Pioneer 4

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pioneer 4
Pioneer-3-4.gif
Pioneer 4
Descrição
Tipo Sobrevoo
Identificação NSSDC 1959-013A
Duração da missão 3 dias e 10 horas
Propriedades
Massa 6.1 kg
Missão
Contratante(s) Jet Propulsion Laboratory
Data de lançamento 03 de março de 1959
Veículo de lançamento Juno II
Local de lançamento Estados UnidosCabo Canaveral, Flórida, Estados Unidos
Fim da missão 6 de março de 1959
Planet - The Noun Project.svg Portal Astronomia

A Pioneer 4 foi uma sonda espacial, em formato de cone e estabilizada por rotação, sendo a primeira missão espacial não-tripulada bem sucedida dos Estados Unidos. Foi lançada pela ABMA em conjunto com a recém criada NASA, em 3 de março de 1959, usando como lançador o foguete Juno II. A missão Pioneer 4, passou quase 60 000 km da superfície da Lua, o que não foi suficiente para acionar o seu sensor fotoelétrico, impedindo o acionamento dos seus experimentos. A sonda entrou em órbita solar.

Missão[editar | editar código-fonte]

A sonda Pioneer 4 foi uma sonda em forma de cone com 51 centímetros de altura e 23 centímetros de diâmetro na sua base. O cone da sonda foi composto por uma fina de fibra de vidro revestida com um revestimento de ouro para torná-la condutora eletricamente (o ouro é um bom condutor) e pintada com riscas brancas para manter a temperatura entre 10 °C e 50 °C. Na ponta do cone tinha um pequeno dispositivo que, junto com a sonda, atuava como uma antena. Na base do cone tinha um anel com pilhas de mercúrio que fornecia a potência elétrica necessária. Um sensor fotoelétrico se projetava a partir do centro do anel. O sensor foi projetado com duas células fotoelétricas que seriam estimuladas pela luz refletida da Lua, quando a sonda estivesse a uma distância de 30 mil quilômetros da superfície da Lua. No centro do cone havia um tubo de alimentação de tensão e de dois tubos Geiger-Muller. Um transmissor com uma massa de 500 gramas emitia um sinal de 0,1 W com uma frequência de 960,05 MHz.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Pioneer 4 foi lançado em 3 de março de 1959 do complexo de lançamento 5 de Cabo Canaveral com um foguete lançador Juno II, que também lançou Pioneer 3 no ano anterior.

Trajetória[editar | editar código-fonte]

Após um lançamento bem sucedido, a sonda Pioneer 4 alcançou o seu objectivo primário, ou seja, obter uma viagem bem sucedida até a Lua. Foram obtidos dados da radiação cósmica, além de uma experiência valiosa da viagem espacial. A sonda passou a 58 983 quilômetros da superfície da Lua (7,2° E, 5,7° S) em 4 de março de 1959 às 22:25 UTC a uma velocidade de 7 230 km/h. A distância não estava perto o suficiente para acionar o sensor fotoelétrico. A sonda continuou a transmitir dados de radiação do espaço por 82,5 horas, a uma distância de 658 000 quilômetros, e atingiu o periélio em 18 de março de 1959 às 01:00 UTC. Depois a sonda entrou em uma órbita heliocêntrica do Sol, tornando-se a primeira sonda dos EUA a obter a velocidade de escape da Terra.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

NASA Jet Propulsion Laboratory Pioneer 3 e 4

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.