Plasmodium falciparum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaPlasmodium falciparum
Plasmodium falciparum no sangue

Plasmodium falciparum no sangue
Classificação científica
Reino: Protista
Filo: Apicomplexa
Classe: Aconoidasida
Ordem: Haemosporida
Família: Plasmodidae
Género: Plasmodium
Espécie: P. falciparum
Nome binomial
Plasmodium falciparum
Welch, 1897

Plasmodium falciparum é um protozoário parasita, uma das espécies do género Plasmodium que causa a malária em humanos. É transmitida por mosquitos Anopheles. Podem-se observar diferentes fases evolutivas, no mosquito Anopheles (onde se reproduz o parasita), no interior dos hepatócitos e no interior dos glóbulos vermelhos do hospedeiro humano. P. falciparum transmite a forma mais perigosa de malária, com os índices mais altos de complicações e mortalidade, produtor de 80% de todas as infecções de malária e 90% das mortes pela enfermidade. A sua prevalência predomina na África subsariana, mais que em outras áreas do mundo.

Ciclo[editar | editar código-fonte]

O parasita Plasmodium falciparum passa várias partes do seu ciclo de vida dentro de seres humanos e outra parte dentro dos mosquitos. Durante a parte humana de seu ciclo de vida, o parasita infecta e se multiplica dentro de células do fígado e glóbulos vermelhos. Antes do parasita fazer um glóbulo vermelho estourar, ele pode fazer a superfície da célula colar a outras células. Isso faz com que o sangue coagule dentro de pequenos vasos sanguíneos, que podem severamente danificar órgãos[1].

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Malaria publicado pela "Harvard Health Publication" (2016)