Pirâmide de Miller

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Representação gráfica da Pirâmide de Miller.

Em educação médica, a Pirâmide de Miller é usada como uma ferramenta para o desenvolvimento de métodos de construção do conhecimento e de avaliação, bem como é utilizada para construção de objetivos de aprendizado[1] .

Foi publicada pela primeira vez em 1990, por George Miller, na revista Academic Medicine, em seu artigo The assessment of clinical skills/competence/performance[2] .

Ela é composta por 4 níveis, da base para o ápice: Sabe, Sabe como, Mostra como, Faz. Os 2 primeiros estão no âmbito do conhecimento cognitivo, teórico. Os dois superiores estão no nível de comportamento, técnicas e habilidades, prática.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Referências

  1. University of Leeds, School of Medicine. Miller's Pyramid. Página visitada em 18 de outubro de 2012.
  2. Miller, GE. (1990). "The assessment of clinical skills/competence/performance" (em inglês). Academic Medicine 65 (9): s63-s67.