Planeta dos Macacos: A Guerra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
War for the Planet of the Apes
Planeta dos Macacos: A Guerra (PT/BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2017 •  cor •  140[1] min 
Direção Matt Reeves
Produção Peter Chernin
Dylan Clark
Rick Jaffa
Amanda Silver
Roteiro Mark Bomback
Matt Reeves
Baseado em Personagens criados por Rick Jaffa e Amanda Silver

La planète des singes,
de Pierre Boulle

Elenco Andy Serkis
Woody Harrelson
Steve Zahn
Gabriel Chavarria
Judy Greer
Gênero Ação
Aventura
Drama
Ficçao Científica
Música Michael Giacchino
Cinematografia Michael Seresin[2]
Edição William Hoy
Stan Salfas
Companhia(s) produtora(s) Chernin Entertainment
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento Brasil 3 de agosto de 2017
Estados Unidos 4 de julho de 2017
Portugal 16 de julho de 2017
Idioma Inglês
Orçamento US$ 150 milhões[3]
Receita US$ 490.664.238[4]
Cronologia
Dawn of the Planet of the Apes
(2014)
Página no IMDb (em inglês)

War for the Planet of the Apes (no Brasil e em Portugal, Planeta dos Macacos: A Guerra) é um filme de ficção científica americano de 2017, dirigido por Matt Reeves e escrito por Mark Bomback e Reeves, sendo a sequência de Rise of the Planet of the Apes, de 2011, e Dawn of the Planet of the Apes, de 2014. É também o segundo da trilogia dirigido por Reeves. O filme mostra Andy Serkis, Woody Harrelson, Steve Zahn, Amiah Miller, Karin Konoval, Judy Greer e Terry Notary, e segue o confronto entre os macacos, liderados por César e os humanos para a sobrevivência da espécie.

As filmagens começaram em 14 de outubro de 2015, em Vancouver. O filme estreou em Nova York em 10 de julho de 2017 e foi lançado nos Estados Unidos em 14 de julho de 2017, pela 20th Century Fox.

Embora sua arrecadação nas bilheterias tenha sido menor do que seu antecessor, ainda assim, foi considerado um sucesso comercial, arrecadando mais de 480 milhões, mundialmente. Recebeu elogios por sua história, temas, direção, atuações (particularmente as de Serkis e Harrelson), cinematografia, efeitos visuais, sequências de ação e a forma como encerra a trilogia.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Após os eventos de Planeta dos Macacos: O Confronto, César e seus macacos são forçados a um conflito mortal com um exército de seres humanos liderados por um coronel cruel. Após os macacos sofrerem perdas inimagináveis, César luta com seus instintos e começa sua própria busca para vingar a espécie. Esta jornada traz face a face César e o Coronel que serão colocados um contra o outro em uma batalha épica que irá determinar o destino de ambas as espécies e o futuro do planeta.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Dois anos passaram-se[5] desde que Koba, um bonobo que odiava humanos, atacara os humanos sobreviventes de um vírus global em São Francisco. Este mesmo vírus que matou 98% da população mundial, fez símios tornarem-se sapientes. Liderados por César, estes organizaram-se num clã e serão forçados a lutar contra uma facção militar do que restou das forças armadas americanas, conhecida por Alpha-Omega. Ela tem em seu comando um misterioso e impiedoso coronel, quem subordina macacos anteriormente leais ao Koba. Estes são derogatorialmente chamados "jumentos".

Um ataque feito por um pelotão Alpha-Omega numa colonia símia é repelido quando César agrupa seus macacos numa forma defensiva. Capturando vivo um soldado chamado Preacher, três outros soldados e um gorila "jumento" chamado Red, César explica que ele executara Koba em decorrência da guerra e deseja paz entre as espécies. Ele então liberta os soldados, na esperança que sua atitude de misericórdia irá demonstrar ao coronel que seus macacos não são selvagens. Em seguida, Red escapa, ferindo o gorila albino Winter.

Enquanto cerimonialmente despede-se dos macacos mortos na batalha, César recebe de volta seu filho mais velho, Olhos Azuis, e seu tenente Rocket duma longa jornada. Olhos Azuis relata que eles encontraram um local após um deserto onde seria ideal a eles. Winter, inseguro, acredita que o clã deve partir imediatamente. Embora concordando em partir, César sente que precisam se preparar antes. Naquela noite, o Coronel lidera uma equipe de soldados para se infiltrar no lar dos macacos. Achando ter sucedido, o coronel prepara-se para ir embora quando é encontrado por César. Enfurecido ao ver que o homem matou sua esposa Cornelia e filho, ele falha ao tentar prevenir a fuga. Após o ataque os macacos não conseguem mais encontrar Winter.

