Pilatus Aircraft

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pilatus Aircraft Ltd.
Pilatus Aircraft logo.svg

Pilatus PC-12-47E, Pilatus Aircraft Ltd. AN2259727.jpg
PC-12, a aeronave mais bem sucedida da empresa
Indústria Aeroespacial
Fundação 10 de Dezembro de 1939
Sede Stans, Suíça
Pessoas-chave Markus Bucher (CEO)
Oscar J. Schwenk (Chairman)
Empregados 1,905 (Junho de 2016)
Produtos Aviões para uso civil
Website oficial www.pilatus-aircraft.com

Pilatus Aircraft Ltd. é uma empresa fabricante de aviões localizada na cidade de Stans, Suíça. A empresa emprega em 2016, mais de 1,905 pessoas.

História[editar | editar código-fonte]

A empresa foi fundada em 10 de Dezembro de 1939 pela empresa armamentista Oerlikon-Bührle, e construção de um novo edifício para produção foi iniciada em Março de 1940. A empresa foi fundada para fazer manutenção e reparos para a Força Aérea Suíça, sendo que o primeiro trabalho da nova empresa era montagem de peças de reposição para o biplano de reconhecimento EKW C-35, além de trabalhos de revisão em outros modelos.

O primeiro projeto foi um avião de treino de um único assento, designado P-1, embora este tenha sido abandonado antes de ser construído. O projeto seguinte foi a construção do Pilatus SB-2 que tinha sido concebido pelo Instituto Federal Suíço de Tecnologia. O SB-2 voou pela primeira vez em 30 de Maio de 1944, e teve apenas um exemplar construído.

Em 1942, a empresa ganhou um contrato do Exército Suíço para modificar 33 unidades do EKW C-3603. Na sequência do projeto abandonado P-1, a empresa começou novamente sobre o desenvolvimento de um avião de treinamento de dois lugares, denominado Pilatus P-2. O P-2 voou pela primeira vez em 27 de Abril de 1945, e a empresa recebeu um pedido de encomenda da Força Aérea Suíça para a nova aeronave.

Durante 1945, a empresa produziu um protótipo de um monomotor de transporte leve, designado P-4. O P-4 voou pela primeira vez em 22 de Março de 1948, mas apenas um exemplar foi construído. Durante a década de 1940 a empresa produziu uma série de desenhos de planadores de madeira e passou a produzir a fuselagem e a cauda para a produção em licença do De Havilland Vampire e De Havilland Venom.

Em 1951 a empresa trabalhou no P-5, um projeto de uma aeronave de observação de artilharia, mas este não chegou a ser construído. Então iniciou-se, em 1953, o desenvolvimento do P-3, um monomotor de treino. A Força Aérea Suíça encomendou a nova aeronave, e logo após isso, a empresa alcançou a sua primeira encomenda de exportação, de seis unidades do P-3 para a Marinha do Brasil.

Em 1958 começou o desenvolvimento de uma aeronave leve de transporte de passageiros STOL, que surgiu como o PC-6 Porter, que voou pela primeira vez em 04 de Maio de 1959. Em 1965, uma variante bimotora do PC-6 foi construída e designada como PC-8 Twin Porter, e voou pela primeira vez em 15 de Novembro 1967, manteve-se como um protótipo, e seu desenvolvimento foi interrompido em 1972. Outro projeto foi o PC-10, um bimotor de 16 passageiros, mas não foi construído.

Em 1966, a empresa comprou os direitos do planador de metal B-4, projetado pela empresa Firma Rheintalwerke G. Basten, tendo voado pela primeira vez em 07 de Novembro de 1966. A Pilatus reprojetou o modelo para produção mais fácil e o redesignou como B-4/PC-11. O PC-11 voou pela primeira vez em 05 de Maio de 1972, e a empresa construiu 322 unidades do planador até 1980.

Em 1966 uma variante do P-3 equipada com um motor turboélice foi desenvolvida, e foi designada como PC-7. O protótipo caiu durante o voo de teste e seu desenvolvimento foi colocado em espera até a década de 1970. Em 1975, um outro protótipo foi desenvolvido, e depois de um maior desenvolvimento foi comercializado como o PC-7 Turbo Trainer.

