Plutocracia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

'Plutocracia (do grego πλοῦτος, ploutos, 'riqueza' e κράτος, kratos', poder) é uma sociedade que é governada ou controlada por pessoas de grande riqueza ou renda. Esta concentração de poder nas mãos da elite econômica é acompanhada de profunda desigualdade de renda e baixo grau de mobilidade social. Ao contrário de sistemas como democracia, liberalismo, socialismo, comunismo ou anarquismo, a plutocracia não está enraizada em uma filosofia política estabelecida.[carece de fontes?]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • ACQUAVIVA, Marcus Claudio. Teoria Geral do Estado, São Paulo: Saraiva, 2001.
  • BONAVIDES, Paulo. Ciência Política, São Paulo: Malheiros, 1998.
  • DALLARI, Dalmo de Abreu. Elementos de Teoria Geral do Estado, São Paulo: Saraiva, 2001.
  • MALUF, Sahid. Teoria Geral do Estado, São Paulo: Saraiva, 1996.
  • SALVETTI NETO, Pedro. Curso de Teoria do Estado, São Paulo: Saraiva, 1986.
Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um(a) cientista político(a) é um esboço relacionado ao projeto de ciências sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.