Pixie Lott (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pixie Lott
Álbum de estúdio de Pixie Lott
Lançamento 1 de agosto de 2014 (2014-08-01)
Gravação 2012–13:
Gênero(s)
Duração 42:40
Idioma(s) Inglês
Formato(s)
Gravadora(s) Virgin EMI
Produção
  • Jerry Abbott
  • A.D.A.M.
  • Rami Afuni
  • Craze & Hoax
  • Dreamlab
  • Jon Green
  • Mads Hauge
  • Jay Reynolds
  • Jack Splash
  • Phil Thornalley
Cronologia de Pixie Lott
Young Foolish Happy
(2011)
Singles de Pixie Lott
  1. "Nasty"
    Lançamento: 7 de março de 2014
  2. "Lay Me Down"
    Lançamento: 24 de julho de 2014

Pixie Lott é o autointitulado terceiro álbum de estúdio da cantora inglesa Pixie Lott. O disco foi lançado em 1º de agosto de 2014 pela gravadora Virgin EMI. A canção "Nasty" serviu como o primeiro single do trabalho.

Antecedentes e lançamento[editar | editar código-fonte]

Depois de completar a turnê do seu álbum Young Foolish Happy em 2012,[1][2] Lott anunciou em junho daquele ano que daria início à gravação do seu terceiro disco. A cantora disse ao Daily Star que viajaria à Nova York para trabalhar com "os caras que fizeram os discos da Motown [Records] nos anos de 1960".[3] O álbum também foi gravado em Miami e em Londres.[2][4][5] O trabalho foi finalizado pela metade de 2013, quando Lott anunciou que o lançaria em 2014.[6] Em dezembro, a artista confirmou durante um bate-papo pelo Google+ que o álbum seria autointitulado porque, de acordo consigo, é o que mais a representa de todos seus lançamentos.[7][2] Na mesma ocasião, a arte de capa do disco foi divulgada.[7] Inicialmente programado para ser lançado em 12 de maio de 2014,[2] o Pixie Lott teve seu lançamento adiado. Neste mesmo mês, Lott divulgou a lista de faixas e um vídeo na sua conta do Instagram em que confirmava a nova data de distribuição da obra para o Reino Unido como 4 de agosto de 2014.[4]

Divulgação[editar | editar código-fonte]

Junto à confirmação do título do álbum, Lott lançou um vídeo promocional da faixa "Heart Cry" que fora filmado em Paris e mostra a cantora lamentando-se por um relacionamento amoroso.[8][9][10] No evento do anúncio dos indicados aos Brit Awards de 2014 em 9 de janeiro, a cantora apresentou "Nasty", música que viria a ser lançada como o primeiro single do Pixie Lott em 7 de março.[8][4][11] "Nasty" atingiu a nona posição na tabela das canções mais vendidas no Reino Unido publicada pela Official Charts Company (OCC) e o número 43 na lista irlandesa da Irish Recorded Music Association (IRMA).[4][12] O vídeo acompanhante do single fora divulgado em 15 de janeiro e mostra cenas de Lott dançando numa festa.[13] Outras faixas promocionais incluem "Ain't Got You" e "Ocean", que foram lançadas pela cantora durante o período de divulgação do álbum. A última teve a gravação de uma apresentação acústica disponibilizada no canal de Lott no YouTube em 14 de maio de 2014.[14][15]

Em julho de 2014, o single promocional "Heart Cry" foi disponibilizado para download gratuito pela loja Amazon.co.uk no dia 21.[16] No dia 24 do mesmo mês, o segundo single oficial do Pixie Lott, "Lay Me Down", foi lançado.[17]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3 de 5 estrelas.[18]
Daily Express 2/5[19]
Daily Mail 3 de 5 estrelas.[20]
Evening Standard 3 de 5 estrelas.[21]
Irish Independent 2 de 5 estrelas.[22]
The Observer 1 de 5 estrelas.[23]
The Times 2 de 5 estrelas.[24]

