Plasmaferese

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde agosto de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde agosto de 2015).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.

Plasmaferese é um processo extracorporal, em que o sangue retirado do paciente é separado nos seus componentes plasma e elementos celulares. Constitui uma variedade da aferese, e o seu principal objetivo é remover elementos específicos do plasma, nomeadamente, os considerados mediadores de processos patológicos, como anticorpos e imunocomplexos autólogos. Existem dois métodos de plasmaferese: a plasmaferese por centrifugação, que requer equipamento complexo, utilizado em bancos de sangue, e a plasmaferese por filtração, realizada em equipamentos exclusivamente concebidos para o efeito e, naturalmente, difíceis de obter. A plasmaférese por filtração com plasmafiltros, adaptados às máquinas de hemodiálise, é a alternativa terapêutica de mais fácil utilização, baixo custo e com a capacidade de ser praticado por pessoal médico e paramédico que trabalhe em unidades renais.[1]


Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia celular é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. http://www.scielo.org.co/pdf/amc/v34n1/v34n1a5.pdf www.scielo.org.co. Visitado em 2015-06-25.