Plastic People

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Plastic People é uma canção de Frank Zappa, de 1967, que foi lançada no álbum Absolutely Free da banda The Mothers of Invention[1] . Nesta canção, na qual Zappa faz uma caricatura da classe média, que considera estúpida, é possível perceber trechos da música Sagração da Primavera, de Stravinski[2] .

Em 1968, jovens tchecos usaram esta canção como hino de protesto ao antigo regime ditatorial durante as manifestações em Praga[3] . Mais tarde, ela seria usada como inspiração para o nome da banda The Plastic People of the Universe[4] .

História[editar | editar código-fonte]

Para se entender a história da criação desta música é preciso voltar ao disco anterior. A música "Who Are The Brain Police?", do álbum Freak Out, satiriza o comportamento dos policiais californianos. Por isso, o álbum foi banido das rádios, amaldiçoado pelos pais e mestres, e Zappa, eleito o inimigo número 1 dos moralistas. A resposta de Zappa foi o segundo disco, "Absolutely Free", que abre com a voz do presidente dos Estados Unidos Lyndon Johnson na música "Plastic People", uma alegoria à estupidez da classe média americana e seu imobilismo diante da polícia nefasta de seus dirigentes[5] .

Referências

  1. allmusic.com/
  2. uol.com.br/ Eldorado lança pacote de CDs de Frank Zappa
  3. culturaemusica.com/ Frank Zappa
  4. Otterman, Sharon, Robert Mackey. "AC/DC Inspired Czech Leader’s "Road to Hell" Riff" (blog), 27 March 2009. Página visitada em 15 September 2009.
  5. folha.uol.com.br/ Pacote traz oito títulos de Frank Zappa