Pisoteamento em Antananarivo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pisoteamento em Antananarivo
Data 26 de junho de 2019
Localização Antananarivo, Madagáscar
Tipo Pisoteamento
Mortes 16
Lesões não fatais 101

O pisoteamento em Antananarivo ocorreu no dia 26 de junho de 2019 em Antananarivo, Madagascar, no 59.º dia da Independência do país, antes de um concerto no Estádio Municipal Mahamasina. O show estava prestes a começar e as pessoas acreditaram que já podia-se entrar no estádio e começaram a empurrar umas às outras, mas a polícia deixou as portas fechadas.[1] Pelo menos 16 pessoas morreram e outras 101 ficaram feridas.[2][3]

Um desfile militar ocorreu mais cedo no estádio, e o presidente ruandês, Paul Kagame, estava presente como convidado de honra de Andry Rajoelina, presidente de Madagáscar.[4] Rajoelina, sua esposa e outros funcionários do governo visitaram os feridos no hospital da cidade para oferecer suas condolências após o incidente, e Rajoelina prometeu pagar todas as despesas de hospitalização.[3]

Referências

  1. Bezain, Laetitia (26 de julho de 2019). «Stadium stampede in Madagascar's capital kills 15, wounds 80». ABC News. Consultado em 27 de junho de 2019 
  2. «Al menos 16 muertos y 82 heridos en una estampida en un estadio de Madagascar» (em espanhol). 20minutos. 27 de junho de 2019. Consultado em 27 de junho de 2019 
  3. a b Busari, Stephanie; Adebayo, Bukola (27 de junho de 2019). «Madagascar stadium stampede kills 16 during celebrations». CNN. Consultado em 3 de julho de 2019 
  4. «Stadium Stampede in Madagascar's Capital Kills 15, Wounds 80». The New York Times. 26 de junho de 2019. Consultado em 3 de julho de 2019