Piripiri (Piauí)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2011).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Piripiri
Vista de Piripiri de cima do morro.

Vista de Piripiri de cima do morro.
Bandeira de Piripiri
Brasão de Piripiri
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 4 de julho
Fundação 4 de julho de 1910 (106 anos)
Gentílico piripiriense
Prefeito(a) Luiz Menezes (PMDB)
(2017–2020)
Localização
Localização de Piripiri
Localização de Piripiri no Piauí
Piripiri está localizado em: Brasil
Piripiri
Localização de Piripiri no Brasil
04° 16' 22" S 41° 46' 37" O04° 16' 22" S 41° 46' 37" O
Unidade federativa  Piauí
Mesorregião Norte Piauiense IBGE/2008[1]
Microrregião Baixo Parnaíba Piauiense IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Brasileira, Capitão de Campos, Domingos Mourão, Barras, Batalha
Distância até a capital 160 km
Características geográficas
Área 1 408,928 km² [2]
População 62 600 hab. IBGE/2014[3]
Densidade 44,43 hab./km²
Altitude 170 m
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,635 (PI: 13º) – médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 216 343,031 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 490,81 IBGE/2008[5]
Página oficial

Piripiri é um município do estado do Piauí, no Brasil. De acordo com estimativas de 2014 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sua população era de 62 600 habitantes.[3]

Localiza-se a uma latitude 04º16'24" sul e a uma longitude 41º46'37" oeste (Google Earth: lat=-4.270664, lon=-41.781189), estando a uma altitude de 170 metros. Fica no entroncamento da rodovia BR-343 (acesso para Teresina lado oeste e para Parnaíba lado norte) com a rodovia BR-222 (acesso para Fortaleza).

História[editar | editar código-fonte]

Até o início da colonização portuguesa, no século XVI, a região era habitada pelos tremembés.[6]

O padre Domingos de Freitas e Silva é considerado o fundador da cidade. Em 1844, ele começou a cultivar as terras que dariam origem ao engenho Anajás, produtor de cachaça e rapadura. Posteriormente, o padre dividiu o terreno da fazenda em lotes e os doou a quem quisesse morar ali, o que deu origem à cidade. Em 1860, Piripiri se tornou distrito de paz. Em 1874, foi elevada à categoria de vila. Em 1884, foi fundada a primeira igreja matriz da cidade. Em 1910, Piripiri tornou-se município autônomo. Em 1954, foi construída a atual igreja matriz da cidade. Em 1987, foi fundado o museu de Piripiri.[7]


Atrações turísticas[editar | editar código-fonte]

A cidade de Piripiri desenvolve seu potencial turístico com os seguintes atrativos:

Igreja matriz de Piripiri, termo da Diocese de Parnaíba
  • Açude Caldeirão - Está localizado a 7,5 quilômetros da cidade e conta com uma capacidade de 54 600 000 metros cúbicos de água. Bastante utilizado como fonte de lazer com vários bares e restaurantes, movimentado o ano inteiro.
  • Pilões - Situado no  do mato, entre a zona de Piripiri e o açude Caldeirão, é um conjunto de formações rochosas, com fauna e flora do cerrado e água para mergulho. De difícil acesso,sendo feito a pé por veredas entre mato, moitas e pedras.
  • Museu Perypery - Museu que funciona em um prédio que funcionava uma agência bancária e uma casa de festas. Conta com várias peças que resgatam a história de Piripiri.
  • Parque Municipal Cachoeira da Conceição - Com 28 hectares de floresta nativa, está localizado distante do centro. Possui uma piscina natural e áreas para lazer.
  • Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Remédios - Construída pelos franciscanos na década de 1950 com base na Catedral de São Paulo, em Münster, na Alemanha. É o local onde é realizada a festa religiosa da padroeira da região, atraindo centenas de turistas.
  • Memorial Expedito Resende - Erguido em 1985 e é mantido pelo Governo do Estado. Possui peças em exposição do Embaixador Expedito Resende, um auditório com capacidade para 200 pessoas, e ainda uma biblioteca com cerca de 2 mil obras.
  • Biblioteca Municipal Casa das Letras - Funciona onde era uma antiga Usina de Energia. Recebe vários estudantes e professores por dia. Atualmente conta com uma biblioteca com cerca de 5 mil livros.
  • Praça de Eventos Arimatéa Sousa - Funciona em um local onde se encontrava a antiga Estação Ferroviária da cidade, e conta com um grandioso espaço que recebe eventos de muito público.
  • Cachoeira do Bota-Fora - Também conhecida como Cachoeira Grande é um local de lazer que possuí um centro de visitantes e uma cachoeira para os banhistas.
  • Açude Anajás - Local que é pouco utilizado como lazer, e principalmente é utilizado por pescadores por ter grande quantidade de peixes.
  • Praça da bandeira - Principal praça em frente à igreja matriz de Nossa Senhora dos Remédios.
  • Santuário de Nossa Senhora dos Remédios - Localizado no Morro da Saudade, possui uma grande estátua da santa padroeira do município.

Bibliotecas[editar | editar código-fonte]

  • Biblioteca Municipal Casa das Letras, criada por lei municipal em 10 de novembro de 1937[8]
  • Biblioteca da UESPI
  • Biblioteca da Unidade Escolar José Narciso da Rocha Filho
  • Biblioteca Desembargadora Nídia de Assunção Aguiar
  • Biblioteca Centro Educacional SESC LER Piripiri

Universidades[editar | editar código-fonte]

Praça em frente ao câmpus da UESPI em Piripiri
  • Universidade Estadual do Piauí: Direito, Pedagogia, Inglês, Português, Química, Física, Ciência da computação e matemática.
  • Christus Faculdade do Piauí - CHRISFAPI: Administração, Contábeis, Direito, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Serviço Social.
  • Instituto Federal do Piauí- IFPI: Licenciatura Plena em Matemática, Superior e técnico em Administração, técnico em Vestuário, Superior em Desing de Moda.
  • Universidade do norte do Paraná - UNOPAR: Serviço social, administração, história, pedagogia, ciências contábeis, educação física, dentre outros.

Comunicações[editar | editar código-fonte]

Estações de rádios[editar | editar código-fonte]

Consulte abaixo a listagem das rádios que são captadas em Piripiri:


Emissoras de TV[editar | editar código-fonte]

Consulte abaixo a listagem dos canais de televisão que são captadas em Piripiri:


Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. a b «Estimativa populacional 2014 IBGE». Estimativa populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 3 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  6. BUENO, E. Brasil: uma história. 2ª edição. São Paulo. Ática. 2003. p. 19.
  7. Cidadeverde.com. Disponível em http://cidadeverde.com/noticias/60638/piripiri-conheca-a-origem-da-cidade-e-a-historia-de-seu-fundador. Acesso em 15 de março de 2017.
  8. BASTOS, Cláudio de Albuquerque. Dicionário Histórico e Geográfico do Estado do Piauí. Teresina; Fundação Cultura Monsenhor Chaves, 1994, página 77

Ligações externas[editar | editar código-fonte]