Podgorica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Podgorica
Vista de Podgorica
Bandeira oficial de Podgorica
Brasão oficial de Podgorica
Bandeira Brasão
Localização de Podgorica em Montenegro
Localização de Podgorica em Montenegro
Coordenadas 42° 28' 12" N 19° 16' 48" O
País  Montenegro
Cidade Podgorica
Fundada Século XI
Prefeito Miomir Mugoša (DPS)
Área  
  Total 1.441 km²
População  
  Cidade (2003) 136 473
    Densidade   117,4/km²
Fuso horário
  Verão (DST)
UTC+1 (UTC)
UTC+2 (UTC)
Website: www.podgorica.cg.yu/

Podgoritza,[1][2][3][4] Podgoriza[5] ou Podgorica (pronunciada em montenegrino[pǒdɡorit͡sa]) é a capital de Montenegro, país do sudeste europeu. É também capital do município de Podgorica.

Anteriormente conhecida pelos nomes de Titogrado e Ribnica/Ribnitza[3], está localizada no sudeste da Europa a 44 metros acima do nível do mar. Segundo o censo de 2011, a população de Podgoritza é de 156 169 habitantes. A municipalidade de Podgoritza abarca 10,5% de todo o território do país, e 30% de toda a população de Montenegro reside na cidade. Podgoritza é ainda o centro administrativo e político de Montenegro, bem como seu centro econômico, cultural, e educacional.

A cidade está situada a poucos quilômetros de centros de esqui (ao norte) e de balneários no mar Adriático (ao sul).

Nome[editar | editar código-fonte]

O nome da cidade, em cirílico, grafa-se Подгорица (lê-se Podgoritza), e, em alfabeto latino, em montenegrino, é escrito Podgorica (o "c" em montenegrino tem som de "ts").

O nome significa "sob a Gorica" em sérvio. Gorica (góritza; que significa "pequena colina") é o nome da colina que marca a paisagem do centro da cidade.

A cerca de três quilómetros a noroeste de Podgorica localizam-se as ruínas de Doclea, uma vila conhecida já desde tempos pré-romanos e romanos. O imperador romano Diocleciano era desta região.

Séculos mais tarde, os romanos "corrigiram" o nome para Dioclea, considerando erradamente que um "i" se tivesse perdido do discurso comum. "Duklja" é a versão eslava mais tardia dessa palavra.

Aquando a sua fundação (anterior ao Século XI), a vila chamava-se Birziminium. Durante a Idade Média era conhecida como Ribnitza. O nome "Podgoritza" (Podgorica na grafia local) passou a ser utilizado a partir do ano de 1326. De 1946 a 1992 chamou-se Titogrado, em honra ao líder jugoslavo Marechal Tito.

Economia[editar | editar código-fonte]

A cidade é a principal base industrial, comercial e jurídica do país desde sua independência .

Podgorica não é apenas o centro administrativo do Montenegro, mas também seu motor econômico principal. A maior parte da base industrial, financeira e comercial do Montenegro está em Podgorica.

Antes da Primeira Guerra Mundial, a maior parte da economia de Podgorica estava no comércio e manufatura em pequena escala, que era um modelo econômico estabelecido durante a longa regência do Império Otomano. Após a Segunda Guerra Mundial, Podgorica tornou-se a capital de Montenegro e um foco da rápida urbanização e industrialização . Indústrias como o alumínio e processamento de tabaco, têxteis, engenharia, produção de veículos e produção de vinho foram estabelecidos dentro e ao redor da cidade.

No início dos anos 90, a dissolução da Jugoslávia, as guerras jugoslavas e as sanções impostas pela ONU deixaram as indústrias de Podgorica sem mercados tradicionais, fornecedores e fundos disponíveis. Isto, combinado com pressões de transição típicas, levou a um declínio da base industrial, onde muitas indústrias entraram em colapso deixando milhares de cidadãos desempregados. No entanto, algumas das indústrias conseguiram sobreviver à turbulência da década de 1990, e ainda são grandes contribuintes para as exportações industriais de Montenegro até os dias de hoje.

Como Montenegro começou seu impulso para a independência da Sérvia no final dos anos 90, Podgorica beneficiou grandemente de concentração aumentada de governo e serviços. Além de quase todo o governo do país, Podgorica abriga a Bolsa de Valores de Montenegro e outras grandes instituições financeiras montenegrinas, juntamente com operadoras de telecomunicações, meios de comunicação, companhia aérea de bandeira montenegrina e outras instituições e empresas significativas.

A grande presença de governos e setores de serviços poupou a economia de Podgorica de uma prolongada estagnação na recessão dos anos 2000, que atingiu duramente o Montenegro. Embora, em meados de 2014, cerca de 30% dos cidadãos do Montenegro viviam em Podgorica, o município respondeu por 44% dos empregados do país. O salário médio mensal líquido em maio de 2014 era de € 509 no município de Podgorica.

Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]

Podgorica é geminada com:

Erevan

Paris

Londres

Nicósia

Belgrado

Nova Deli

Rio de Janeiro (cidade)

Lavrinhas

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Podgorica

Referências

  1. Macedo, Vítor (Primavera de 2013). «Lista de capitais do Código de Redação Interinstitucional» (PDF). Sítio web da Direção-Geral da Tradução da Comissão Europeia no portal da União Europeia. A Folha — Boletim da língua portuguesa nas instituições europeias (n.º 41): 15. ISSN 1830-7809. Consultado em 23 de maio de 2013 
  2. «Jornal "O PAIZ" (1929), Rio de Janeiro» 
  3. a b https://books.google.com.br/books?id=-a8WAAAAQAAJ&pg=PA538&dq=ribnitza&hl=en&sa=X&ei=bSKYVfi7G4HigwSpgpbQBQ&ved=0CDcQ6AEwAw#v=onepage&q=ribnitza&f=false
  4. Serviço das Publicações da União Europeia. «Anexo A5: Lista dos Estados, territórios e moedas». Código de Redacção Interinstitucional. Consultado em 19 de janeiro de 2012 
  5. Instituto Internacional da Língua Portuguesa. «Podgoriza». Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa. Consultado em 28 de maio de 2017