Pigmalião 70

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pigmalião 70
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Comédia romântica
Duração 45 minutos
Estado Finalizada
Criador(es) Vicente Sesso
Baseado em Pigmalião, de George Bernard Shaw
País de origem Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Régis Cardoso
Elenco
Tema de abertura "Pigmalião 70", Umas e Outras[1][2]
Exibição
Emissora de televisão original Rede Globo
Transmissão original 2 de março24 de outubro de 1970
N.º de episódios 204
Cronologia
Programas relacionados Totalmente Demais

Pigmalião 70 é uma telenovela brasileira que foi produzida pela Rede Globo e exibida entre 2 de março e 24 de outubro de 1970, totalizando 204 capítulos, substituindo A Cabana do Pai Tomás e sendo substituída por A Próxima Atração. Escrita por Vicente Sesso, baseada na peça Pigmalião, de George Bernard Shaw, foi dirigida por Régis Cardoso e produzida em preto-e-branco.[3][4]
Foi a 7.ª "novela das sete" exibida pela emissora.

Produção e exibição[editar | editar código-fonte]

A história principal de Pigmalião 70 é uma adaptação da peça Pigmalião, de George Bernard Shaw. Na peça, um professor tenta transformar uma modesta vendedora de flores numa dama da sociedade. Já na novela, os papéis foram invertidos: é uma mulher que se propõe a transformar a vida de um vendedor de frutas.[4] A peça já havia inspirado o filme Minha Bela Dama, de George Cukor, estrelado por Audrey Hepburn e Rex Harrison.[5] A trama marca o retorno da temática contemporânea nas novelas exibidas às 19h, sendo a última A Grande Mentira.

A jornalista Marisa Raja Gabaglia fez uma participação na novela como Ivone. Na mesma década, Marisa faria as entrevistas de sábado do Jornal Hoje. Silvio Santos também fez uma participação especial na novela, vivendo o apresentador do Programa Silvio Santos, que ele próprio comandava, na época, na Globo.[5]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Adaptação da peça homônima, de George Bernard Shaw, a trama conta a história de Fernando Dalba, o Nando, um rapaz simples e bonachão que está noivo da doce Candinha. Ele trabalha numa feira vendendo frutas com sua mãe, a Baronesa, e os seus amigos Gino e Guiomar.[6]

Um dia, ele bate no carro da viúva milionária Cristina Guimarães, mãe do inseguro Kico, patroa da divertida secretária Marlene e dona de um salão de beleza, que decide ensiná-lo a se comportar como uma pessoa da aristocracia.[7] A bela Cristina faz isso para vencer uma aposta com o amigo, o empresário Carlito Catalão, mas acaba se apaixonando por Nando.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator[4][8] Personagem[4][8]
Sérgio Cardoso Fernando Dalba (Nando)
Tônia Carrero Cristina Guimarães
Susana Vieira Cândida (Candinha)
Edney Giovenazzi Carlito Catalão
Wanda Kosmo Baronesa Dalba
Felipe Carone Gino
Norah Fontes Guiomar
Célia Biar Mirtes Catalão
Sérgio Viotti Conde Fúlvio von Rolambach
Carmem Silva Condessa Cavanca
Jardel Mello Alberto
Betty Faria Sandra
Adriano Reys Juan Carlos
Maria Luíza Castelli Laila (Lala)
Rachel Martins Carola von Rolambach
Marcos Paulo Kico Guimarães
Jacyra Silva Marlene
Herval Rossano Fábio
Íris Bruzzi Marilu
Jece Valadão Oswaldo
Eloísa Mafalda Ester
Ida Gomes Júlia
Renato Master Sérgio
Elizabeth Gasper Helena Catalão
Luiz Magnelli Terêncio
Mary Daniel Irmã Andressa
Álvaro Aguiar Magalhães

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Ator[8] Personagem[8]
Dilma Lóes Princesa Von Rolambach
Hilton Prado Walter
Marisa Raja Gabaglia Ivone
Silvio Santos Ele mesmo

Música[editar | editar código-fonte]

Pigmalião 70
Trilha sonora de Vários intérpretes
Lançamento 1970
Gênero(s) Vários
Formato(s) LP, K7
Gravadora(s) Philips Records[2]
Produção Nelson Motta[2]

Capa: Logotipo da Novela[1][2]

Nacionais
  1. Pigmalião 70 - Umas e Outras
  2. A Feira - Jackson do Pandeiro
  3. Tema de Cristina - Erlon Chaves
  4. Tema de Kiko - The Youngsters
  5. Pêndulo - Egberto Gismonti
  6. Ao Redor - Claudete Soares
  7. Tema de Cristina - José Briamonte
  8. Tema de Nando e Candinha - Érlon Chaves
  9. A Feira - Wilson das Neves
  10. Ao Redor - Globetes
  11. Povos - Érlon Chaves
  12. Pigmalião 70 - Erlon Chaves
Internacionais
  1. We have all the time - John Barry
  2. On Her Majesty´s Secret Service - John Barry
  3. Maybe Tomorrow - Peter Nero
  4. Come Saturday Morning - Peter Nero

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Num dos muitos modismos lançados por telenovelas, o corte de cabelo usado por Tônia Carrero na trama foi apelidado de "Corte Pigmalião".[9]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Betty Faria, que interpretou a personagem Sandra, recebeu o Troféu Helena Silveira de melhor atriz coadjuvante.[4]

Referências

  1. a b «Trilha Sonora de 'Pigmalião 70'». Memória Globo. Consultado em 4 de dezembro de 2011. 
  2. a b c d «Pigmalião 70 - Trilha Sonora». Teledramaturgia. Consultado em 9 de abril de 2012. 
  3. «Memória Globo: Trabalhos na TV Globo - Vicente Sesso». Memória Globo. Consultado em 31 de janeiro de 2013. 
  4. a b c d e «Pigmalião 70 - Teledramaturgia». Teledramaturgia. Consultado em 9 de abril de 2012. 
  5. a b «Pigmalião 70 - Curiosidades». Memória Globo. Consultado em 4 de dezembro de 2011. 
  6. «Pigmalião 70 - Trama Principal». Memória Globo. Consultado em 4 de dezembro de 2011. 
  7. «Pigmalião 70 - Galeria de Personagens». Memória Globo. Consultado em 4 de dezembro de 2011. 
  8. a b c d «Ficha Técnica». Memória Globo. Consultado em 9 de abril de 2011. 
  9. «Pigmalião 70 - Figurino e Caracterização». Memória Globo. Consultado em 4 de dezembro de 2011. 
Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.