apenas 20 outras montanhas mais isoladas no sentido topográfico.[1]

Topônimo[editar | editar código-fonte]

Cume e desfiladeiro do lado do Espírito Santo

O pico possui esse nome porque, por volta de 1859, o imperador Pedro II determinou que fosse colocada uma bandeira do Império naquele que, na época, era tido como o ponto mais alto e imponente do Brasil.[8]

Acessos[editar | editar código-fonte]

Cruzeiro no cume do Pico da Bandeira

Mesmo sendo o terceiro ponto mais alto do Brasil, o Pico da Bandeira é a mais acessível das montanhas mais altas do país[9] pois existem trilhas muito bem sinalizadas pelo lado do Espírito Santo (portaria capixaba na comunidade de Pedra Menina, em Dores do Rio Preto) e também pelo lado de Minas Gerais (portaria mineira em Alto Caparaó). Porém, à noite há que se ter muita atenção para não se perder. Em alguns pontos das trilhas, a sinalização deixa a desejar, e em ambos os lados há entroncamentos de trilhas adjacentes. Na primeira realização do percurso, é aconselhável reservar um guia com antecedência; desta forma, o passeio é mais seguro.

Outro ponto importante é que dentro do parque não há restaurantes, nem nada do gênero (legislações de parques de preservação tornam a instalação desse tipo de estabelecimento muito dificultada); portanto, os visitantes devem levar comida e bebida, pois no local só existem fontes de água. É ainda aconselhável levar agasalhos e roupas secas ao subir, pois o suor molha a roupa e isso pode causar hipotermia mais tarde, quando a roupa esfriar.

Clima[editar | editar código-fonte]

O Pico da Bandeira é um dos pontos mais frios da região Sudeste. Não há nenhum registro da ocorrência de neve, devido à baixa latitude do local e aos invernos secos, embora geadas sejam comuns no inverno.[10] As temperaturas mínimas no pico podem ficar abaixo de 0 °C nos meses mais frios.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «World Peaks with 1000 km of Isolation» [Picos do mundo com 1000 km de isolamento]. Peakbagger (em inglês). Consultado em 2016-06-07. 
  2. «"Picos da Bandeira e do Cristal já têm novas altitudes"».  Acesso em 19/10/2009.
  3. IBGE (2016-02-29). Geociências: IBGE revê as altitudes de sete pontos culminantes. Press release. Página visitada em 2016-04-03.
  4. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Divisão de Geodésia e Cartografia. «"Carta Topográfica 1:50.000 - Manhumirim"» (PDF).  Rio de Janeiro: 1977. Acesso em 19/10/2009.
  5. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.http://memoria.nemesis.org.br/trf_arq.php?a=90000065 | título = "Anuário Estatístico do Brasil - volume 66 - 2006" | ISSN = 0100-1299 | formato = PDF}} Rio de Janeiro: 2007. Tabela 1.3.2.2, pág. 1-31. Acesso em 19/10/2009.
  6. «Pico da Bandeira». Peakbagger (em inglês). Consultado em 2016-07-12. 
  7. «Pico 2960». Peakbagger (em inglês). Consultado em 2016-07-12. 
  8. Instituto Chico Mendes da Biodiversidade. http://www.icmbio.gov.br/parna_caparao/index.php?id_menu=92. Acesso em 26/05/2010.
  9. 360 graus.com.br,http://360graus.terra.com.br/montanhismo/default.asp?did=27417&action=geral. Acesso em 26/05/2010.
  10. Bourguignon, Natália (2015-04-04). «Neve no Espírito Santo? Há quem jure de pés juntos que já viu!». Gazeta Online (Vitória [s.n.]). Consultado em 2016-01-15. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Bandeira de Minas Gerais
Minas Gerais
História • Política • Geografia • Fauna • Flora • Demografia • Economia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.