Pinocchio's Revenge

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pinocchio's Revenge
No Brasil Pinóquio - O Perverso[1]
 Estados Unidos
1996 •  cor •  96 min 
Direção Kevin S. Tenney
Produção
  • Jeff Geoffray
  • Walter Josten
Roteiro Kevin S. Tenney
Elenco
  • Rosalind Allen
  • Todd Allen
  • Aaron Lustig
  • Ron Canada
  • Candace McKenzie
  • Lewis Van Bergen
  • Larry Cedar
  • Brittany Alyse Smith
Gênero slasher
terror psicológico
Música Dennis Michael Tenney
Cinematografia Eric Anderson
Edição Daniel Duncan
Companhia(s) produtora(s) Trimark Pictures
Distribuição Trimark Pictures
Blue Rider Productions
Lançamento
  • 7 de outubro de 1996 (1996-10-07)
Idioma inglês

Pinocchio's Revenge é um filme de terror psicológico americano de 1996, escrito e dirigido por Kevin S. Tenney e distribuído pela Trimark Pictures. É estrelado por Rosalind Allen e Todd Allen e foi lançado diretamente em vídeo. O enredo gira em torno de um advogado que leva para casa um boneco de madeira que foi encontrado enterrado com um garoto supostamente morto por seu pai. Sua filha de 8 anos, Zoe, vê o boneco e o trata como seu. Logo os acidentes começam a acontecer e Jennifer luta para encontrar a causa, enquanto começa a questionar o bem-estar da filha e se pode ou não haver algo estranho no boneco.[2][3][4][5][6][7] O filme está mais perto "da ideia original de Don Mancini com Child's Play".[8]

Foi conceitualizado como Bad Pinocchio, escrito como The Pinocchio Syndrome, filmado como 'Pinocchio' e, logo depois, lançado em VHS e LaserDisc em 23 de setembro de 1997.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Apesar das evidências apresentadas pela promotora (Larry Cedar), Jennifer Garrick (Rosalind Allen), a advogada que defende Vincent Gotto (Lewis Van Bergen), acusado de assassinar crianças no corredor da morte, acredita que seu cliente não é culpado e está omitindo a identidade do verdadeiro assassino. Uma colega advogada em seu escritório (Ron Canada) explica a presença de um grande boneco do Pinóquio sentado em sua cadeira como uma prova tardia de que ela o havia requisitado anteriormente (o boneco havia sido enterrado por seu cliente no túmulo de seu filho). Com a intenção de examiná-lo na esperança de encontrar uma pista que possa impedir sua execução, ela o leva para casa e sua filha emocionalmente frágil Zoe (Brittany Alyse Smith) confunde-o com um presente de aniversário. Ela desenvolve um relacionamento com o boneco e fica desequilibrada em um grau ainda maior.

Logo, ela até acredita que o boneco é real e fala com ela, embora isso não seja incomum, pois ela mantinha um relacionamento semelhante com as outras bonecas. O problema acontece quando um colega de escola de Zoe que a intimida é empurrado na frente de um ônibus, e Zoe culpa Pinóquio por protegê-la. Logo depois, o namorado de Jennifer, David Kaminsky (Todd Allen) é derrubado nas escadas do porão enquanto o bebê está sentado, mas é salvo por Zoe ligando para o 911. Mais tarde, Zoe está em uma de suas sessões de terapia quando seu psiquiatra Dr. Edwards (Aaron Lustig) precisa sair da sala, e Zoe começa a conversar com Pinóquio sobre quem é o culpado pelo acidente de David, ambos colocando a culpa um no outro.

Um vídeo de vigilância na sala é assistido pela mãe e pelo psiquiatra e é revelado que Zoe está falando sozinha. Naquela noite, Pinóquio convence Zoe a libertá-lo para que ele possa admitir a David que ele é o culpado pelo acidente. Zoe o faz prometer que não fará nada de errado e corta as cordas, e nesse momento Pinóquio salta, declarando sua liberdade e sai pelas ruas escuras com Zoe em perseguição. Pela perspectiva da primeira pessoa, vemos uma pessoa desconhecida passar pelo hospital através de multidões para o quarto de David e desconectar uma de suas máquinas, matando-o.

Jennifer questiona Zoe, que afirma ter se perdido enquanto ela e Pinóquio tentam encontrar o hospital e nunca foram até lá, o que causa uma Jennifer irritada e confusa trancar Pinóquio no porta-malas de seu carro. Naquela noite, Zoe fica sob os cuidados da babá Sophia (Candace McKenzie), quando Sophia lembra que Zoe deu a Pinóquio uma consciência (um críquete capturado no início do filme). Zoe corre para seu quarto para checá-lo, o encontra quebrado. e começa a gritar. Sophia corre para ter certeza de que está bem, onde é atingida por uma lança de ferro pontiaguda desconhecida até a morte. Jennifer chega em casa naquela noite durante uma tempestade para encontrar a babá morta e Zoe em pé em um corredor escuro e silencioso. Quando Jennifer tenta confrontar Zoe, ela foge em pânico. Enquanto Jennifer explora a casa, ela fica impressionada com a arma do crime e vê a filha em pé acima dela com ela na mão.

Sua filha explica que ela conseguiu desviar da lança de Pinóquio, mas eles precisam escapar rapidamente, mas antes que Jennifer possa investigar mais, Zoe se foi. Jennifer se levanta para ver Pinóquio em pé na sala, quando ele de repente se vira na direção dela e a ataca com uma faca, seguindo com uma perseguição e batalha pela casa. Jennifer joga Pinóquio através de uma mesa de vidro e vê que sua filha está repentinamente deitada no lugar dele. O filme termina com Zoe estando catatônica e Jennifer afirmando que não era ela e que ela não desistirá até que melhore e possa ir embora, para a qual o Dr. Edwards afirma: "Espero que não, pelo seu bem, espero que não."

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Lewis Van Bergen como Vincent Gotto
  • Larry Cedar como procurador distrital
  • Janet MacLachlan como juíza Allen
  • Rosalind Allen como Jennifer Garrick
  • Brittany Alyse Smith como Zoe Garrick
  • Ron Canada como Barry
  • Aaron Lustig como Dr. Edwards
  • Todd Allen como David Kaminsky
  • Sal Viscuso e Ed Bernard como guardas da prisão
  • Dick Beals como a voz de Pinóquio

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.