Pikachu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ni hon go2.png Este artigo contém texto em japonês.
Sem suporte multilingual apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de kanji ou kana.
Pikachu
ピカチュウ
Primeira aparição Pokémon Red e Blue (1996)
Vozes Japão Ikue Ōtani
Chika Sakamoto
Satomi Kōrogi
Tomoe Hanba (PMD Especial)
Tōru Ōkawa (Meitantei Pikachu)
Perfil
Espécie Pokémon
Personagem de Pokémon
Portal Animangá

Pikachu (ピカチュウ, Pikachū?) é uma espécie de Pokémon, pertencente à franquia de mídia Pokémon da Nintendo. Ele apareceu pela primeira vez no Japão em 1996, nos jogos eletrônicos Pokémon Red e Blue, criado por Satoshi Tajiri. Originalmente criado como um personagem secundário, Pikachu tornou-se o mascote do universo Pokémon depois de ter sido escolhido como o personagem principal na adaptação televisiva do jogo, ao lado de seu treinador Ash Ketchum. Ele também é considerado o Pokémon mais popular da franquia.

Geralmente descrito como um rato eléctrico, Pikachu foi criado pelo estúdio Game Freak e desenhado por Ken Sugimori. Ele foi criado juntamente com a sua evolução, Raichu, que também tem uma pré-evolução, Pichu; a partir da segunda geração. Pikachu é do tipo elétrico e ocupa a 25ª posição na Pokédex Nacional, a enciclopédia que lista as diferentes espécies de Pokémon.

Pikachu é mundialmente famoso sendo considerado um ícone kawaii, e como um equivalente japonês do Mickey Mouse, sendo parodiado e aparecido em outras séries de animação como Os Simpsons e Drawn Together.

Criação

O design de Pikachu foi inspirado em um rato.

Sendo de propriedade da Nintendo, a franquia Pokémon apareceu no Japão em 1996, nos jogos eletrônicos Pokémon Red e Blue. Seu conceito básico é a captação e formação de criaturas chamadas de Pokémon, em lutadores por seu treinador pokémon. Cada Pokémon tem um ou dois tipos - tais como água, fogo ou vegetal - que determinam os seus pontos fracos e fortes em combate. Através do treinamento, eles aprendem novos ataques e podem evoluir para um outro Pokémon.[1]

Como a maioria dos outros Pokémons, o design de Pikachu foi feito por Ken Sugimori e a equipe do estúdio Game Freak. Ele foi criado como parte da primeira geração dos jogos Pokémon, Pokémon Red e Blue, lançado fora do Japão, sob o título Pokémon Red e Blue.[2][3] Porém, Pikachu não fez parte do primeiro jogo de Pokémon, no entanto, é, o primeiro Pokémon do tipo elétrico criado,[4] por isso ele serve como um exemplo deste tipo de Pokémon.[5]

Quanto ao nome Pikachu (ピカチュウ, Pikachū?, em japonês), Satoshi Tajiri, o criador de Pokémon, explicou em uma entrevista que ele foi criado a partir das onomatopeias japonesas de faísca (ピカ, pika?) e do guincho de um rato (チュウ, chū?), assim apresentando-o como um rato elétrico;[4] porém, alguns sites de fãs presumiram que viram este nome como uma referência para o pika.[6][7] Quase todos os Pokémons tiveram os seus nomes adaptados no lançamento de Pokémon em outros países, Pikachu manteve o seu nome original, simplesmente transcrito em alfabetos latinos como "Pikachu", em cirílico como "Пикачу", e coreano como "피카츄".

Pikachu foi um dos primeiros Pokémons a ser criado.[4] Mas a partir de 1996, quando o Pokémon Red e Blue bateu todos os recordes de vendas no Japão, a Nintendo estava à procura de um mascote para representa a sua franquia. O primeiro derivado, o mangá Pokémon Pocket Monsters, tem como o principal Pokémon Clefairy, cujo o seu único parceiro era o Pikachu.[1][8] No entanto, foi Pikachu que foi escolhido como mascote da franquia e o primeiro Pokémon de Ash na série animada; ele foi escolhido pelos desenvolvedores dada a sua popularidade entre as crianças de ambos os sexos,[4] e pelo o seu aspecto kawaii, o que permitiu que a Nintendo atingisse um público mais jovem, do sexo feminino.[8] A sua pele amarela, uma das três cores primárias, também lhe permitiu ser facilmente reconhecível pelas crianças, pois o único personagem da mesma cor era o Ursinho Pooh.[8]

Descrição

Descrito como um rato,[9] os Pikachus são pequenos roedores de quarenta centímetros e de seis quilogramas,[9] com um corpo redondo, e pernas curtas e uma longa cauda em seu corpo. Seu pelo é curto e de cor amarela, com exceção de suas duas listras marrom nas costas e a ponta de suas orelhas pretas, eles também tem dois discos vermelhos em cada bochecha e sua cauda tem um formato de um raio. Geralmente são bípedes. Como praticamente todos os Pokémons, o Pikachu não fala; na série animada, ele se comunica verbalmente repetindo as sílabas do seu nome com tons diferentes ou através da linguagem corporal.[10]

Código QR de Pikachu na Pokédex 3D.

