Pitiríase

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pitiríase
Pitiríase liquenoide varioliforme aguda.
Classificação e recursos externos
CID-9 696.5
MeSH D010915
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pitiríase

Pitiríase é o termo que designa afecções de pele, caracterizadas por formação de escamas e descamação. Cada tipo tem uma causa, sintomas e tratamento diferentes. O diagnóstico geralmente é apenas clínico ou com uma biópsia de pele confirmatória. [1]

Pitiríase rósea

Há os seguintes tipos[2]:

  • Pitiríase alba: manchas claras secas e descamativas em face, comum em crianças, podem coçar e ficar vermelhas. Melhora em alguns dias com uso de hidratantes.
  • Pitiríase liquenoide: Erupções cutâneas que começam rosadas e se tornam marrons antes de desaparecer. Uma rara parapsoríase, que pode se transformar em um Linfoma cutâneo de células T.
    • Crônica: Mais leve, dura entre quatro e dez meses.
    • Varioliforme aguda: Mais grave, dura de quatro a oito semanas.
  • Pitiríase rósea: uma resposta possivelmente desencadeada pelo vírus da Roseola (Herpes 6 e 7), gera pápulas em todo o corpo duram por dois meses, que coçam muito e desaparecem mesmo sem tratamento. Pode ser acompanhada de febre, cansaço, náusea e dor de cabeça.
  • Pitiríase rubra pilar: manchas vermelhas (rubra) e engrossadas em couro cabeludo, nas palmas das mãos e nas plantas dos pés além de erupções papulosas em folículos pilosos (pilaris). Podem demorar anos para desaparecer.
  • Pitiríase versicolor: manchas descoloradas causada por um fungo (Malassezia globosa) mais visível ao se bronzear.
  • Pitiríase capitis: caspa comum.

Referências

  1. SILVA, Carlos Roberto. et. al. Compacto dicionário ilustrado de saúde. 4. ed. São Caetano do Sul: Yendis Editora, 2009.
  2. http://pitiriasis.org/