Pingo-d'Água

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Pingo-d'água
Vista parcial de Pingo-d'Água a partir da Igreja São Sebastião

Vista parcial de Pingo-d'Água a partir da Igreja São Sebastião
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 21 de dezembro de 1995 (22 anos)[1]
Gentílico pingodaguense
Prefeito(a) Artur Carlos da Silva (PDT)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Pingo-d'água
Localização de Pingo-d'água em Minas Gerais
Pingo-d'água está localizado em: Brasil
Pingo-d'água
Localização de Pingo-d'água no Brasil
19° 43' 37" S 42° 24' 28" O19° 43' 37" S 42° 24' 28" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Região
intermediária

Ipatinga IBGE/2017[2]

Região
imediata

Ipatinga IBGE/2017[2]

Região metropolitana Vale do Aço
Municípios limítrofes Bom Jesus do Galho, Marliéria, Dionísio e Córrego Novo
Distância até a capital 243 km
Características geográficas
Área 66,570 km² [3]
População 4 873 hab. estatísticas IBGE/2017[4]
Densidade 73,2 hab./km²
Altitude 250 m
Clima tropical quente semiúmido Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,619 médio PNUD/2010[5]
PIB R$ 34 032 mil IBGE/2014[6]
PIB per capita R$ 7 175,18 IBGE/2014[6]

Pingo-d'Água é um município brasileiro no interior do estado de Minas Gerais, Região Sudeste do país. Pertence ao colar metropolitano do Vale do Aço e sua população estimada em 2017 era de 4 873 habitantes.[4]

História[editar | editar código-fonte]

O atual município de Pingo-d'Água foi criado inicialmente como distrito pertencente a Córrego Novo, mediante a lei municipal nº 459, de 22 de junho de 1994. A emancipação foi decretada pela lei estadual nº 12.030, de 21 de dezembro de 1995, instalando-se a 1 de janeiro de 1997.[1]

Geografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com a divisão do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística vigente desde 2017,[7] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária e Imediata de Ipatinga.[2] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, o município fazia parte da microrregião de Caratinga, que por sua vez estava incluída na mesorregião do Vale do Rio Doce.[8]

A cidade está situada no Vale do Rio Doce e é cercada por cerca de 40 lagoas naturais, próximas ao Parque Estadual do Rio Doce, que conta com cerca de 35 mil hectares de floresta nativa e configura-se como um dos últimos remanescentes da Mata Atlântica em Minas Gerais. Clubes de Futebol: Juping, Flamenguinho e Saet.

Comércio[editar | editar código-fonte]

O comércio de Pingo-d'Água está pautado na venda de alimentos e roupas. Conta com mercearias, bares, pensões, lojas de roupas e açougues. Ressalta-se, que grande parte da população realizam suas compras no Vale do Aço devido à maior concorrência e variedade de preços.

Saúde[editar | editar código-fonte]

Devido ao número de habitantes, o município conta com uma Unidade Básica de Saúde (Maria de Lourdes Guimarães), localizada no centro da cidade. O município também apresenta um Programa Saúde da Família (PSF), sendo este composto por duas equipe de agentes comunitários de saúde. Ressalta-se que os casos mais graves são encaminhados em sua grande maioria para o Hospital de Referência - Vital Brasil localizado na cidade de Timóteo. Esses atendimentos são realizados via SUS e através de pactuações realizados através de convênio.

Comunicação[editar | editar código-fonte]

Em 2012, Pingo-d'Água possuía cobertura de duas das principais operadoras de telefonia celular: Tim e Oi. Possui serviços de internet prestados através de dois provedores: NovoNet (Coronel Fabriciano) e Tecnowireles (Bom Jesus do Galho).

Imagens[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (2007). «Pingo-d'Água - Histórico» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 30 de outubro de 2014. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2014 
  2. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 25 de setembro de 2017 
  3. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (15 de janeiro de 2013). «Área territorial oficial». Consultado em 30 de outubro de 2014. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2014 
  4. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (30 de agosto de 2017). «Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2017» (PDF). Consultado em 25 de setembro de 2017 
  5. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking IDH-M Municípios 2010». Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 30 de outubro de 2014. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2014 
  6. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2014). «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2014». Consultado em 28 de março de 2017. Cópia arquivada em 28 de março de 2017 
  7. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 25 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 25 de setembro de 2017 
  8. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1990). «Divisão regional do Brasil em mesorregiões e microrregiões geográficas» (PDF). Biblioteca IBGE. 1: 76–78. Consultado em 25 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 25 de setembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.