De acordo com a Pokédex, a enciclopédia fictícia Pokémon,[11] os Pikachus são um Pokémon frugívoro[12] que vivem em grupos florestais às escondidas,[13][12] e são desconfiados, eles monitoram a área ao seu arredor através de sua cauda.[14] Pikachu é um tipo de Pokémon elétrico:[15] os bolsos em suas bochechas, identificado por discos vermelhos que decoram, são capazes de gerar choques elétricos de intensidade variável, chegando até o nível de poder de um raio.[16] Em vez de escalar árvores em busca de frutas, os Pikachus descarregam esses choques elétricos em pequena quantidade na base da árvore que fazem as frutas caírem no chão, facilitando a captura de alimentos,[12][17] eles também são usados para defesa;[18] um fato curioso, é que quando um Pikachu está na presença de um campo magnético, é incapaz de descarregar eletricidade, causando sintomas semelhantes aos da gripe.[19] Suas bochechas crepitam quando está irritado, ou quando se sente ameaçado[20] – e quando ele está adormecido porque ele se recarrega durante o sono.[21] A sua cauda permite que o Pikachu possa atrair um raio;[14] em grupo, eles podem desencadear grandes tempestades.[9]

Pikachu ocupa o vigésimo quinto lugar na Pokédex. Ele evolui para Raichu através da Pedra do Trovão - embora nos desenhos animados, ele se recusa a evoluir, bem como em Pokémon Yellow.[1] Na segunda geração de jogos Pokémon aparece Pichu, uma pré-evolução de Pikachu, que vem de um ovo de Pikachu ou Raichu; ele evolui para Pikachu ao ganhar um certo nível de carinho nutrido de seu treinador.

Aparições

Pikachu apareceu pela primeira vez em 1996 nos jogos eletrônicos japoneses Pokémon Red e Blue. E hoje está presente em quase todos os jogos eletrônicos da franquia, tendo geralmente um papel secundário; e ocupa um dos papeis centrais na série de televisão, filmes e mangás baseados no universo Pokémon, e no jogo eletrônico Pokémon Yellow. É também um dos Pokémons representados em Pokémon Trading Card Game.

Nos jogos eletrônicos

Pikachu em um Game Boy Color.

Pikachu aparece quase em toda a série de jogos eletrônicos de Pokémon, aparecendo pela primeira vez em 1996 nos jogos japoneses Pokémon Red (ポケットモンスター 赤, Poketto Monsutā Aka?) e Pokémon Blue (ポケットモンスター 緑, Poketto Monsutā Midori?), no Ocidente, foi lançado sob o título Pokémon Red e Blue. Desde a primeira edição destes jogos, Pikachu sempre aparece de nível baixo e que pode ser capturado e nunca comercializado, exceto nas versões Black e White e Black 2 e White 2 no qual ele não aparece. O Pikachu de nível 88 utilizado pelo treinador Red que aparece no final de Pokémon HeartGold e SoulSilver é dito como o único Pokémon não jogável que apareceu em um jogo de Pokémon.[1]

Em combate, os ataques mais poderosos de Pikachu são Thunderbolt e Thunder, todos de tipo elétrico;[22] alguns Pikachus foram distribuídos em eventos promocionais que cotinham ataques que normalmente não poderiam aprender, como Surf e Fly.[23]

Série de televisão e filmes

Da esquerda para a direita: cosplay de Pikachu, Ash e Misty.

A série de anime e filmes retrata as aventuras de Ash Ketchum e seu Pikachu, em suas viagens por diversas regiões do universo Pokémon.

No primeiro episódio, Ash recebe seu Pikachu do Professor Carvalho como Pokémon inicial. Primeiramente, Pikachu ignora os pedidos de Ash, atacando-o frequentemente e se recusando a ser armazenado na forma convencional de transporte Pokémon, a Pokébola. Porém, Ash se arrisca para salvá-lo de um ataque de Spearow selvagens e o leva para um Centro Pokémon para curá-lo. Depois do fato, Pikachu começa a se aproximar de Ash e os dois se tornam amigos, mas ele continua a recusar a Pokébola. Pouco depois, Pikachu demonstra um grande potencial que o diferencia de outros Pikachu, levando a Equipe Rocket a tentar capturá-lo diversas vezes.

Outros Pikachu selvagens e treinados aparecem na série, frequentemente interagindo com Ash e seu Pikachu. O mais notável é o Pikachu de Richie, Sparky. Como a maioria dos Pokémon existentes, Pikachu se comunica apenas através de sílabas de seu nome. Ele é dublado por Ikue Ōtani.

Em outras mídias

Pikachu é um dos Pokémon utilizados em diversos mangás da franquia. Em Pokémon Adventures, os personagens Red e Yellow treinam o mesmo Pikachu em momentos diferentes. Alguns mangás, como As Aventuras Elétricas de Pikachu, retratam especificamente o Pikachu de Ash em histórias diversas[24].