Na manhã seguinte, o clã prepara-se para migrar para o lar seguro. Deixando seu filho mais novo Cornelius, nos cuidados da esposa de Olhos Azuis Lake, César sai em busca de vingança enquanto servindo de distração para os macacos. Acompanhado pelo seu melhor amigo orangotango Maurice, o gorila tenente Luca, e Rocket, eles entram numa vila abandonada onde matam um soldado desertado em defesa própria. Buscando recursos na vila o grupo encontra uma menina muda. Maurice a adota e se torna seu amigo, lhe dando uma boneca de pano.

Numa praia em frente a um acampamento militar, os macacos avistam Winter numa barraca e descobrem que ele se voluntariou para ser um "jumento." Dentro da barraca, César o escuta dizer que o Coronel partiu para a fronteira para se encontrar com soldados ao norte. Winter tenta pedir socorro, mas antes os macacos o seguram e César acidentalmente o asfixia. Na manhã os soldados deixam o acampamento e o grupo os segue. No caminho, avistam que alguns soldados levaram tiros e foram largados a beira da morte. Ao examinarem um soldado vivo, é revelado que este é mudo como a menina. Morrendo de seus ferimentos, César mata-o como um ato de misericórdia.

Escalando no pico duma torre de rádio, os macacos buscam descobrir a direção em que os soldados viajaram. Durante isso, uma figura coberta rouba um de seus cavalos, e os macacos o perseguem. Acabando em uma hospedaria, de uma antiga estação de esqui, eles fazem a figura revelar-se: era um chimpanzé chamado "macaco mau". Eles surpreendem-se ao ver que o macaco era inteligente, mas de um zoológico. Enquanto acampando com o macaco-mau, descobrem que este conhecia a fronteira, e ele concorda em dirigi-los para lá. O grupo alcançam a fronteira onde vêem uma instalação de quarentena. Ao tentarem pegar uma visão mais próxima, Luca é morto por uma patrulha dalguns soldados. Um César enraivecido decide prosseguir sozinho para que não haja mais mortes.

Na instalação, César descobre que Alpha-Omega capturou sua tribo e estes estão sendo forçados a trabalhar na construção de um muralha, sem água ou alimentos. César é capturado por Red, quem o leva ao coronel. O coronel diz que ele pretendia matar César ao invés de seu filho e esposa. Com uma atitude desafiadora, César faz os outros animais pararem da trabalhar, e o coronel ameça matá-lo para fazê-los voltarem ao trabalho. César deduz que o coronel está barricando a instalação logo que os outros militares são contra ele por matar seus próprios homens. César é comentado pelo coronel por sua inteligencia, quem revela que a gripe símia sofreu mutação e o humano que a transporta regride para um estado primitivo ao ponto de ficar mudo. Quando seu único filho fora contaminado, o coronel matou-o e ordenou seus homens matar qualquer um infectado ou que recusa sua decisão. Um sobrevivente dessa purga contou a milícia do norte que enviou todos seus homens para retirar o coronel de seu comando. Finalmente, o coronel declara que eles está no meio de uma guerra santa pela sobrevivência da humanidade.

César é torturado com fome para que seu clã trabalhe. A menina muda esgueira-se na instalação para levar ao César água, ração e sua boneca de pano. Para que ela não seja encontrada, Rocket condena-se a ser preso como forma de distração. No próximo dia o coronel vê que César continua vivo, e confisca sua boneca ao encontrá-la na jaula. Juntos, César e Rocket são capazes de bolar uma escapatória através dum túnel subterrâneo que leva pra fora das grades. No túnel, Maurice nomeia a menina de "Nova", e juntamente com o macaco mau usam a saída para resgatar os macacos, no entanto César ainda vai em busca do coronel por vingança, assim como a instalação é atacada pelo exército nórdico. César encontra o coronel adoecido pelo vírus presente pelo contato com a boneca de Nova. César escolhe não matar o Coronel, no lugar o assiste cometer suicídio com sua pistola.

Os macacos que escaparam são pegos na guerra entre os dois exércitos. Red vê os macacos serem atingido e começa a duvidar sua aliança com os Alpha-Omegas. César tenta explodir um grande tanque de combustível para destruir as forças Alpha-Omega por trás, mas é atirado por uma besta de Preacher (soldado antes solto por César). Red usa um lançador de granadas para matar Preacher, salvando César, mas é em seguida atirado por um soldado. César consegue explodir o tanque e escapa da instalação, consumida por uma cascata de explosões. O vitorioso exercito do norte notam César, mas antes de poderem matá-lo são devastados por um avalanche. Os macacos carregando Nova, sobrevivem escalando os pinheiros ao redor. Em seguida atravessam o deserto para encontar um oásis. Enquanto eles desfrutam seu novo lar, Maurice descobre o ferimento fatal da flecha no César. Maurice promete dizer ao Cornelius quem fora seu pai, e o que ele fez pela tribo. Cesár então silenciosamente padece aos seus ferimentos, morrendo pacificamente enquanto Maurice e depois os macacos o observa.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Macacos[editar | editar código-fonte]

