Pinguim-das-galápagos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaPinguim-das-galápagos
Galapagos penguin (Spheniscus mendiculus) -Isabela2.jpg

Estado de conservação
Espécie em perigo
Em perigo (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Sphenisciformes
Família: Spheniscidae
Género: Spheniscus
Espécie: S. mendiculus
Nome binomial
Spheniscus mendiculus
Sundevall, 1871
Distribuição geográfica
Galapagos Penguin.png

O pinguim-das-galápagos (Spheniscus mendiculus) é uma ave da ordem Sphenisciformes (pinguins), nativa do Arquipélago de Galápagos. Esta espécie de pinguim é, endemicamente, a mais setentrional de todas, vivendo junto à Linha do Equador. Desse modo, esta é a única espécie de pinguins que pode ser encontrada no hemisfério norte.[1]

Este pinguim tem 50 centímetros de altura e 2 quilos de peso. Suas asas medem 23 centímetros. Seu corpo é preto e branco com nuances azuladas. O bico é curto, curvado na ponta.

São monogâmicos e permanecem com o mesmo parceiro toda a vida. As posturas resultam em dois ovos, que são incubados alternadamente pelo macho e fêmea. O ninho e as crias nunca são deixados ao abandono.

A espécie encontra-se classificada como Em Perigo, com uma população de menos de 2 000 indivíduos.[1]

Referências

  1. a b «Pinguins equatorianos numa fria»  ((o))eco, visto em 1 de abril de 2018.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Aves, integrado no Projeto Aves é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.