Cards colecionáveis de Pikachu já existem desde o lançamento do jogo de cartas Pokémon Trading Card Game em 1996, incluindo cards em edições limitadas. O personagem também já foi usado em campanhas promocionais de redes de fast-food como McDonald's, Wendy's e Burger King. Também é alvo de diversas paródias.

Recepção

Pikachu é um personagem muito popular no mundo, principalmente no Japão, ao ponto de ter sido chamado como o equivalente japonês de Mickey Mouse.[4][8] E considerado um ícone da cultura kawaii.[25][26][8] Além de ser o mascote, ele é o personagem mais popular da franquia.[8] De modo que, mostrando apenas a sua imagem, o Pokémon amarelo é facilmente reconhecido por adolescentes[27] e adultos.[28]

Ver também

Referências

  1. a b c d Alvin, Haddadène; Loup, Lassinat-Foubert (2015). Générations Pokémon. 20 ans d'évolutions (em francês) [S.l.: s.n.] ISBN 9791094723203. 
  2. «2. 一新されたポケモンの世界» (em japonês). Nintendo. p. 2. Consultado em 12 de outubro de 2016. 
  3. Bishop, Stuart (30 de maio de 2008). «Game Freak on Pokémon !» (em inglês). CVG. Consultado em 12 de outubro de 2016. 
  4. a b c d e Larimer, Time (22 de novembro de 1999). «The Ultimate Game Freak» (em japonês). TIME Asia. Consultado em 12 de outubro de 2016. 
  5. «『ポケットモンスター』ˈˈスタッフインタビュー» (em japonês). Nintendo. Consultado em 12 de outubro de 2016. 
  6. «Pikachu não é um rato!». Consultado em 12 de outubro de 2016. 
  7. «Étymologie de Pikachu» (em francês). Puissance Pokémon. Consultado em 12 de outubro de 2016. 
  8. a b c d e f Tobin, Joseph Jay (2004). Pikachu's Global Adventure: the Rise and Fall of Pokémon (em inglês) Duke University Press [S.l.] ISBN 0822332876. 
  9. a b c Pokédex de Pokémon Red e Blue, Game Freak, Nintendo, 8 de outubro de 1999, Game Boy.
  10. Mark, Pizzato (23 de outubro de 2008). The Japanification of Children's Popular Culture: From Godzilla to Miyazaki (em inglês) Scarecrow Press [S.l.] Consultado em 21 de outubro de 2016. 
  11. MacDonald, Mark (1 de setembro e 1999). Pokemon Trainer's Survival Guide (em inglês) Sandwich Islands Publishing [S.l.] ISBN 9781884364259. 
  12. a b c Pokédex de Pokémon Gold e Silver, Game Freak, Nintendo, 6 de abril de 2001, Game Boy.
  13. Pokédex de Pokémon Diamond e Pearl, Game Freak, Nintendo, 22 de abril de 2007, Nintendo DS.
  14. a b Pokédex de Pokémon Gold e Silver, Game Freak, Nintendo, 6 abril 2001, Game Boy.
  15. «Pikachu - Pokédex». www.pokemon.com. Consultado em 21 de outubro de 2016. 
  16. Pokédex de Pokémon Ruby e Sapphire, Game Freak, Nintendo, 21 de outubro de 2005, Game Boy Advance.
  17. Pokédex de Pokémon Diamond e Pearl, Game Freak, Nintendo, 22 de março de 2009, Nintendo DS.
  18. Pokédex de Pokémon FireRed e LeafGreen, Game Freak, Nintendo, 9 de setembro de 2004, Game Boy Advance.
  19. Pokédex de Pokémon Ruby e Sapphire, Game Freak, Nintendo, 25 de julho de 2003, Game Boy Advance.
  20. Pokédex de Pokémon Diamond e Pearl, Game Freak, Nintendo, 22 de abril de 2007, Nintendo DS
  21. Pokédex de Pokémon Ruby e Sapphire, Game Freak, Nintendo, 25 de julho de 2003, Game Boy Advance.
  22. De Govia, Mario (2007). Pokémon Diamond Version & Pearl Version (em inglês) Prima Games [S.l.] p. 26. 
  23. «Take a pokewalk through the Yellow Forest» (em inglês). IGN. 1 de abril de 2010. Consultado em 30 de outubro de 2016. 
  24. «Ás aventuras Eletricas do Pikachu». Skoob. Consultado em 31 de Janeiro de 2016. 
  25. (17 de dezembro de 1999) "Des figures de la culture « kawaii » imprégnées des valeurs japonaises" (em francês). Le Monde.
  26. Allison, Anne (2002). «The Cultural Politics of Pokemon Capitalism» (PDF) (em inglês). Consultado em 21 de outubro de 2016. 
  27. Buchanan, Kym. «George Bush vs. Pikachu: Students' Recognition of Famous People vs. Video Game Characters» (PDF) (em inglês). Michigan State University. 
  28. Sepúlveda, Álvaro García (2011). «The Biggest of All Families - The History of Taxonomy and its Impact on Society» (PDF) (em inglês). University of Otago. Consultado em 21 de outubro de 2016. 

Ligações externas

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pikachu