O Pixie Lott recebeu, no geral, críticas mistas. Adrian Thrills, escrevendo para o Daily Mail, comentou que o álbum é de uma cantora "indo para a frente". Thrills afirmou que embora o álbum não contenha uma sonoridade inovadora pela influência das gravadoras Motown e Stax nas décadas de 1960 e 70, a voz de Lott é o maior destaque ao longo da audição das faixas, o que é perceptível nas mais lentas. Comparações com o disco anterior da artista, Young Foolish Happy, são feitas e, por ele conter muitas colaborações, o redator aponta que ela ficara sem muito espaço. Apesar disso, Thrills conclui que dessa vez no Pixie Lott, a inglesa está por conta própria e fazendo música "com petulância e segurança".[20] O crítico do Allmusic Stephen Thomas Erlewine foi favorável ao trabalho ao descrevê-lo como uma tentativa de Lott mudar sua própria imagem "jovial" se inspirando na sonoridade da Motown. Apesar disso, Erlewine afirma que é a característica divertida da cantora que torna o trabalho bom, pois, de acordo com ele, "Lott não consegue fugir dos seus instintos entusiásticos, e essa vivacidade é o motivo do Pixie Lott ser uma agradável obra de pop bem produzida".[18] Comentários sobre a mudança para um público mais adulto por parte de Lott foram feitos por David Smyth, do Evening Standard, que notou a dispensa de sons eletrônicos como no álbum anterior "em favor de um som mais orgânico que parece uma versão mais leve da Amy Winehouse". Canções elogiadas incluem "Break Up Song", "Out with a Bang" (sic) e "Kill a Man", das quais a última foi chamada de "improvável" por ser um trabalho feito com base no grupo de hip hop Cypress Hill. O redator terminou sua crítica: "Lott canta de uma forma impressionante, mas surpreendentemente com pouca emoção."[21]

O Pixie Lott também recebeu críticas negativas. Martin Townsend, do Daily Express, elogiou o primeiro single "Nasty" e chamou Lott de a cantora de música pop mais distintiva das últimas décadas, mas definiu o álbum apenas como contendo um "r'n'b contemporâneo comum e crescente diferenciado apenas pelo canto nasalizado meio feio de Lott".[19] Killian Fox, do The Observer, criticou a homenagem à sonoridade da Motown que a artista fizera. O editor abordou que no Pixie Lott, o estilo de música associado à gravadora fica "reduzido" e, embora a execução como um todo seja positiva, o álbum é homogêneo pela "produção conformista até as músicas fracas que revelam sobre o que são nos primeiros versos". Fox concluiu sua crítica: "Às vezes, a imitação não é um elogio tão bom assim."[23] O Irish Independent elogiou a voz da cantora, mas apontou que o problema principal do álbum é que a maioria dele "é de segunda mão", como explicado por "Nasty" soar como uma faixa de Aguilera, já que a música fora uma vez desta.[22]

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

O Pixie Lott, na trajetória semanal que terminou em 7 de agosto de 2014, estreou no número cem da lista publicada pela Irish Recorded Music Association (IRMA) com os cem álbuns mais vendidos na Irlanda.[25] Esta é a colocação mais baixa de um álbum de Lott no país.[26] No dia 10, a Official Charts Company (OCC) publicou que o Pixie Lott havia estreado na 15.ª posição da tabela britânica.[27] O disco teve vendas de 3.895 cópias na sua primeira semana no Reino Unido.[28] Dentro do último país, o trabalho alcançou, na sua semana de estreia, o número dezenove na Escócia pela lista regional da OCC.[29] Na Coreia do Sul, o Pixie Lott estreou na semana indicada para 3 a 9 de agosto em duas compilações para álbuns: a compreensiva de todos os vendidos no país, em que ele atingiu a octogésima quarta posição, e a exclusiva de artistas internacionais, em que o disco alcançou sua melhor colocação ao posicionar-se no número onze.[30][31] O trabalho também ficou no número 37 da lista mensal de agosto de 2014 para artistas estrangeiros na Coreia do Sul, onde o Pixie Lott vendeu 176 unidades no período indicado.[32]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Créditos adaptados da edição japonesa do Pixie Lott.[33]

N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Nasty"  
Jack Splash 2:46
2. "Lay Me Down"  
  • Adam Pallin
  • Ashton Parsons
  • Matt Parad
  • Jerry Abbott(a)
  • A.D.A.M.
3:25
3. "Break Up Song"  
3:47
4. "Champion"  
2:55
5. "Kill a Man"  
  • Lott
  • Afuni
  • Louis M. Freeze
  • Larry E. Muggerud
  • Senen Reyes
  • Lowell Fulsom
  • Jimmy McCracklin
  • Abbott(b)
  • Afuni
3:17
6. "Ain't Got You"  Andrew WyattJerry Abbott 4:08
7. "Heart Cry"  Afuni
  • Abbott(b)
  • Afuni
3:32
8. "Ocean"  
  • Lott
  • Jerry Abbott
  • Irvin
Abbott 4:13
9. "Raise Up"  
  • Lott
  • Harry Craze
  • Hugo Chegwin
  • Lisa Greene
  • Gavin Jones
3:37
10. "Bang"  
  • Lott
  • Afuni
  • Maureen Anne McDonald
  • Abbott(b)
  • Afuni
3:34
11. "Leaving You"  
  • Lott
  • Abbott
  • Irvin
Abbott 3:47
12. "Cry and Smile"  
  • P. Lott
  • Charlie-Ann Lott
  • Abbott
  • Andrew Jackson
Abbott 3:39
Duração total:
42:40
Notas
Créditos de amostras
  • "Nasty" e "Nasty" (com The Vamps) possuem demonstrações de "Dance Across the Floor", escrita por Harry Casey e Richard Finch; "Do It ('Til You're Satisfied), escrita por Billy Nichols; e "Funky President", escrita por James Brown.