  • Andy Serkis como César, um chimpanzé nobre e inteligente que é rei de uma tribo de macacos geneticamente melhorados.
  • Steve Zahn como "Bad Ape", um chimpanzé que vivia em um jardim zoológico antes do surto de Gripe Símia.
  • Karin Konoval como Maurice, um orangotango sábio e benevolente que é conselheiro de César.
  • Terry Notary como Rocket, um chimpanzé nobre que é a figura do irmão de César.
  • Judy Greer como Cornélia, a esposa de César.
  • Max Lloyd-Jones como Olhos Azuis, filho de César e Cornélia.
  • Michael Adamthwaite como Luca, um gorila da tribo de César, tenente dos macacos e amigo de César.
  • Aleks Paunovic como Winter, um gorila albino da tribo de César.
  • Alessandro Juliani como Spear, um chimpanzé na tribo de César.
  • Ty Olsson como Rex, um gorila traidor que já foi um seguidor de Koba, e agora serve ao Coronel para derrotar César.

Humanos[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2014, a 20th Century Fox anunciou que Matt Reeves assinou contrato para dirigir e co-escrever a sequência de Planeta dos Macacos: O Confronto e que ele irá escrever o roteiro com Mark Bomback que já havia escrito o roteiro de Planeta dos Macacos: O Confronto junto com Rick Jaffa e Amanda Silver.[6]

Em maio de 2015, foi revelado que o título do filme será Planeta dos Macacos: A Guerra.[7]

Em agosto de 2015, foi anunciado que o ator Gabriel Chavarria estará no filme como um humano.[8] Em setembro de 2015, foi confirmado no elenco de Planeta dos Macacos: A Guerra o ator Woody Harrelson que iria atuar como um humano e principal antagonista do filme.[9] Em outubro de 2015, o ator Steve Zahn entrou para o elenco do filme, interpretar um macaco.[10] Em outubro de 2015, também foi confirmado no elenco as atrizes Sara Canning e Judy Greer, que irão interpretar como Macacos, Judy Greer irá reprisar seu papel como a Macaca Cornélia e Sara Canning irá interpretar uma Macaca desconhecida.[11] Em novembro de 2015, o ator Chad Rook foi confirmado no elenco como um humano.[12]

Referências

  1. «WAR OF THE PLANET OF THE APES (12A)». 20th Century Fox. British Board of Film Classification. Consultado em 26 de Julho de 2017 
  2. «First Official War For The Planet Of The Apes Set Photo Released» (em inglês). Comic Book.com. 17 de outubro de 2015. Consultado em 3 de setembro de 2016 
  3. «'War for the Planet of the Apes' Box Office» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 15 de julho de 2017 
  4. «'War for the Planet of the Apes' Box Office» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 16 de dezembro de 2017 
  5. https://heavy.com/movies/2017/07/war-for-the-planet-of-apes-how-many-years-before-original-timeline-is-set-year/
  6. Fleming Jr, Mike (7 de janeiro de 2014). «Matt Reeves To Direct 'Planet Of The Apes 3'» (em inglês). Deadline. Consultado em 4 de setembro de 2016 
  7. Marafon, Renato (7 de Janeiro de 2015). «'Planeta dos Macacos: A Guerra' é o título do terceiro filme». CinePop. Consultado em 4 de Setembro de 2016 
  8. Marafon, Renato (25 de Agosto de 2015). «Sequência de 'Planeta dos Macacos: O Confronto' contrata protagonista». CinePop. Consultado em 4 de Setembro de 2016 
  9. Marafon, Renato (15 de Setembro de 2015). «Woody Harrelson será o vilão da sequência de 'Planeta dos Macacos: O Confronto'». CinePop. Consultado em 4 de Setembro de 2016 
  10. Marafon, Marafon (13 de outubro de 2015). «Steve Zahn entra para o elenco de 'Planeta dos Macacos – A Guerra'». CinePop. Consultado em 4 de Setembro de 2016 
  11. Marafon, Renato (28 de outubro de 2015). «'Planeta dos Macacos – A Guerra' contrata atriz de 'The Vampire Diaries'». CinePop. Consultado em 4 de Setembro de 2016 
  12. A. Lincoln, Ross (4 de Novembro de 2015). «Elaine Hendrix Joins 'Shot'; Chad Rook Fights In 'War For The Planet Of The Apes» (em inglês). Deadline. Consultado em 4 de Setembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]