Poesia escáldica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Egil Skallagrimsson
escaldo islandês do séc. X
em imagem do séc. XVII.

A poesia escáldica foi uma forma literária oral da Noruega e da Islândia entre o séc. X e XII.
Os poemas escáldicos eram compostos e cantados ou declamados pelos poetas escaldos, abordando acontecimentos atuais e usando um estilo abundante em metáforas, rico em sinónimos poéticos (heiti) e substituições poéticas (kenning). [1] [2] [3]

A principal fonte do nosso conhecimento sobre a poesia escáldica está na Edda em prosa, um manual do séc. XIII para poetas escaldos e um guia da mitologia nórdica antiga. [4]

Os deuses Bragi e Odin eram os protetores divinos dos escaldos e da poesia escáldica. [5]

Escaldos famosos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Steingrímur Jónsson. «skaldediktning» (em sueco). Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 18 de maio de 2015 
  2. «Skjaldedigtning» (em dinamarquês). Den Store Danske Encyklopædi (Grande Encicliopédia Dinamarquesa). Consultado em 18 de maio de 2015 
  3. Hallvard Magerøy. «Skaldediktning» (em norueguês). Store Norske Leksikon - Grande Enciclopédia Norueguesa. Consultado em 18 de maio de 2015 
  4. Peter Hallberg. «Den prosaiska Eddan» (em sueco). Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 18 de maio de 2015 
  5. «Brage» (em sueco). UngaFakta. Consultado em 18 de maio de 2015