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato Gravadora
 Alemanha 1° de agosto de 2014[35][36][37] Download digital Universal
 Irlanda CD e download digital
 Brasil 4 de agosto de 2014[38][39][40][41][42] Download digital
 Moçambique
Portugal Portugal
 Reino Unido CD e download digital Virgin EMI
 Japão 6 de agosto de 2014[34][43] Universal
Portugal Portugal 7 de agosto de 2014[44] CD
 Alemanha 8 de agosto de 2014[45]

Referências

  1. Chung-un, Cho (24 de maio de 2012). «Brit singer Pixie Lott enchants Korean audience». The Korea Herald (em inglês). Herald Media Inc. Cópia arquivada em 31 de maio de 2012 
  2. a b c d Lipshutz, Jason (27 de março de 2014). «Pixie Lott Talks New Self-Titled Album, 'Fuller' Live Show». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 20 de junho de 2014. Cópia arquivada em 20 de junho de 2014 
  3. Dawson, Kim; Cabooter, James (19 de junho de 2012). «Pixie Lott to join soul mates». Daily Star (em inglês). Consultado em 20 de junho de 2014. Cópia arquivada em 20 de junho de 2012 
  4. a b c d Moss, Liv (15 de maio de 2014). «Pixie Lott announces new album release date» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 20 de junho de 2014. Cópia arquivada em 20 de junho de 2014 
  5. McKnight, Jenni (7 de novembro de 2013). «Pixie Lott not ready to wed her model boyfriend Oliver Cheshire: We're still too young» (em inglês). Metro (UK). Consultado em 20 de junho de 2014. Cópia arquivada em 20 de junho de 2014 
  6. Ingham, James (23 de junho de 2013). «Pixie Lott's third album on the way». Daily Star (em inglês). Consultado em 20 de junho de 2014. Cópia arquivada em 20 de junho de 2014 
  7. a b Corner, Lewis (3 de dezembro de 2013). «Pixie Lott announces new single 'Nasty', self-titled album» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 20 de junho de 2014. Cópia arquivada em 20 de junho de 2014 
  8. a b «'Nasty' é o novo single da Pixie Lott». MTV Brasil. Viacom Networks. 10 de janeiro de 2014. Consultado em 20 de junho de 2014. Cópia arquivada em 20 de junho de 2014 
  9. Lansky, Sam (17 de dezembro de 2013). «Pixie Lott Comes Back Extra Soulful With "Heart Cry": Watch The Video» (em inglês). Idolator. Cópia arquivada em 20 de junho de 2014 
  10. «Novidades sobre o próximo disco da Pixie Lott». MTV Brasil. Viacom Networks. 12 de dezembro de 2013. Cópia arquivada em 22 de junho de 2014 
  11. «Nasty - Single by Pixie Lott» (em inglês). iTunes Store. Apple, Inc. Consultado em 20 de junho de 2014 
  12. «Discography Pixie Lott» (em inglês). irish-charts.com. Hung Medien. Consultado em 20 de junho de 2014 
  13. Corner, Lewis (15 de janeiro de 2014). «Pixie Lott gets sweaty in new single 'Nasty' music video - watch» (em inglês). Digital Spy. Cópia arquivada em 20 de junho de 2014 
  14. «Ouça "Ocean", faixa inédita de Pixie Lott» (em inglês). Globo FM. iBahia.com (Globo.com). 14 de maio de 2014. Cópia arquivada em 20 de junho de 2014 
  15. «Pixie Lott apresenta versão acústica de "Ocean"». Billboard Brasil. 25 de maio de 2014. Consultado em 20 de junho de 2014. Cópia arquivada em 20 de junho de 2014 
  16. «Heart Cry: Pixie Lott: Amazon.co.uk: MP3 Downloads» (em inglês). Amazon.co.uk. Cópia arquivada em 29 de julho de 2014 
  17. «Lay Me Down EP by Pixie Lott» (em inglês). iTunes Store. Apple, Inc. Consultado em 31 de julho de 2014 
  18. a b Erlewine, Stephen Thomas. «Pixie Lott, Pixie Lott: Overview» (em inglês). Allmusic. Rovi Corporation. Cópia arquivada em 6 de agosto de 2014 
