Pierluigi Piazzi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pierluigi Piazzi
Nome completo Pierluigi Piazzi
Nascimento 29 de janeiro de 1943
Bolonha, Itália
Morte 22 de março de 2015 (72 anos)
São Paulo, SP, Brasil
Residência São Paulo
Nacionalidade italiano
Ocupação Professor
Radialista
Topógrafo
Principais interesses Educação
Neurologia
Inteligência
Neurolinguística

Pierluigi Piazzi (Bolonha, 29 de janeiro de 1943São Paulo, 22 de março de 2015) foi um professor italiano naturalizado brasileiro. É considerado um dos nomes mais influentes da ficção científica no Brasil, além de ter sido muito prestigiado ao longo de seus anos como professor.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Pierluigi Piazzi nasceu em Bolonha, na Itália, em dia 29 de janeiro de 1943. Emigrou para o Brasil no ano de 1954.[1] Durante a sua juventude trabalhou como garçom, confeiteiro, motorista de caminhão, topógrafo e tratorista. Na década de 1960, formou-se em Química Industrial pela Escola Técnica Oswaldo Cruz (ETOC) e em seguida em Física, curso que iniciou na Universidade Presbiteriana Mackenzie, mas veio a concluir na Universidade de São Paulo. Em 1980, tornou-se um membro da Mensa, e descobriu a sua paixão pelo ensino, tendo a partir de então se dedicado a lecionar principalmente em cursinhos, acumulando ao longo dos anos cerca de 100 mil alunos.[2][3][4][5][6]

Ao aliar a sua experiência como professor e os conhecimentos adquiridos ao lecionar Inteligência Artificial e Configuração de Redes Neurais num curso de Engenharia da Computação, conseguiu identificar os erros no sistema educacional brasileiro. Por mais de dez anos viajou pelo Brasil e visitou centenas de escolas fazendo palestras para pais, alunos e professores, mostrando como evitar esses erros.[7]

É considerado um dos nomes mais influentes da ficção científica no Brasil, além de ter sido cofundador da Editora Aleph.[2] Também foi um educador muito prestigiado por conta do sucesso em seus cursos. Como escritor, nos últimos anos dedicou-se a neurolinguística em que publicou vários livros sobre o assunto buscando tratar do assunto de forma didática e acessível ao público em geral. Isso lhe conferiu nos últimos anos grande destaque na mídia e também lhe rendendo várias palestras pelo Brasil.[5]

Piazzi faleceu vítima de complicações por conta de um câncer na madrugada de 22 de março de 2015 no hospital Albert Einstein, da cidade de São Paulo.[2] Na mesma manhã daquele dia, a família comunicou o seu falecimento bem como informações relativas a cerimônia funebre na conta do Facebook do finado professor:[5]

Obras[editar | editar código-fonte]

Dentre os livros de autoria de Pierluigi Piazzi, constam:[3]

  • Aprofundando-se no MSX (1987)
  • Aprendendo Inteligência. Manual de Instruções do Cérebro Para Estudantes em Geral - Volume 1 (2015)
  • Estimulando Inteligência. Manual de Instruções do Cérebro de Seu Filho - Volume 2 (2015)
  • Ensinando Inteligência. Manual de Instruções do Cérebro do Seu Aluno - Volume 3 (2015)
  • Inteligência em Concursos. Manual de Instruções do Cérebro Para Concurseiros e Vestibulandos - Volume 4 (2015)
  • Estimulando Inteligência (2008)
  • Aprendendo Inteligência11 (2008)
  • Ensinando Inteligência - Volume 1 (2009)
  • Inteligência em Concursos (2013)

Referências

  1. «Ex-apresentador da Rádio Jovem Pan, Pierluigi Piazzi, morre aos 72 anos». Jovem Pan Online. 23 de março de 2015 
  2. a b c «Morre Pierluigi Piazzi, fundador da Aleph». Terra Zero - Notícias, Quadrinhos e ComicPod (em inglês). 22 de março de 2015 
  3. a b editoraaleph. «Autores – editoraaleph». www.editoraaleph.com.br. Consultado em 10 de outubro de 2017 
  4. «Ex-Apresentador da Rádio Jovem Pan morre aos 72 anos». Rádio Jovem Pan 
  5. a b c «Morre Pierluigi Piazzi, fundador da Aleph». Terra Zero - Notícias, Quadrinhos e ComicPod (em inglês). 22 de março de 2015 
  6. «Ex-apresentador da Rádio Jovem Pan, Pierluigi Piazzi, morre aos 72 anos | Jovem Pan Online». jovempan.uol.com.br. Consultado em 17 de março de 2018 
  7. «Morre aos 72 anos fundador da Editora Aleph». Publishnews 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]