Pobre Clara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pobre Clara
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
Criador(es) Carmen Daniels
País de origem  México
Idioma original Espanhol
Produção
Diretor(es) Miguel Ángel Herros
Produtor(es) Valentín Pimstein
Elenco ver
Tema de abertura "Firenze Piccoli Particolari", por Laura Landi
Exibição
Emissora de televisão original México El Canal de las Estrellas
Transmissão original 1975
Cronologia
Ha llegado una intrusa
Barata de primavera

Pobre Clara é uma telenovela mexicana, produzida pela Televisa e exibida em 1975 pelo El Canal de las Estrellas.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Clara Escobedo é uma mulher madura, mas com uma personalidade de uma menina de 14 anos. Isto é porque sua mãe, Dona Mercedes, uma mulher possessiva e egoísta, a maltrata e obriga-a a trabalhar como empregada doméstica. Portanto, Clara é uma mulher pouco atraente que veste de luto pela morte de seu pai a quem adorava. Isso torna o principal objeto de escárnio de todos na casa.

A única pessoa que ama e aprecia é sua tia Emília, que decide que Clara uma recompensa por sua paciência e sacrifício merece. Apesar da oposição de Dona Mercedes, Emília compra passagem em um navio para Clara, que finalmente aceita o presente de sua tia.

Mas Clara nunca imaginou que essa viagem iria mudar a sua vida, porque naquele barco iria encontrar Cristián de la Huerta, um médico bonito e proeminente que se apaixona com a inocência e a bondade de Clara. Ela finalmente sabe o que é estar apaixonada, e, portanto, está disposta a dar uma mudança radical em sua vida e confrontar todos aqueles que foram feridos no passado para ficar com o homem que ela ama.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Pobre Clara, telenovela». Univisión. Consultado em 5 de janeiro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]