Pluto TV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pluto TV
Razão social Pluto Inc.
Subsidiária
Fundação Estados Unidos 1 de agosto de 2013; há 7 anos
Brasil 17 de novembro de 2020; há 6 meses
Fundador(es) Tom Ryan
Ilya Pozin
Nick Grouf
Sede Los Angeles, Califórnia,
 Estados Unidos
Área(s) servida(s) América Latina
EUA
Europa
Presidente Tom Ryan
Produtos Vídeo sob demanda
Televisão sob demanda
Empresa-mãe ViacomCBS
Website oficial pluto.tv

Pluto TV é um serviço de Streaming gratuito americano de propriedade da Pluto Inc., uma subsidiária da ViacomCBS (proprietária da Paramount Pictures, um dos cinco maiores estúdios de cinema de Hollywood). Co-fundado por Tom Ryan, Ilya Pozin e Nick Grouf em 2013 e com sede em Los Angeles, Califórnia,[1] Pluto é um serviço gratuito de vídeo sob demanda (AVOD), suportado por anunciantes, que oferece principalmente uma seleção de conteúdo de programação por meio de canais lineares digitais projetados para emular a experiência da programação de transmissão tradicional. A receita do serviço é gerada a partir de anúncios em vídeo vistos durante a programação em intervalos de anúncios estruturados de maneira semelhante às encontradas na televisão convencional.[2]

A Pluto TV licencia seu conteúdo diretamente dos provedores, e em março de 2020 negociava com 170 parceiros de conteúdo, fornecendo mais de 250 canais de programação.[3] A plataforma oferece conteúdos do mundo inteiro, e não demanda nenhum tipo de registro, podendo ser acessada gratuitamente através do site pluto.tv, aplicativos disponíveis para Android e iOS, e também em dispositivos do tipo Amazon Fire TV, Android TV, Apple TV, Chromecast e Roku.[4] Em dezembro de 2020 a plataforma informava ter 36 milhões de usuários ativos por mês e estar presente em 24 países.[5]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Embora já estivesse disponível desde novembro de 2020, a Pluto TV Brasil foi oficialmente anunciada pela ViacomCBS no dia 08 de dezembro de 2020.[6][4] Inicialmente foram disponibilizados 24 canais fixos e três canais temáticos temporários de Natal, a partir do dia 18 de dezembro do mesmo ano, mais três canais juntariam-se às grade, totalizando 27 canais fixos. Somados aos números iniciais de canais disponíveis, a empresa informava o objetivo de chegar até o final de 2021 com 60 canais e 7.800 horas de conteúdo.[4][5] Além dos canais, a Pluto também conta com uma biblioteca de filmes, programas, séries e reality shows que podem ser assistidos sob demanda.[4]

O público alvo da plataforma no país são as classes C, D e E que, de acordo com a empresa, demandam de conteúdo mas, infelizmente, não têm a capacidade financeira de pagar por uma TV por assinatura.[5]

Em abril de 2021 lança o especial "vencedores do Oscar", no mesmo mês que será apresentada a edição de 2021. Dentre os filmes estão The Hurt Locker (Guerra ao Terror) e Silver Linings Playbook (O Lado Bom da Vida).[7]

Canais[editar | editar código-fonte]

O site possui canais para os variados tipos de conteúdo, como programação infanto-juvenil, filmes, séries, entretenimento, entre outros conteúdos; e além de trazer conteúdos das marcas da ViacomCBS, como Paramount e Nickelodeon, a Pluto TV traz programas de outras empresas. De maneira geral, as emissoras são organizadas da seguinte forma:[8]

  • Filmes
    • Pluto TV Cine Sucessos
    • Pluto TV Filmes Ação
    • Pluto TV Cine Comédia
    • Pluto TV Cine Drama
    • Pluto TV Cine Romance
    • Pluto TV Filmes Suspense
    • Pluto TV Cine Terror
    • Pluto TV Filmes Nacionais
    • Pluto TV Cine Clássicos
    • Pluto TV Cine Família
  • Entretenimento
  • Curiosidades
    • Pluto TV Investigação
    • Pluto TV Mistérios
    • Pluto TV Vida Real
    • Pluto TV Natureza (Love Nature)
    • Pluto TV Paisagens por Stingray
  • Comédia
    • Fail Army
    • Pluto TV The Pet Collective
    • Pluto TV Comédia
    • Pluto TV Porta dos Fundos
  • Estilo de vida
    • Tastemade
    • Pluto TV Fashionbox
    • Pluto TV Loupe Arte+Música
  • Infantil
  • Música
    • Pluto TV Shows por Stingray
    • Pluto TV Karaokê por Stingray

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Pluto, Inc.: Private Company Information». Bloomberg Businessweek. Bloomberg L.P. Consultado em 9 de abril de 2016 
  2. Sarah Perez (13 de outubro de 2016). «Pluto TV, a free streaming service for cord cutters, raises $30 million more». TechCrunch. AOL. Consultado em 30 de abril de 2017 
  3. «Pluto TV». 13 de março de 2020. Consultado em 15 de março de 2020 
  4. a b c d Marin, Jorge (9 de dezembro de 2020). «Pluto TV chega ao Brasil com 27 canais via streaming». TecMundo. Consultado em 12 de dezembro de 2020 
  5. a b c Conteúdo, Estadão (12 de dezembro de 2020). «Não quer pagar pelo streaming? Conheça a Pluto TV». Exame. Consultado em 12 de dezembro de 2020 
  6. Gomes, Acsa (20 de agosto de 2020), Streaming gratuito chega ao Brasil em dezembro, consultado em 24 de agosto de 2020 
  7. «Pluto TV exibe especial com filmes indicados e vencedores do Oscar». Consultado em 16 de abril de 2021 
  8. «Pluto TV chega ao Brasil com 27 canais de IPTV grátis | Internet». Tecnoblog. 8 de dezembro de 2020. Consultado em 13 de dezembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]