Pluto TV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pluto TV
Razão social Pluto Inc.
Subsidiária
Fundação 2013; há 7 anos
Fundador(es) Tom Ryan
Ilya Pozin
Nick Grouf
Sede Los Angeles, Califórnia,
 Estados Unidos
Área(s) servida(s)  Estados Unidos
 Porto Rico
União Europeia
Presidente Tom Ryan
Produtos Vídeo sob demanda
Televisão sob demanda
Empresa-mãe ViacomCBS
Website oficial pluto.tv

Pluto TV é um serviço de televisão na Internet americano de propriedade da Pluto Inc., uma subsidiária da ViacomCBS (proprietária da Paramount Pictures, um dos cinco maiores estúdios de cinema de Hollywood). Co-fundado por Tom Ryan, Ilya Pozin e Nick Grouf em 2013 e com sede em Los Angeles, Califórnia,[1] Pluto é um serviço gratuito de vídeo sob demanda (AVOD), suportado por anunciantes, que oferece principalmente uma seleção de conteúdo de programação por meio de canais lineares digitais projetados para emular a experiência da programação de transmissão tradicional. A receita do serviço é gerada a partir de anúncios em vídeo vistos durante a programação em intervalos de anúncios estruturados de maneira semelhante às encontradas na televisão convencional.[2]

Pluto TV licencia seu conteúdo diretamente dos provedores, e em março de 2020 negocia com 170 parceiros de conteúdo, fornecendo mais de 250 canais de programação.[3] Seu conteúdo está disponível no site e nos aplicativos suportados. Em março de 2020, o serviço calcula a média de mais de 20 milhões de usuários ativos mensais.[4]

Em 2020 foi anunciado que a plataforma estaria disponível em território brasileiro até dezembro do mesmo ano.[5]

Referências

  1. «Pluto, Inc.: Private Company Information». Bloomberg Businessweek. Bloomberg L.P. Consultado em 9 de abril de 2016 
  2. Sarah Perez (13 de outubro de 2016). «Pluto TV, a free streaming service for cord cutters, raises $30 million more». TechCrunch. AOL. Consultado em 30 de abril de 2017 
  3. «Pluto TV». 13 de março de 2020. Consultado em 15 de março de 2020 
  4. Erik Greunwedel (20 de fevereiro de 2020). «Pluto TV Expected to Generate 30 Million Monthly Viewers by December». MediaPlayNews. JCH Media Inc. 
  5. Gomes, Acsa (20 de agosto de 2020), Streaming gratuito chega ao Brasil em dezembro, consultado em 24 de agosto de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]