Piteå

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Suécia Piteå

Piitme • Pite • Pita

 
  Cidade  
Piteå em 1968
Piteå em 1968
Centro de Piteå
Centro de Piteå
Piteå está localizado em: Suécia
Piteå
Localização de Piteå
Coordenadas 65° 20' N 21° 30' E
Região Norlândia
Província Bótnia Setentrional
Condado Bótnia Setentrional
Comuna Piteå
Área
- Total 23,5 km²
População (2018)
 - Total 23 350
    • Densidade 993,6 hab./km²

Piteå, Pitea ou Pita (em sueco: Piteå; em finlandês: Piitme; em lapão de Piteå: Pite; em latim: Pita) é uma cidade da Suécia situada na província da Bótnia Setentrional, no condado da Bótnia Setentrional, na comuna de Piteå, onde é capital. Segundo censo de 2018, possuía 23 350 habitantes. Em área, ocupa 23,5 quilômetros quadrados.[1] Seu dialeto local chama-se pitamês (Pitemål).[2][3] Em Piteå e arredores circula o jornal diário Piteå-Tidningen.[4] Um prato típico da cidade chama-se Pitepalt.[5]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome Piteå está associado ao rio Pite (em sueco: Piteälven), antigamente chamado Pita, cuja origem, sueca ou finlandesa, é incerta. A terminação -eå está ligada a duas raízes etimológicas convergentes, uma das quais influenciada pelo sufixo å (rio). A cidade foi citada como Pitu, em 1335.[6][7]

História[editar | editar código-fonte]

Piteå foi citada pela primeira vez em 1335, durante a Idade Média. Em 1620, foi fundada a cidade moderna por 44 colonos para aí destacados. Recebeu o seu "título de cidade" em 1621, com o desígnio de incrementar o comércio com os lapões da região. Em 1666, um grande incêndio destruiu-a. Dois anos depois, em 1668, a cidade foi reconstruída num local na proximidade mais apropriado às atividades marítimas. Em 1716, a povoação foi pilhada e devastada pelos russos. A pouco e pouco voltou a ser reconstruída, até que em 1765 lhe foi concedido o direito a "exportar e importar mercadorias", em simultâneo com Luleå, Umeå e Torneå. Quando o condado da Bótnia Setentrional foi fundado em 1810, foi sua capital até 1856, ano em que foi substituída nessa função pela sua rival Luleå.[8][9]

Turismo[editar | editar código-fonte]

Piteå é um importante ponto turístico da Bótnia Setentrional, atraindo especialmente visitantes noruegueses. O centro de lazer de Pite Havsbad atrai anualmente inúmeros visitantes.[10]

Educação[editar | editar código-fonte]

  • Escola Superior de Música (Musikhögskolan i Piteå, uma filial da Universidade Técnica de Lula)[11]
  • Centro de investigação de técnica de energia (Energitekniskt centrum)[12]
  • Escola secundária Strömbacka (Strömbacka Gymnasieskola)[13]
  • Escola superior popular (Framnäs folkhögskola)[14]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • «Piteå». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo. 2018 
  • «Pitemål». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo. 2018 
  • «Piteå-Tidningen». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo. 2018 
  • «Pitepalt». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo. 2018 
  • «Piteå». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo. 2018 
  • Pamp, Bengt (1988). «Piteå». Ortnamnen i Sverige (Nomes de localidades da Suécia) (em sueco). Lunda: Studentlitteratur. 199 páginas. ISBN 91-44-01535-6 
  • Wahlberg, Mats (2003). «Piteå». Svenskt ortnamnslexikon (Dicionário das localidades suecas) (em sueco). Upsália: Språk- och folkminnesinstitutet e Institutionen för nordiska språk vid Uppsala universitet. ISBN 91-7229-020-X