Plano anatómico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Os três planos anatómicos do corpo: sagital, transversal e frontal.

Em anatomia, os planos anatómicos (português europeu) ou planos anatômicos (português brasileiro) são planos hipotéticos usados para dividir o corpo humano de forma a descrever a localização de estruturas ou a direção dos movimentos. Em anatomia humana e animal são usados três planos elementares:

  • O plano sagital é um plano paralelo à linha sagital. Divide o corpo nas porções esquerda e direita.
  • O plano frontal ou coronal divide o corpo nas porções anterior (frente) e posterior (costas).
  • O plano transversal divide o corpo nas porções cranial (superior) e caudal (inferior)

No corpo humano[editar | editar código-fonte]

O corpo humano na posição anatômica pode ser dividido conceitualmente em planos.

  • O plano mediano é um plano vertical que passa através do eixo mais longo que cruza o corpo, dos pés até a cabeça; este plano separa o corpo em antímeros direito e esquerdo. O que quer que esteja situada próximo a este plano é chamado medial, e o que está longe dele, lateral.
  • Um plano sagital é paralelo ao plano mediano.
  • O plano coronal é também um plano vertical que passa pelo eixo maior (dos pés à cabeça), mas é perpendicular ao plano mediano, separando a frente do corpo, ou ventre, da parte de trás, ou dorso. Algo em posição à frente do plano frontal é chamado anterior, ao passo que algo situado atrás desse plano é chamado posterior.
  • O plano horizontal, transverso ou axial atravessa o eixo menor do corpo, do dorso até o ventre, isto é, da posição posterior para a anterior. Divide a estrutura atravessada em porções superior e inferior.
  • De um modo resumido podemos dizer que a posição anatômica do corpo humano encontra-se ereto com os pés juntos e a face, os olhos e as palmas das mãos dirigidos para frente.