Em 1979, Pilatus adquiriu a Britten-Norman, fabricante das aeronaves Britten-Norman Islander e Britten-Norman Defender.

Em 1982, o desenvolvimento de uma melhor variante do PC-7 foi iniciado, surgindo como o PC-9 em 1984. O desenvolvimento do que viria a ser o maior sucesso de vendas da empresa foi iniciado em 1987, surgindo como o PC-12, um monomotor turboélice de transporte com capacidade para até 12 passageiros ou cargas. O protótipo do PC-12 voou pela primeira vez em 31 de Maio de 1991.

Para promover a família de aviões de treinamento militar, o turboélice PC-21 foi desenvolvido e voou pela primeira vez em 2002.

Com base em feedback de clientes, que desejavam uma aeronave que possuísse uma maior velocidade e alcance do que o PC-12, mantendo a robustez geral e a capacidade de utilizar pistas muito curtas, a Pilatus desenvolveu o PC-24, a primeira aeronave a jato da empresa. O primeiro voo da aeronave ocorreu em 11 de Maio de 2015, e está prevista sua introdução no mercado em meados de 2017.

Lista de Aeronaves:[editar | editar código-fonte]

Imagem Designação Descrição Unidades construídas Ano Observações
Pilatus P-1 Ansicht.jpeg Pilatus P-1 Monomotor a pistão de treinamento;

Monoplano de asa-baixa;

Somente projeto; 1941
Pilatus SB-2 HB-AEP.jpg Pilatus SB-2 Monomotor a pistão STOL;

Monoplano de asa-alta;

Cauda em H;

1 unidade construída; 1944
Meeting Ferté Alais-0108.jpg Pilatus P-2 Monomotor a pistão de treinamento;

Monoplano de asa-baixa;

55 unidades construídas; 1945
Pilatus P-3 A-829.jpg Pilatus P-3 Monomotor a pistão de treinamento;

Monoplano de asa-baixa;

79 unidades construídas; 1953
PilatusP4frontseite.JPG Pilatus P-4 Monomotor a pistão;

Monoplano de asa-alta;

1 protótipo contruído; 1948
Pilatus P-5.jpeg Pilatus P-5 Monomotor a pistão;

Monoplano de asa-alta;

Somente projeto; 1951
Pilatus PC-6 SkydiveLillo JD18032008.jpg Pilatus PC-6 Monomotor a pistão ou turboélice STOL;

Monoplano de asa-alta;

>581 unidades construídas; 1959 Ainda em produção;
Pilatus PC-7, Switzerland - Air Force JP7211053.jpg Pilatus PC-7 Monomotor turboélice de treinamento;

Monoplano de asa-baixa;

>618 unidades construídas; 1966 Ainda em produção;
PC-8D seite.jpg Pilatus PC-8D Monomotor a pistão STOL;

Monoplano de asa-alta;

1 protótipo construído; 1967
Pilatus PC 9 111209 1.jpg Pilatus PC-9 Monomotor turboélice de treinamento;

Monoplano de asa-baixa;

>265 unidades construídas; 1984 Ainda em produção;
Pilatus PC-10.jpeg Pilatus PC-10 Bimotor turboélice;

Monoplano de asa-alta;

Somente projeto; 1970
Pilatus B4-PC11 AF D-3993.jpg Pilatus B4-PC11 Planador; 322 unidades construídas; 1972
Pilatus PC-12-45, Royal Flying Doctor Service AN0636290.jpg Pilatus PC-12 Monomotor turboélice;

Monoplano de asa-baixa;

>1,400 unidades construídas; 1991 Ainda em produção;
Pilatus pc-21 hb-hzc lands arp.jpg Pilatus PC-21 Monomotor turboélice de treinamento;

Monoplano de asa-baixa;

>131 unidades construídas; 2001 Ainda em produção;
Pilatus PC-24 roll-out.jpg Pilatus PC-24 Bimotor a jato;

Monoplano de asa-baixa;

3 protótipos construídos; 2014 Em desenvolvimento;

Fase de finalização;

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pilatus Aircraft
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.