  19. a b Townsend, Martin (3 de agosto de 2014). «Album Reviews: Gramercy Arms, Pixie Lott, Tom Petty and Andy Bell». Daily Express (em inglês). Consultado em 3 de agosto de 2014. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2014 
  20. a b Thrills, Adrian (31 de julho de 2014). «Big-voiced Pixie Lott performs with panache but there's nothing new with this latest album, writes ADRIAN THRILLS». Daily Mail. Cópia arquivada em 1º de agosto de 2014 
  21. a b Smyth, David (1º de agosto de 2014). «Album reviews of the week (Aug 1-7)». Evening Standard (em inglês). Cópia arquivada em 6 de agosto de 2014 
  22. a b «Other albums released this week at a glance». Irish Independent (em inglês). Irish Independent. 31 de julho de 2014. Cópia arquivada em 5 de agosto de 2014 
  23. a b Fox, Killian (3 de agosto de 2014). «Pixie Lott review – self-titled tribute to Motown gives musical homage a bad name». The Observer (em inglês). The Guardian. Consultado em 3 de agosto de 2014. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2014 
  24. Hodgkinson, Will (1º de agosto de 2014). «Pixie Lott: Pixie Lott». The Times (em inglês). requer inscrição paga para o texto integral. Cópia arquivada em 5 de agosto de 2014 
  25. a b «Top 100 Individual Artist Albums (Week Ending 7th August 2014)» (em inglês). Irish Recorded Music Association. Cópia arquivada em 8 de agosto de 2014 
  26. «Discography Pixie Lott» (em inglês). irish-charts.com. Hung Medien. Consultado em 8 de agosto de 2014 
  27. a b Myers, Justin (10 de agosto de 2014). «It's seventh week lucky for Ed Sheeran at the top of the Official Albums Chart» (em inglês). Official Charts Company. Cópia arquivada em 7 de setembro de 2014 
  28. Jones, Alan (11 de agosto de 2014). «Nico & Vinz's Am I Wrong sells over 100k to top singles chart». Music Week (em inglês). requer inscrição paga. Consultado em 12 de agosto de 2014 
  29. a b «2014 Top 40 Scottish Albums Archive (16th August 2014)» (em inglês). Official Charts Company. Cópia arquivada em 7 de setembro de 2014 
  30. a b «2014년 33주차 Album Chart» (em coreano). Gaon. Cópia arquivada em 8 de setembro de 2014 
  31. a b «2014년 33주차 Album Chart» (em coreano). Gaon. Cópia arquivada em 14 de agosto de 2014 
  32. a b «2014년 8월 Album Chart» (em coreano). Gaon. Cópia arquivada em 15 de setembro de 2014 
  33. (2014) Créditos do álbum Pixie Lott por Pixie Lott, pg. 7 e 12 [CD]. Japão: Virgin EMI Records/Universal Music Japan (UICW-10003).
  34. a b «ミュージック - ピクシー・ロット「Pixie Lott」» (em japonês). iTunes Store (Apple, Inc.). Consultado em 3 de agosto de 2014 
  35. «„Pixie Lott" von Pixie Lott» (em alemão). iTunes Store. Apple, Inc. Consultado em 7 de setembro de 2014 
  36. «Pixie Lott by Pixie Lott» (em inglês). iTunes Store. Apple, Inc. Consultado em 20 de junho de 2014 
  37. «LOTT,PIXIE - PIXIE LOTT» (em inglês). Tower Records (Irlanda). Cópia arquivada em 8 de agosto de 2014 
  38. «Pixie Lott de Pixie Lott». iTunes Store. Apple, Inc. Consultado em 20 de junho de 2014 
  39. «Pixie Lott by Pixie Lott» (em inglês). iTunes Store. Apple, Inc. Consultado em 20 de junho de 2014 
  40. «Pixie Lott de Pixie Lott». iTunes Store. Apple, Inc. Consultado em 20 de junho de 2014 
  41. «Pixie Lott, Pixie Lott (Format: Audio CD)» (em inglês). Amazon.co.uk. Consultado em 20 de junho de 2014 
  42. «Pixie Lott by Pixie Lott» (em inglês). iTunes Store. Apple, Inc. Consultado em 20 de junho de 2014 
  43. «ピクシー・ロット 【CD】» (em jp). Universal Music Japan. Cópia arquivada em 18 de julho de 2014 
  44. «LOTT, PIXIE - PIXIE LOTT». CDGO. Cópia arquivada em 8 de setembro de 2014 
  45. «Pixie Lott, Pixie Lott (Format: Audio CD)» (em alemão). Amazon.de. Consultado em 5 de agosto de 2014